5 formas de buscar inspiração fora da fotografia

em dicas de fotografia.

Tumblr, Flickr, 500px, Pinterest, Instagram, inspiração, linguagem, artes visuais, cinema, Pinturas, esculturas, teatro, ópera, balé, música,, escola focus, focus fotografia, curso de fotografia, escola focus, cursos de fotografia, focus escola de fotografia, curso de fotografia sp, curso fotografia, estudantes nuas

Tá cansado da mesmice e quer encontrar a sua linguagem? Aí vão 5 dicas para você se inspirar fora fotografia

Andre Fuck/Photos

O que é plágio? O que é inspiração? Podemos dizer que há sempre uma linha tênue entre essas duas formas de enxergar uma fotografia nos dias atuais, não só falando filosoficamente como na prática podemos ver muitas fotos parecidas no mercado. Como isso acontece? O fato é que não podemos negar como as informações andam chegando super rápido para qualquer pessoa através da internet, e o fotógrafo não está de fora dessa realidade.

É muito difícil trabalhar com artes visuais. Por mais que a gente tente, há sempre um sentimento negativo quando a gente pensa que está criando algo diferente e único, que vem de dentro, mas ao fazer uma busca nas fotografias de outras pessoas percebemos que há sempre algo bem parecido ou até igual com o que a gente faz. Com o advento da internet e as milhões de informações que vemos diariamente, isso é cada vez mais comum. Nosso cérebro guarda muita informação, e quando em um ensaio achamos que fizemos um clique é “muito a nossa cara”, percebemos que ela é igualzinha a de outro fotógrafo, puramente sem a nossa intenção.

Tumblr, Flickr, 500px, Pinterest, Instagram e várias outras plataformas são incríveis para achar inspiração, mas não só delas deve viver o fotógrafo. Como ir além disso? Como se inspirar em fotografia sem ver fotografias? Vou listar algumas formas que podem ajudar, vale o teste para abrir a cabeça, deu super certo para mim, depois você me conta como funcionou para você. Espero que ajude!

Outras formas de arte:

Pinturas, esculturas, teatro, ópera, balé… Estude tudo isso e vá além. Especialistas em luzes, sombras e cores, as pinturas podem inspirar na iluminação em estúdio, externa e muito mais. Um exemplo disso é o chiaroscuro. As esculturas e estátuas antigas buscam sempre mostrar poses e formas do corpo humano que podemos trazer para os nossos trabalhos. Teatro, ópera e balé, além de inspirar o coração e a alma de formas diferentes, possuem autenticidade na criação de cenários, como contar histórias e expressar sentimentos.

Música:

Nosso cérebro está sempre criando um turbilhão de ideias e pensamentos, e a música pode te ajudar a canalizar isso para pontos específicos. Ouvir determinados tipos de música podem te trazer inspirações no tipo de trabalho que você quer fazer no dia. Se você quer trazer uma linha mais alegre e divertida para um ensaio de casais, escute músicas que te tragam sentimento. Se você quer produzir um ensaio com sentimentos à flor da pele com sinceridade e emoção, escute músicas que te trazem essa sensação. Uma forma de facilitar esse processo é através de playlists prontas ou feitas por você em aplicativos de música, como Spotify, Deezer, Apple Music, entre outros.

Literatura:

Quando você lê uma história, seja ela ficção ou não, nosso cérebro trabalha de forma a criar as imagens que estamos lendo. Por exemplo, se o protagonista está andando por um lugar específico, você já imagina ele fazendo essa ação e os detalhes ao seu redor. Isso treina nosso cérebro para criatividade de contar histórias e imaginar cenas da nossa forma, do nosso jeito. Portanto, leia bastante e várias coisas diferentes, mas lembre-se de ler só coisas que você gostar realmente, senão ou o livro vai dar muito sono, ou você vai canalizar as energias só em ficar odiando muito aquele livro.

Filmes:

A fotografia é parte importante na criação de filmes, tanto que existe um Oscar específico para esse trabalho. Assim como na fotografia em si, os profissionais dessa área criam através da luz, sombras, enquadramentos, composição e cores as cenas únicas para cada tipo de filme. Recomendo observar também as paletas de cores e como elas conversam em cenas específicas, como no site Movies In Color.

Você:

Já dizia Sebastião Salgado: “Você não fotografa com sua máquina. Você fotografa com toda sua cultura.” Procure se conhecer, converse com os seus amigos, tente ver como outras pessoas te enxergam. Pergunte a sua família histórias sobre você, aquelas que você não conhecia e as que você está cansado de ouvir, mas ouça com atenção. Depois disso, tente ver como você se enxerga. Exponha para si mesmo os seus medos, seus sonhos, suas qualidades e seus defeitos.

Se o que você busca é alcançar um olhar único na fotografia, aquele tipo de trabalho que as pessoas logo reconhecem como seu, não há nada mais sincero do que colocar você na arte que você faz. Se você fotografa famílias, traga a sua verdade e o sentimento que você sente pela sua família para o seu trabalho. Se você fotografa casais, procure entender o amor dessa forma. E assim vai.

Cada pessoa enxerga o mundo de uma forma diferente. Somos seres únicos com histórias únicas, então seja sincero com você mesmo e tente criar aquilo que te faz feliz. Quando você enxergar verdade no seu trabalho, as pessoas também enxergarão. Hora de  botar a mão na massa, boas fotos!

Fonte: https://goo.gl/kRuirM

FOCUS Escola de Fotografia –  http://focusfoto.com.br
Conheça os novos cursos da Focus: http://focusfoto.com.br/cursos/

Confira opinião de Ex-Alunos: https://goo.gl/yRlkM9
Fale com a Focus: cursos@focusfoto.com.br

Seja fotografo regulamentado
Obtenha seu registro Mtb de fotografo profissional

 Referência em ensino de fotografia
“Faça bem feito, faça Focus! – Desde 1975” 

Sobre o autor

ATENÇÃO: OS TEXTOS, MATÉRIAS TÉCNICAS, APRESENTADAS NESSE BLOG SÃO PESQUISADAS, SELECIONADAS E PRODUZIDAS PELOS ALUNOS, PROFESSORES E COLABORADORES DA FOCUS PARA USO MERAMENTE DIDÁTICO E COMPLEMENTAR ÁS AULAS DE FOTOGRAFIA NAS MODALIDADES DE CURSOS PRESENCIAIS OU A DISTÂNCIA EAD, MANTIDOS PELA FOCUS ESCOLA DE FOTOGRAFIA, SEM QUALQUER OUTRO TIPO DE PROPÓSITO, RELEVÂNCIA OU CONOTAÇÃO. PARA MAIORES INFORMAÇÕES CONSULTE https://focusfoto.com.br A Focus é a única escola de fotografia no Brasil, que oferece ao aluno o direito de obter seu REGISTRO LEGALIZADO DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL, emitido pelo Ministério do Trabalho, por meio de cursos com carga horária total de 350 horas, incluindo períodos de estágio, preparo e defesa de TCC OS CURSOS DA FOCUS ESCOLA DE FOTOGRAFIA SÃO RECONHECIDOS PELA LEI N. 9.394, ARTIGO 44, INCISO 1 (LEI DE EDUCAÇÃO) O REGISTRO DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL é unificado, sendo o mesmo obtido pelas melhores Universidades Públicas do Estado de São Paulo. E você poderá obtê-lo EM QUALQUER MODALIDADE DE CURSOS DA FOCUS, presenciais ou a distância EAD em menos de 6 meses de curso. O aluno obterá seu REGISTRO DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL diretamente nas agências regionais do Ministério do Trabalho e Emprego. Este registro é fundamental para o exercício legal da profissão, constituição de seu próprio negócio, ingressos em concursos públicos e processos admissionários em empresas de fotografia, públicas ou particulares, bancos de imagens, agências de notícias, jornalismo e consularização de seu registro de fotógrafo, caso queira trabalhar em outros países ou Ongs. Internacionais, como "FOTÓGRAFOS SEM FRONTEIRAS" entre outras modalidades. SEJA FOTÓGRAFO DEVIDAMENTE REGULAMENTADO. QUALIDADE E EXCELÊNCIA EM EDUCAÇÃO FOTOGRÁFICA É NOSSO DIFERENCIAL HÁ MAIS DE QUATRO DÉCADAS. Os alunos recém-formados pela Focus competem em nível de igualdade com fotógrafos profissionais que estão no mercado há mais de 30 anos. Na FOCUS, o aluno entra no mercado de trabalho pela porta da frente! Os alunos, após formados, são encaminhados para o mercado de trabalho. Cursos 100% práticos, apostilados e com plantão de dúvidas. Faça bem feito, faça Focus! Há mais de 44 anos formando novos profissionais. AUTOR DO PROJETO e MEDIADOR DESSE BLOG: Prof. Dr. Enio Leite Alves, Professor Titular aposentado da Universidade de São Paulo, nascido em São Paulo, SP, 1953. PROF. DR. ENIO LEITE: Área de atuação: Fotografia educacional, fotografia autoral, fotojornalismo, moda, propaganda e publicidade. Pesquisador iconográfico. Sociólogo, jornalista, físico, fotoquímico, inventor e docente universitário. Fotografo de imprensa desde 1967, prestando serviços para os Diários Associados e professor do Sesc e do Curso de Artes Fotográficas Senac Dr. Vila Nova, São Paulo. Fotografo do Jornal da Tarde em 1972 -1973. Em 1975, funda a FOCUS – ESCOLA DE FOTOGRAFIA, primeira instituição de ensino técnico e tecnológico da AMÉRICA LATINA. No mesmo ano, suas fotos são premiadas na 13ª Bienal Internacional de São Paulo, quando a fotografia passa a reconhecida pela primeira vez como obra de valor artístico. Enio Leite, fundador do MOVIMENTO PHOTOUSP no início dos anos 70, com Raul Garcez e Sergio Burgi, entre outros, no centro acadêmico da Escola Politécnica, na Cidade Universitária, São Paulo-SP. Professor de fotografia publicitária da Escola Superior de Propaganda e Marketing, (ESPM), 1982 a 1984. Mestre em Ciências da Comunicação em 1990, pela Escola de Comunicação e Artes, USP. Doutor em História da Fotografia, Fotoquímica, Óptica fotográfica e Fotografia Publicitária Digital, em 1993, pela UNIZH, Suíça. No ano de 1997 obteve Livre Docência na Universitá Degli Studi di Roma Tre. Professor convidado pela Miami Dade University, Flórida, 1995. Pesquisador e escritor, publicou o primeiro livro didático em língua portuguesa sobre fotografia digital, Editora Viena, São Paulo, maio 2011, já na quarta edição e presente nas principais universidades brasileiras portuguesas. Colabora com artigos, ensaios, pesquisas e títulos sobre fotoquímica, radioquímica, técnica fotográfica, tecnologia digital da imagem, semiótica e filosofia da imagem para publicações especializadas nacionais e internacionais. (Fonte: Agência Estado - 12/03/2019)

Deixe seu comentário

  • (não será mostrado)