A IMPORTÂNCIA DAS MÃOS EM ENSAIO FOTOGRÁFICO

em Dicas & Tutoriais, dicas de fotografia.

importância das mãos, ensaio fotográfico, criar retrato, grandes expressões, elementos básicos, espectadores, momento da foto, ponteiros naturais, fotografia cursos, amazon, Focus escola de fotografia, aulas de fotografia, cursos de fotografia sp, escolas de fotografia EAD, escola focus, cursos de fotografia presencial SP, Enio Leite, curso de fotografia online, aula de fotografia, fotografia profissional, focusfoto, fotografia notícias

Ao criar um retrato, os fotógrafos procuram capturar grandes expressões ao posar os modelos, mas às vezes elementos básicos que podem distrair os espectadores podem passar desapercebidos

Resumo Fotográfico

Braços, mãos, dedos, pernas e pés, possuem uma forte presença dentro na fotografia conduzindo o olhar através da imagem, mas nem sempre recebem atenção no momento da foto.

Mesmo que o fotógrafo abra mão de um certo controle ao registrar alguns momentos espontâneos, é importante ficar atento a esses “ponteiros naturais” no momento da pose para que cada parte de uma imagem seja proposital. Em um vídeo publicado no canal SLR Lounge, são apresentados 5 exemplos que ilustram por que algo tão simples quanto a posição das mãos é tão importante.

À primeira vista, isso parece uma imagem sólida e íntima. A iluminação, a pose e as expressões ficaram ótimas. Porém, você notará quando seguir a linha do olho que leva ao braço antes de virar para trás e atrair nosso foco para a mão apontada, ou o ponto na jaqueta em que seu dedo parece apontar.

Isso não interrompe a imagem, mas uma pose melhor teria sido uma mão relaxada ou suave e aberta (veja abaixo). Lembre-se de observar as mãos/dedos flexionados.

Tenha cuidado com a região em torno da barriga

Nesta pose lúdica e íntima, as expressões e a iluminação também ficaram ótimas, mas os braços dos nossos modelos se encontram sobre a barriga; Naturalmente, nossos olhos também são conduzidos nessa direção. Compreender o quanto o peso visual que nossos ponteiros carregam é vital para usá-los propositalmente.

Para clientes que podem se sentir inseguros quanto ao seu peso ou tamanho, precisamos estar cientes de quanto a colocação de mãos e braços pode afetar a percepção da imagem. Devido à colocação das mãos e dos braços do casal, a pose acima teria funcionado bem para acentuar o estômago de uma gestante.

Use a posição das mãos para aumentar a ideia de intimidade

Para criar intimidade em um retrato, olhos e braços criam um loop contínuo. Com as mãos relaxadas ao redor do pescoço e os olhos de frente para ela, o foco permanece em seus rostos e a intimidade do momento não está perdida.

Aumentamos o número de pontos de contato colocando as mãos no pescoço e no peito em vez de mantê-los invisíveis e fora do quadro.

Use as mãos e direção do olhar para criar um loop visual

Em uma pose aberta, os casais viram os pés e o tronco em direção à câmera; Podemos então fazer micro ajustes nas mãos e na direção facial.

Mantenha ponteiros naturais dispersos na baía com direção menor. Na foto acima, ele foi orientado a colocar a mão no bolso e ela foi orientada a relaxar a mão com o buquê. Essas mudanças sutis mantêm nossos olhos em um loop contínuo entre nossos modelos.

Saiba quando quebrar as regras

Depois que o fotógrafo disse ao noivo, “Você pode me agradecer mais tarde por todas as sessões de pegação”, ele deu esse gesto de mão. Na maioria das vezes, essa imagem seria entregue porque é um momento fantástico e natural, e contribui para a história do dia.

Embora a colocação de mão incomum funcione bem nessa situação vale a pena relembrar que ponteiros naturais podem competir ou complementar nossa visão.

Neste caso, sem saber por que o noivo está fazendo isso, sua mão distrai nosso olho e compete por nossa atenção com o beijo. Embora este seja um momento brincalhão, ilustra o impacto que um gesto pode ter. É importante ter consciência do significado da colocação das mãos para que você decida como fazê-la funcionar para suas imagens.

Veja vídeo: https://www.youtube.com/watch?time_continue=1&v=XzChAF_q7GQ

Fonte: https://goo.gl/i6Q23s

Aproveite para rever mais dicas sobre fotografia e dicas nas suas apostilas, bibliografias e vídeos das aulas de fotografia dos cursos profissionalizante da Escola Focus.

Sobre o autor

ATENÇÃO: OS TEXTOS, MATÉRIAS TÉCNICAS, APRESENTADAS NESSE BLOG SÃO PESQUISADAS, SELECIONADAS E PRODUZIDAS PELOS ALUNOS, PROFESSORES E COLABORADORES DA FOCUS PARA USO MERAMENTE DIDÁTICO E COMPLEMENTAR ÁS AULAS DE FOTOGRAFIA NAS MODALIDADES DE CURSOS PRESENCIAIS OU A DISTÂNCIA EAD, MANTIDOS PELA FOCUS ESCOLA DE FOTOGRAFIA, SEM QUALQUER OUTRO TIPO DE PROPÓSITO, RELEVÂNCIA OU CONOTAÇÃO. PARA MAIORES INFORMAÇÕES CONSULTE https://focusfoto.com.br A Focus é a única escola de fotografia no Brasil, que oferece ao aluno o direito de obter seu REGISTRO LEGALIZADO DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL, emitido pelo Ministério do Trabalho, por meio de cursos com carga horária total de 350 horas, incluindo períodos de estágio, preparo e defesa de TCC OS CURSOS DA FOCUS ESCOLA DE FOTOGRAFIA SÃO RECONHECIDOS PELA LEI N. 9.394, ARTIGO 44, INCISO 1 (LEI DE EDUCAÇÃO) O REGISTRO DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL é unificado, sendo o mesmo obtido pelas melhores Universidades Públicas do Estado de São Paulo. E você poderá obtê-lo EM QUALQUER MODALIDADE DE CURSOS DA FOCUS, presenciais ou a distância EAD em menos de 6 meses de curso. O aluno obterá seu REGISTRO DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL diretamente nas agências regionais do Ministério do Trabalho e Emprego. Este registro é fundamental para o exercício legal da profissão, constituição de seu próprio negócio, ingressos em concursos públicos e processos admissionários em empresas de fotografia, públicas ou particulares, bancos de imagens, agências de notícias, jornalismo e consularização de seu registro de fotógrafo, caso queira trabalhar em outros países ou Ongs. Internacionais, como "FOTÓGRAFOS SEM FRONTEIRAS" entre outras modalidades. SEJA FOTÓGRAFO DEVIDAMENTE REGULAMENTADO. QUALIDADE E EXCELÊNCIA EM EDUCAÇÃO FOTOGRÁFICA É NOSSO DIFERENCIAL HÁ MAIS DE QUATRO DÉCADAS. Os alunos recém-formados pela Focus competem em nível de igualdade com fotógrafos profissionais que estão no mercado há mais de 30 anos. Na FOCUS, o aluno entra no mercado de trabalho pela porta da frente! Os alunos, após formados, são encaminhados para o mercado de trabalho. Cursos 100% práticos, apostilados e com plantão de dúvidas. Faça bem feito, faça Focus! Há mais de 44 anos formando novos profissionais. AUTOR DO PROJETO e MEDIADOR DESSE BLOG: Prof. Dr. Enio Leite Alves, Professor Titular aposentado da Universidade de São Paulo, nascido em São Paulo, SP, 1953. PROF. DR. ENIO LEITE: Área de atuação: Fotografia educacional, fotografia autoral, fotojornalismo, moda, propaganda e publicidade. Pesquisador iconográfico. Sociólogo, jornalista, físico, fotoquímico, inventor e docente universitário. Fotografo de imprensa desde 1967, prestando serviços para os Diários Associados e professor do Sesc e do Curso de Artes Fotográficas Senac Dr. Vila Nova, São Paulo. Fotografo do Jornal da Tarde em 1972 -1973. Em 1975, funda a FOCUS – ESCOLA DE FOTOGRAFIA, primeira instituição de ensino técnico e tecnológico da AMÉRICA LATINA. No mesmo ano, suas fotos são premiadas na 13ª Bienal Internacional de São Paulo, quando a fotografia passa a reconhecida pela primeira vez como obra de valor artístico. Enio Leite, fundador do MOVIMENTO PHOTOUSP no início dos anos 70, com Raul Garcez e Sergio Burgi, entre outros, no centro acadêmico da Escola Politécnica, na Cidade Universitária, São Paulo-SP. Professor de fotografia publicitária da Escola Superior de Propaganda e Marketing, (ESPM), 1982 a 1984. Mestre em Ciências da Comunicação em 1990, pela Escola de Comunicação e Artes, USP. Doutor em História da Fotografia, Fotoquímica, Óptica fotográfica e Fotografia Publicitária Digital, em 1993, pela UNIZH, Suíça. No ano de 1997 obteve Livre Docência na Universitá Degli Studi di Roma Tre. Professor convidado pela Miami Dade University, Flórida, 1995. Pesquisador e escritor, publicou o primeiro livro didático em língua portuguesa sobre fotografia digital, Editora Viena, São Paulo, maio 2011, já na quarta edição e presente nas principais universidades brasileiras portuguesas. Colabora com artigos, ensaios, pesquisas e títulos sobre fotoquímica, radioquímica, técnica fotográfica, tecnologia digital da imagem, semiótica e filosofia da imagem para publicações especializadas nacionais e internacionais. (Fonte: Agência Estado - 12/03/2019)

Deixe seu comentário

  • (não será mostrado)