A FOTOGRAFIA COM PEGADA POP DE GABRIEL WICKBOLD

em Composição Fotográfica, Exposições.

footgrafia pop, escola focus, focusfoto
Fotógrafo paulistano mistura técnicas, mas gosta de fotografia pura (foto: Gabriel Wickbold)

Correio Braziliense

Gabriel Wickbold é uma
daquelas figuras com mentes inquietas. Sempre explorando novas técnicas, o
aclamado fotógrafo paulistano recorre a métodos nada convencionais para
alcançar os efeitos desejados. O resultado são imagens esteticamente
exuberantes que pouco recorrem à edição digital na pós-produção e que guardam
reflexões sobre a relação do homem com a natureza e a tecnologia.

O virtuosismo fotográfico
com pegada pop de Wickbold ficou conhecido por meios de séries como Sexual
colors, Sans tache, Naïve, I am on-line e I am light. Uma amostra de seus
numerosos trabalhos ao longo dos 12 anos de carreira ficarão expostos a partir
de hoje na galeria Divino Quadro.

Paralelamente à
exposição, o fotógrafo aproveitará para lançar na capital, onde vem pela primeira
vez, o livro autointitulado com cinco capas diferentes. Cada uma delas faz
referência a uma de suas séries. No caminho criativo, ele parte da
experimentação para, depois, desenvolver um conceito. “Tem um processo de
inspiração, criação e transformação. Todas as minhas séries têm uma técnica.
Começo com um recorte diferente. A partir dessa técnica, eu levanto uma
discussão”, comenta Gabriel.

Embora sua estética seja
repleta de cores vibrantes e de efeitos visuais, Gabriel Wickbold explica que,
em boa parte das fotos, o trato é mais artesanal, encerrado no clique. As
narrativas imagéticas são contadas por meio de elementos da natureza, luzes,
tintas, cabos, e o que mais surtir efeitos gráficos interessantes.

A primeira série foi
Sexual colors, de 2008. “A parte líquida da tinta representa uma volta das
sensações humanas, da transpiração, da lágrima, do gozo, do sangue”.
Depois, lançou Naïve (ingênuo), em 2012. “Quis dar o nome de ingênuo, pelo
fato de homem se sentir superior à natureza. Coloquei o homem na imagem, e a
partir dele nascem diversos elementos da natureza. Plantas, insetos, partes de
animais. Eu quis colocar só a cabeça, porque ela representa essa
ganância.”

 Em 2016,
fez I am on-line. “Sobre como sufocada está nossa vida por conta do
excesso de conectividade” Na sequência, em 2018, está I am light. Nela,
está a ideia de que não precisamos de nada externo para ser feliz. Tudo da
gente. A ideia da série foi transformar os modelos numa explosão de luz. No
universo de possibilidades”, analisa

“Estou me inspirando
cada vez mais nos processos à mão, fazendo do artista parte da composição.
Trabalho diretamente com os modelos. Cada vez mais tenho me inspirado no homem,
em suas reflexões, seus encontros, seus problemas. E tenho transformado isso na
minha busca, em como encontrar essas respostas para transformar, para a gente
se entender mais do que qualquer outra coisa. E assim, criar uma discussão que
vá nos transformar como ser humano”, pondera.

 Serviço

Exposição de Gabriel
Wickbold na galeria Divino Quadro (SHIS QI 3, Bloco J, 1o andar, Comércio
Local, Lago Sul). Visitação até 13 de julho. Entrada franca. Classificação
indicativa livre.

Fonte: https://bit.ly/2IFwbRJ

Aproveite para conferir mais dicas sobre fotografia no blog da Escola Focus.

#fotografia_notícias #fotografia_casamento
#focus #focus_escola_de_fotografia  #focusfoto #focus_fotografia
#alunos_fotografia #cursos_fotografia #escolas_de_fotografia   #aulas_fotografia  #enio_leite

Sobre o autor

ATENÇÃO: OS TEXTOS, MATÉRIAS TÉCNICAS, APRESENTADAS NESSE BLOG SÃO PESQUISADAS, SELECIONADAS E PRODUZIDAS PELOS ALUNOS, PROFESSORES E COLABORADORES DA FOCUS PARA USO MERAMENTE DIDÁTICO E COMPLEMENTAR ÁS AULAS DE FOTOGRAFIA NAS MODALIDADES DE CURSOS PRESENCIAIS OU A DISTÂNCIA EAD, MANTIDOS PELA FOCUS ESCOLA DE FOTOGRAFIA, SEM QUALQUER OUTRO TIPO DE PROPÓSITO, RELEVÂNCIA OU CONOTAÇÃO. PARA MAIORES INFORMAÇÕES CONSULTE https://focusfoto.com.br A Focus é a única escola de fotografia no Brasil, que oferece ao aluno o direito de obter seu REGISTRO LEGALIZADO DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL, emitido pelo Ministério do Trabalho, por meio de cursos com carga horária total de 350 horas, incluindo períodos de estágio, preparo e defesa de TCC OS CURSOS DA FOCUS ESCOLA DE FOTOGRAFIA SÃO RECONHECIDOS PELA LEI N. 9.394, ARTIGO 44, INCISO 1 (LEI DE EDUCAÇÃO) O REGISTRO DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL é unificado, sendo o mesmo obtido pelas melhores Universidades Públicas do Estado de São Paulo. E você poderá obtê-lo EM QUALQUER MODALIDADE DE CURSOS DA FOCUS, presenciais ou a distância EAD em menos de 6 meses de curso. O aluno obterá seu REGISTRO DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL diretamente nas agências regionais do Ministério do Trabalho e Emprego. Este registro é fundamental para o exercício legal da profissão, constituição de seu próprio negócio, ingressos em concursos públicos e processos admissionários em empresas de fotografia, públicas ou particulares, bancos de imagens, agências de notícias, jornalismo e consularização de seu registro de fotógrafo, caso queira trabalhar em outros países ou Ongs. Internacionais, como "FOTÓGRAFOS SEM FRONTEIRAS" entre outras modalidades. SEJA FOTÓGRAFO DEVIDAMENTE REGULAMENTADO. QUALIDADE E EXCELÊNCIA EM EDUCAÇÃO FOTOGRÁFICA É NOSSO DIFERENCIAL HÁ MAIS DE QUATRO DÉCADAS. Os alunos recém-formados pela Focus competem em nível de igualdade com fotógrafos profissionais que estão no mercado há mais de 30 anos. Na FOCUS, o aluno entra no mercado de trabalho pela porta da frente! Os alunos, após formados, são encaminhados para o mercado de trabalho. Cursos 100% práticos, apostilados e com plantão de dúvidas. Faça bem feito, faça Focus! Há mais de 44 anos formando novos profissionais. AUTOR DO PROJETO e MEDIADOR DESSE BLOG: Prof. Dr. Enio Leite Alves, Professor Titular aposentado da Universidade de São Paulo, nascido em São Paulo, SP, 1953. PROF. DR. ENIO LEITE: Área de atuação: Fotografia educacional, fotografia autoral, fotojornalismo, moda, propaganda e publicidade. Pesquisador iconográfico. Sociólogo, jornalista, físico, fotoquímico, inventor e docente universitário. Fotografo de imprensa desde 1967, prestando serviços para os Diários Associados e professor do Sesc e do Curso de Artes Fotográficas Senac Dr. Vila Nova, São Paulo. Fotografo do Jornal da Tarde em 1972 -1973. Em 1975, funda a FOCUS – ESCOLA DE FOTOGRAFIA, primeira instituição de ensino técnico e tecnológico da AMÉRICA LATINA. No mesmo ano, suas fotos são premiadas na 13ª Bienal Internacional de São Paulo, quando a fotografia passa a reconhecida pela primeira vez como obra de valor artístico. Enio Leite, fundador do MOVIMENTO PHOTOUSP no início dos anos 70, com Raul Garcez e Sergio Burgi, entre outros, no centro acadêmico da Escola Politécnica, na Cidade Universitária, São Paulo-SP. Professor de fotografia publicitária da Escola Superior de Propaganda e Marketing, (ESPM), 1982 a 1984. Mestre em Ciências da Comunicação em 1990, pela Escola de Comunicação e Artes, USP. Doutor em História da Fotografia, Fotoquímica, Óptica fotográfica e Fotografia Publicitária Digital, em 1993, pela UNIZH, Suíça. No ano de 1997 obteve Livre Docência na Universitá Degli Studi di Roma Tre. Professor convidado pela Miami Dade University, Flórida, 1995. Pesquisador e escritor, publicou o primeiro livro didático em língua portuguesa sobre fotografia digital, Editora Viena, São Paulo, maio 2011, já na quarta edição e presente nas principais universidades brasileiras portuguesas. Colabora com artigos, ensaios, pesquisas e títulos sobre fotoquímica, radioquímica, técnica fotográfica, tecnologia digital da imagem, semiótica e filosofia da imagem para publicações especializadas nacionais e internacionais. (Fonte: Agência Estado - 12/03/2019)

Deixe seu comentário

  • (não será mostrado)