Após quase 40 anos, garoto-propaganda recordista da TV é dispensado

em (11) 3104 6951, aulas de fotografia, aulas de fotografia online, aulas de fotografia sp, curso de fotografia, curso de fotografia profissional sp, curso de fotografia sp, curso fotografias, cursos de fotografia online, cursos de fotografia sp, cursos de fotojornalismo sp, cursos vips de fotografia, escola de fotografia sp, escola focus, escola focus de fotografia, escolas de fotografia, escolas de fotografia sp, escolas de fotografias sp, focus curso de fotografia, focus escola de fotografia, focus fotografia, fotografia aula sp, fotografia cursos, fotografia escolas sp, melhores cursos de fotografia Brasil, melhores escolas de fotografia Brasil.

Carlos Moreno, garoto-propaganda recordista, garoto Bombril, comerciais de TV, ícone, Bombril, Ivete Sangalo, Washington Olivetto, dona de casa, Casas Bahia, publicidade, texto, qualidade, cursos fotografia publicitária,, focus escola de fotografia, curso de fotografia on line focus, curso de fotografia zona sul sp, marcela temer nua, marcela temer fotos, fotos marcela temer, fotos de marcela temer, marcela temer fotos intimas, fotos intimas marcela temer, fotos intimas de marcela temer, marcela temer fotos íntimas, fotos de marcela temer nua,, cursos de fotografia online, enio leite,

Carlos Moreno em entrevista no programa The Noite em 2016; ator é famoso por comerciais

Fernanda Lopes/UOL

De 1978 a 2016, Carlos Moreno teve “mil e uma utilidades” na TV. Garoto-propaganda recordista na publicidade mundial, ele marcou época e é conhecido até hoje como ícone da Bombril, marca de produtos de limpeza. Desde o ano passado, no entanto, Moreno, de 63 anos, não faz mais parte das campanhas da empresa. Após ser substituído por Dani Calabresa, Monica Iozzi e Ivete Sangalo em algumas campanhas, ele terminou sua longínqua parceria com a marca.

“O contrato estava para acabar e a Bombril passava por uma situação complicada. Fizeram cortes bem malucos em toda a empresa, inclusive na área de publicidade. Até me fizeram uma proposta de renovação, mas era meio absurda. Então chegamos num consenso: já que não estava sendo aproveitado, não tinha nenhuma perspectiva de trabalhar, não fazia sentido eu continuar contratado. No futuro, se tiver interesse, a gente volta a trabalhar junto com o maior prazer”, conta.

A trajetória de Moreno como garoto-propaganda começou em 1977, quando fez teste e foi contratado por Washington Olivetto para interpretar um funcionário (com jeito de cientista) da marca de esponjas de aço e aconselhar a dona de casa consumidora nos comerciais.

A primeira campanha foi ao ar em 1978, e o ator teve contrato ininterrupto até 2004. Ele ficou afastado da empresa até 2007, quando voltou a fazer as propagandas. Moreno estima que tenha feito quase 400 comerciais em todo o período, além de muita publicidade para mídia impressa. Segundo o Guinness Book, Moreno é desde 1994 o garoto-propaganda de maior tempo de permanência no ar.

“Não tinha muito uma periodicidade, eu ia a cada três meses no estúdio e fazia campanhas. Nunca fiz aquelas loucuras do Fabiano [Augusto, das Casas Bahia], mas às vezes a gente gravava quatro ou cinco filmes numa diária. Em 1998, 1999, a gente praticamente não fez filme, só fazia foto. Toda semana tinha uma foto nova para fazer, eram sempre baseadas em alguma personalidade, algum acontecimento da semana”, lembra.

Em 2013, a comunicação da marca mudou: em vez de Moreno, a Bombril colocou na tradicional bancada de seus comerciais Dani Calabresa, Monica Iozzi e Ivete Sangalo para falarem de forma bem-humorada sobre a evolução da mulher e dos produtos (com leve deboche sobre os homens). O ator foi deixado no “banco de reservas”.

“Não vou negar que fiquei chateado, eu adorava fazer o trabalho. Mas era uma proposta da empresa de mudar a comunicação, então eu tive que aceitar. Depois, quando tive a chance de trabalhar com elas, adorei as três, me diverti bastante. Eu entendo que nada é eterno. A vida inteira fui consciente de que as campanhas terminariam. Passei o bastão para as meninas e elas trabalharam lindamente”, afirma.

Com tantos anos na publicidade, Moreno nunca fez novelas ou séries _seu trabalho mais marcante na TV foi o personagem Euclides no infantil Rá-Tim-Bum, da Cultura. Ator de teatro, ele afirma que se sente mais à vontade nesse meio, que conhece melhor e tem a possibilidade de produzir suas próprias peças.

Nos últimos anos, Moreno ficou em cartaz com o espetáculo Florilégio Musical e pretende, ao lado da atriz Mira Haar (de Mundo da Lua, 1991), dar continuidade a essa história. O ator está no ar atualmente em uma campanha de uma ótica, mas confessa que sente saudades de seu auge como garoto-propaganda.

“Eu sinto saudades, sinto mesmo. É um trabalho que eu tenho muito orgulho de ter feito, foi um marco. Tenho um patrimônio que é esse personagem que eu fiz, que sempre foi rodeado por muitos cuidados, é um trunfo que eu tenho. Pretendo fazer publicidade enquanto puder, desde que tenha um texto legal e tenha qualidade”, discursa.

Fonte: https://goo.gl/aLWWIA 

FOCUS Escola de Fotografia –  http://focusfoto.com.br
Conheça os novos cursos da Focus: http://focusfoto.com.br/cursos/

Confira opinião de Ex-Alunos: https://goo.gl/yRlkM9
Fale com a Focus: [email protected] 

Seja fotografo regulamentado
Obtenha seu registro Mtb de fotografo profissional 

Referência em ensino de fotografia
“Faça bem feito, faça Focus! – Desde 1975” 

 

Sobre o autor

AS MATÉRIAS APRESENTADAS NESSE BLOG SÃO PARA USO MERAMENTE DIDÁTICO E COMPLEMENTAR DAS AULAS DE TODAS AS MODALIDADES DE CURSOS MANTIDOS PELA FOCUS ESCOLA DE FOTOGRAFIA, SEM QUALQUER OUTRO TIPO DE PROPÓSITO OU CONOTAÇÃO. PARA MAIORES INFORMAÇÕES CONSULTE https://focusfoto.com.br Por meio desse conteúdo, você já pode ter uma referência do perfil do profissional que colocamos no mercado de trabalho. A Focus é a única escola de fotografia no Brasil, que oferece ao aluno o direito de obter seu REGISTRO MTB DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL, emitido pelo Ministério do Trabalho, por meio de cursos com carga horária total de 300 horas, incluindo períodos de estágio, preparo e defesa de TCC OS CURSOS DA FOCUS ESCOLA DE FOTOGRAFIA SÃO RECONHECIDOS PELA LEI N. 9.394, ARTIGO 44, INCISO 1 (LEI DE EDUCAÇÃO) O REGISTRO MTB DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL é unificado, sendo o mesmo obtido pelas melhores Universidades Públicas do Estado de São Paulo. E você poderá obtê-lo NOS CURSOS DA FOCUS, em menos de 4 meses de curso. O aluno obterá seu REGISTRO MTB DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL diretamente nas agências regionais do Ministério do Trabalho e Emprego. Este registro é fundamental para o exercício legal da profissão, constituição de seu próprio negócio, ingressos em concursos públicos e processos admissionários em empresas de fotografia, públicas ou particulares, bancos de imagens, agências de notícias, jornalismo e consularização de seu registro de fotógrafo, caso queira trabalhar em outros países ou Ongs. Internacionais, como "FOTÓGRAFOS SEM FRONTEIRAS" entre outras modalidades. SEJA FOTÓGRAFO DEVIDAMENTE REGULAMENTADO. QUALIDADE E EXCELÊNCIA EM EDUCAÇÃO FOTOGRÁFICA É NOSSO DIFERENCIAL HÁ MAIS DE QUATRO DÉCADAS. Os alunos recém-formados pela Focus competem em nível de igualdade com fotógrafos profissionais que estão no mercado há mais de 30 anos. Na FOCUS, o aluno entra no mercado de trabalho pela porta da frente! Os alunos, após formados, são encaminhados para o mercado de trabalho. Cursos 100% práticos, apostilados e com plantão de dúvidas. Faça bem feito, faça Focus! Há mais de 43 anos formando novos profissionais. AUTOR DO PROJETO e ORGANIZADOR DO BLOG: Prof. Dr. Enio Leite Alves, nascido em São Paulo, SP, 1953. PROF. DR. ENIO LEITE: Área de atuação: Fotografia educacional, fotografia autoral, fotojornalismo, moda, propaganda e publicidade. Pesquisador iconográfico. Sociólogo, jornalista, físico, fotoquímico, inventor e docente universitário. Fotografo de imprensa desde 1967, prestando serviços para os Diários Associados e professor do Sesc e do Curso de Artes Fotográficas Senac Dr. Vila Nova, São Paulo. Fotografo do Jornal da Tarde em 1972 -1973. Em 1975, funda a FOCUS – ESCOLA DE FOTOGRAFIA, primeira instituição de ensino técnico e tecnológico da AMÉRICA LATINA. No mesmo ano, suas fotos são premiadas na 13ª Bienal Internacional de São Paulo, quando a fotografia passa a reconhecida pela primeira vez como obra de valor artístico. Fundador do MOVIMENTO PHOTOUSP no início dos anos 70, com Raul Garcez e Sergio Burgi, entre outros, no centro acadêmico da Escola Politécnica, na Cidade Universitária, São Paulo-SP. Professor de fotografia publicitária da Escola Superior de Propaganda e Marketing, (ESPM), 1982 a 1984. Mestre em Ciências da Comunicação em 1990, pela Escola de Comunicação e Artes, USP. Doutor em História da Fotografia, Fotoquímica, Óptica fotográfica e Fotografia Publicitária Digital, em 1993, pela UNIZH, Suíça. No ano de 1997 obteve Livre Docência na Universitá Degli Studi di Roma Tre. Professor convidado pela Miami Dade University, Flórida, 1995. Pesquisador e escritor, publicou o primeiro livro didático em língua portuguesa sobre fotografia digital, Editora Viena, São Paulo, maio 2011, já na quarta edição e presente nas principais universidades brasileiras portuguesas. Colabora com artigos, ensaios, pesquisas e títulos sobre fotoquímica, radioquímica, técnica fotográfica, tecnologia digital da imagem, semiótica e filosofia da imagem para publicações especializadas nacionais e internacionais. (Fonte: Agência Estado 17/01/2017)

Deixe seu comentário

  • (não será mostrado)