A ONDA DA ASSINATURA VAI CHEGAR COM MAIS FORÇA NA FOTOGRAFIA?

em Notícias.

assinatura, onda, focus escola de fotografia, notícias, escola focus, cursos de fotografia, aulas de fotografia, focusfoto
Tim Cook disse recentemente que a ideia de consumidores assinando iPhones ao invés de comprar é uma possibilidade. Será que o mercado fotográfico pode seguir no mesmo caminho

Leo Saldanha/Fhox

A locação de
equipamentos online não é novidade para fotógrafos
.

O curioso, contudo, é ver
que essa era da economia da assinatura ainda não aconteceu com tanta força em
outros negócios da fotografia. Em uma reunião recente para avaliar dados
financeiros, Tim Cook (CEO da Apple) disse que já existem estudos dentro da
empresa para que os consumidores ao invés de comprar um novo iPhone, assine o
smartphone.

Aliás, segundo a matéria
da Business Insider, a Apple já conta com um programa de trocas com experiência
semelhante. “Estamos conscientes que há muitos utilizadores que gostariam de
algo tipo de pagamento recorrente”, reconheceu Cook, adiantando que a Apple
está “comprometida em torná-lo mais fácil do que é hoje em dia” disse Tim Cook
segundo a matéria da BI. Segundo ele, a perspectiva é que no futuro veremos
mais da estratégia da marca apontada nessa direção.

E se isso também
ocorresse no mercado fotográfico. Na prática isso representa várias vantagens
para os dois lados (empresa e o assinante).

Assinar para ter acesso é
tendência tanto aqui quanto lá fora. As novas gerações estão mais interessadas
em acessar e não possuir. Entre as vantagens o assinante de um equipamento não
precisa se preocupar com a depreciação e pode ter a certeza de a cada ano pegar
o lançamento mais recente.

Trata-se de um conceito
que poderia ser aplicado a fabricantes de câmeras, serviços de impressão de
laboratórios profissionais. E mesmo aos fotógrafos com seus clientes. (o
acompanhamento de bebês é recorrência pura. Será que o profissional não poderia
criar outras formas de gerar mais serviços com recorrência para outros
segmentos de família e afins?).

Marcas atuando mais como
geradores de serviços. Imagine um laboratório profissional ou encadernadora com
um sistema de clube de benefícios. O assinante fotógrafo paga mensalmente e
recebe inúmeras vantagens. Descontos em produtos e impressões de álbuns e
outros produtos pré-determinados dependendo da faixa de assinatura. Caso não
gaste nos meses pode acumular para um serviço maior em valor em determinada
época do ano. As possibilidades são infinitas.

No caso de uma fabricante
de câmeras ou impressoras. O assinante de uma marca assina um modelo de
mirrorless ou DSLR. Paga mensalmente e pode adicionar outras vantagens. Como
seguro, limpeza e afins. Eventos e conteúdos especiais também seriam exclusivos
do assinante. Se quiser, o assinante da câmera pode até comprar aquele modelo.
Ou no ano seguinte pega o lançamento. Imagine assinar kits que já envolvem por
exemplo duas câmeras e duas lentes por mês. Não é difícil imaginar que essa
ótica valeria também para uma marca de impressoras de eventos ou algo na mesma
categoria.

Assine um fotógrafo
– Ao fotógrafo com sistema de clube de assinantes de fotografia as vantagens
também são claras. Descontos para assinantes do fulano de tal fotografia. O
fotógrafo serve muito além de eventos sociais, pode ser para um trabalho
pontual corporativo para aquele mesmo assinante. Pode ser para uma festa de
outro parente como presente. O importante é que o cliente paga mensalmente e
cabe ao fotógrafo pensar em como criar essa coleção de assinatura para
fotografia de família e toda a sorte de necessidades.

Obviamente existem desafios.
No caso do iPhone, a Apple pode se sentir insegura de perder a venda de novos
modelos porque todo mundo vai virar assinante. Por outro lado, a assinatura do
serviço oferece possibilidade extra. Por exemplo, assinou o iPhone 11 Pro e
ganha Apple TV e acesso a conteúdo exclusivos. Assinaturas com seguros, planos
famílias e por aí vai.

O fato é que a era da
economia de assinatura cresce. Temos mais de 800 serviços de assinantes para os
mais variados mercados. Algo que vai de cuecas até vinho. Na fotografia vemos a
recorrência em alguns casos determinados.

Fonte: https://bit.ly/32xzjaj

Aproveite para rever mais
notícias no blog da Escola Focus.

PIONEIRISMO E
INOVAÇÃO:
FOCUS Escola de Fotografia – Desde
1975:  
https://focusfoto.com.br    

CONFIRA TCC DE ALUNOS DA ESCOLA FOCUS!  https://focusfoto.com.br/tag/tcc/

BOLSA DE EMPREGOS PARA ALUNOS DA FOCUS
https://focusfoto.com.br/categoria/empregos/

Opinião de Ex- Alunos que estudaram na FOCUS! https://goo.gl/C235XR
Blog de Fotografia:  https://focusfoto.com.br/blogs/

Flickr – Foto Galeria dos Alunos da Escola Focus
https://www.flickr.com/photos/focus_escola_de_fotografia/

#assinaturas 
#dicas_úteis  #novidades   #dicas
 #noticias  #dicas_fotografia
#escola_focus #focus  
focus_escola_de_fotografia  #focusfoto
#focus_fotografia #alunos_fotografia #cursos_fotografia  #escolas_de_fotografia
   #aulas_fotografia  #enio_leite   
#cursosdefotografia

Sobre o autor

ATENÇÃO: OS TEXTOS, MATÉRIAS TÉCNICAS, APRESENTADAS NESSE BLOG SÃO PESQUISADAS, SELECIONADAS E PRODUZIDAS PELOS ALUNOS, PROFESSORES E COLABORADORES DA FOCUS PARA USO MERAMENTE DIDÁTICO E COMPLEMENTAR ÁS AULAS DE FOTOGRAFIA NAS MODALIDADES DE CURSOS PRESENCIAIS OU A DISTÂNCIA EAD, MANTIDOS PELA FOCUS ESCOLA DE FOTOGRAFIA, SEM QUALQUER OUTRO TIPO DE PROPÓSITO, RELEVÂNCIA OU CONOTAÇÃO. PARA MAIORES INFORMAÇÕES CONSULTE https://focusfoto.com.br A Focus é a única escola de fotografia no Brasil, que oferece ao aluno o direito de obter seu REGISTRO LEGALIZADO DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL, emitido pelo Ministério do Trabalho, por meio de cursos com carga horária total de 350 horas, incluindo períodos de estágio, preparo e defesa de TCC OS CURSOS DA FOCUS ESCOLA DE FOTOGRAFIA SÃO RECONHECIDOS PELA LEI N. 9.394, ARTIGO 44, INCISO 1 (LEI DE EDUCAÇÃO) O REGISTRO DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL é unificado, sendo o mesmo obtido pelas melhores Universidades Públicas do Estado de São Paulo. E você poderá obtê-lo EM QUALQUER MODALIDADE DE CURSOS DA FOCUS, presenciais ou a distância EAD em menos de 6 meses de curso. O aluno obterá seu REGISTRO DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL diretamente nas agências regionais do Ministério do Trabalho e Emprego. Este registro é fundamental para o exercício legal da profissão, constituição de seu próprio negócio, ingressos em concursos públicos e processos admissionários em empresas de fotografia, públicas ou particulares, bancos de imagens, agências de notícias, jornalismo e consularização de seu registro de fotógrafo, caso queira trabalhar em outros países ou Ongs. Internacionais, como "FOTÓGRAFOS SEM FRONTEIRAS" entre outras modalidades. SEJA FOTÓGRAFO DEVIDAMENTE REGULAMENTADO. QUALIDADE E EXCELÊNCIA EM EDUCAÇÃO FOTOGRÁFICA É NOSSO DIFERENCIAL HÁ MAIS DE QUATRO DÉCADAS. Os alunos recém-formados pela Focus competem em nível de igualdade com fotógrafos profissionais que estão no mercado há mais de 30 anos. Na FOCUS, o aluno entra no mercado de trabalho pela porta da frente! Os alunos, após formados, são encaminhados para o mercado de trabalho. Cursos 100% práticos, apostilados e com plantão de dúvidas. Faça bem feito, faça Focus! Há mais de 44 anos formando novos profissionais. AUTOR DO PROJETO e MEDIADOR DESSE BLOG: Prof. Dr. Enio Leite Alves, Professor Titular aposentado da Universidade de São Paulo, nascido em São Paulo, SP, 1953. PROF. DR. ENIO LEITE: Área de atuação: Fotografia educacional, fotografia autoral, fotojornalismo, moda, propaganda e publicidade. Pesquisador iconográfico. Sociólogo, jornalista, físico, fotoquímico, inventor e docente universitário. Fotografo de imprensa desde 1967, prestando serviços para os Diários Associados e professor do Sesc e do Curso de Artes Fotográficas Senac Dr. Vila Nova, São Paulo. Fotografo do Jornal da Tarde em 1972 -1973. Em 1975, funda a FOCUS – ESCOLA DE FOTOGRAFIA, primeira instituição de ensino técnico e tecnológico da AMÉRICA LATINA. No mesmo ano, suas fotos são premiadas na 13ª Bienal Internacional de São Paulo, quando a fotografia passa a reconhecida pela primeira vez como obra de valor artístico. Enio Leite, fundador do MOVIMENTO PHOTOUSP no início dos anos 70, com Raul Garcez e Sergio Burgi, entre outros, no centro acadêmico da Escola Politécnica, na Cidade Universitária, São Paulo-SP. Professor de fotografia publicitária da Escola Superior de Propaganda e Marketing, (ESPM), 1982 a 1984. Mestre em Ciências da Comunicação em 1990, pela Escola de Comunicação e Artes, USP. Doutor em História da Fotografia, Fotoquímica, Óptica fotográfica e Fotografia Publicitária Digital, em 1993, pela UNIZH, Suíça. No ano de 1997 obteve Livre Docência na Universitá Degli Studi di Roma Tre. Professor convidado pela Miami Dade University, Flórida, 1995. Pesquisador e escritor, publicou o primeiro livro didático em língua portuguesa sobre fotografia digital, Editora Viena, São Paulo, maio 2011, já na quarta edição e presente nas principais universidades brasileiras portuguesas. Colabora com artigos, ensaios, pesquisas e títulos sobre fotoquímica, radioquímica, técnica fotográfica, tecnologia digital da imagem, semiótica e filosofia da imagem para publicações especializadas nacionais e internacionais. (Fonte: Agência Estado - 12/03/2019)

Deixe seu comentário

  • (não será mostrado)