Bambas, de Hudson Rodrigues, é a próxima exposição do Nova Fotografia 2018 no MIS

em Serviços.

Museu da Imagem e do Som, exposição de fotografia, mostra de fotografia, fotografia autoral, escola focus, enio leite amazon, Focus escola de fotografia, aulas de fotografia, cursos de fotografia sp, escolas de fotografia, escola focus, CURSOS DE FOTOGRAFIA PRESENCIAIS EM SP, curso de fotografia profissional, aula de fotografia, escola de fotografia profissional, focus fotografia, fotografia profissional

Em série fotógrafo aborda a representação do negro no Brasil. As imagens retratam seu cotidiano, seus amigos e parentes, e a relação deles com a metrópole paulistana

Em outubro, o MIS – instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo – inaugura a quinta mostra do programa Nova Fotografia 2018: Bambas, de Hudson Rodrigues. A mostra, exposta no espaço Nicho do Museu, abre no dia 25 de outubro, às 19h, com entrada gratuita, e fica em cartaz até 9 de dezembro.

 Hudson Rodrigues nasceu em Americanópolis, um bairro pobre da capital paulista. Cresceu dentro de uma “família preta, em uma casa de bambas, onde se tocava samba com muito respeito”, descreve. “Há mais ou menos três anos comecei a me interessar pelo meu passado e pelas pessoas pretas e assim, meio que sem querer, comecei a fotografar os “bambas” – pretos da rua e da minha família.

Estudava algumas situações na minha cabeça poses e jeitos, algo que nos representasse, sem perder o fio natural de ser e de sentir. Fotografei meu primo um menino preto, cheio de vontade da vida, minha tia cansada sentada no sofá. Algumas festas que eu frequentava se tornaram um laboratório de observação. E assim começou uma pequena descoberta: o processo já estava ao meu redor, fotografei o que me cercava”, conta Hudson sobre como iniciou o ensaio.

 Nas 18 imagens que compõem a série em cartaz no MIS, o fotógrafo expõe de forma direta as situações de alguns negros que vivem em nosso País: o olhar da criança simples, mas de personalidade forte; o semblante da mulher negra cansada de uma vida de luta; os jovens cheios de garra mostrando suas posses com orgulho.  As fotos foram feitas de forma direta, já que Hudson sempre esteve inserido em todas as cenas, afinal é um deles. “Retrato as marcas da vida, a posição firme apesar do cansaço de seus protagonistas – a briga para conquistar o mínimo cansa, mas ainda temos força!”, finaliza.

 Playlist no Spotify

Para acompanhar Bambas, Hudson Rodrigues, selecionou uma playlist com 50 músicas. Entre as canções estão Negro é lindo (Jorge Bem Jor), Me libertei (Toni Tornado), Us mano e as mina (Xis), Malandro (Elza Soares) e Casa de bamba (Martinho da Vila).  Ouça a playlist no perfil do MIS no Spotify.

Sobe Hudson Rodrigues

Hudson Rodrigues tem 37 anos e é formado em design gráfico. Nasceu e cresceu em São Paulo e tem uma relação estreita com a cidade. Adora os personagens que nela habitam, seus mistérios e loucuras, por isso esses elementos são presença frequente em seu trabalho fotográfico.

 Sobre o Nova Fotografia

Criado em 2011, o Nova Fotografia é um projeto anual do Museu da Imagem e do Som que busca criar um espaço permanente para exposição de fotografias de artistas promissores que se distinguem pela qualidade e inovação do seu trabalho. A cada ano, seis séries de imagens são escolhidas por meio de convocatória e expostas no Museu.

 Nova Fotografia 2019

No dia 25 de outubro, abertura de Bambas, o MIS inicia a seleção para o Nova Fotografia 2019. Para participar da convocatória os interessados devem acessar o site do museu, preencher a ficha de inscrição e enviar o projeto fotográfico, que deve ser inédito e conter de 10 a 20 imagens. Os materiais serão recebidos até 9 de dezembro de 2018.

 Serviço 

NOVA FOTOGRAFIA – Bambas, de Hudson Rodrigues

ABERTURA 25 de outubro, às 19h

DATA 26 de outubro a 9 de dezembro de 2018

HORÁRIO terça a sábado das 12h às 20h; domingos e feriados das 11h às 19h

LOCAL Nicho

INGRESSO Gratuito

MUSEU DA IMAGEM E DO SOM – Av. Europa, 158, Jd. Europa – São Paulo – SP, Brasil – CEP 01449-000 – (11) 2117 4777

Sobre o autor

ATENÇÃO: OS TEXTOS, MATÉRIAS TÉCNICAS, APRESENTADAS NESSE BLOG SÃO PESQUISADAS, SELECIONADAS E PRODUZIDAS PELOS ALUNOS, PROFESSORES E COLABORADORES DA FOCUS PARA USO MERAMENTE DIDÁTICO E COMPLEMENTAR ÁS AULAS DE FOTOGRAFIA NAS MODALIDADES DE CURSOS PRESENCIAIS OU A DISTÂNCIA EAD, MANTIDOS PELA FOCUS ESCOLA DE FOTOGRAFIA, SEM QUALQUER OUTRO TIPO DE PROPÓSITO, RELEVÂNCIA OU CONOTAÇÃO. PARA MAIORES INFORMAÇÕES CONSULTE https://focusfoto.com.br A Focus é a única escola de fotografia no Brasil, que oferece ao aluno o direito de obter seu REGISTRO LEGALIZADO DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL, emitido pelo Ministério do Trabalho, por meio de cursos com carga horária total de 350 horas, incluindo períodos de estágio, preparo e defesa de TCC OS CURSOS DA FOCUS ESCOLA DE FOTOGRAFIA SÃO RECONHECIDOS PELA LEI N. 9.394, ARTIGO 44, INCISO 1 (LEI DE EDUCAÇÃO) O REGISTRO DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL é unificado, sendo o mesmo obtido pelas melhores Universidades Públicas do Estado de São Paulo. E você poderá obtê-lo EM QUALQUER MODALIDADE DE CURSOS DA FOCUS, presenciais ou a distância EAD em menos de 6 meses de curso. O aluno obterá seu REGISTRO DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL diretamente nas agências regionais do Ministério do Trabalho e Emprego. Este registro é fundamental para o exercício legal da profissão, constituição de seu próprio negócio, ingressos em concursos públicos e processos admissionários em empresas de fotografia, públicas ou particulares, bancos de imagens, agências de notícias, jornalismo e consularização de seu registro de fotógrafo, caso queira trabalhar em outros países ou Ongs. Internacionais, como "FOTÓGRAFOS SEM FRONTEIRAS" entre outras modalidades. SEJA FOTÓGRAFO DEVIDAMENTE REGULAMENTADO. QUALIDADE E EXCELÊNCIA EM EDUCAÇÃO FOTOGRÁFICA É NOSSO DIFERENCIAL HÁ MAIS DE QUATRO DÉCADAS. Os alunos recém-formados pela Focus competem em nível de igualdade com fotógrafos profissionais que estão no mercado há mais de 30 anos. Na FOCUS, o aluno entra no mercado de trabalho pela porta da frente! Os alunos, após formados, são encaminhados para o mercado de trabalho. Cursos 100% práticos, apostilados e com plantão de dúvidas. Faça bem feito, faça Focus! Há mais de 44 anos formando novos profissionais. AUTOR DO PROJETO e MEDIADOR DESSE BLOG: Prof. Dr. Enio Leite Alves, Professor Titular aposentado da Universidade de São Paulo, nascido em São Paulo, SP, 1953. PROF. DR. ENIO LEITE: Área de atuação: Fotografia educacional, fotografia autoral, fotojornalismo, moda, propaganda e publicidade. Pesquisador iconográfico. Sociólogo, jornalista, físico, fotoquímico, inventor e docente universitário. Fotografo de imprensa desde 1967, prestando serviços para os Diários Associados e professor do Sesc e do Curso de Artes Fotográficas Senac Dr. Vila Nova, São Paulo. Fotografo do Jornal da Tarde em 1972 -1973. Em 1975, funda a FOCUS – ESCOLA DE FOTOGRAFIA, primeira instituição de ensino técnico e tecnológico da AMÉRICA LATINA. No mesmo ano, suas fotos são premiadas na 13ª Bienal Internacional de São Paulo, quando a fotografia passa a reconhecida pela primeira vez como obra de valor artístico. Enio Leite, fundador do MOVIMENTO PHOTOUSP no início dos anos 70, com Raul Garcez e Sergio Burgi, entre outros, no centro acadêmico da Escola Politécnica, na Cidade Universitária, São Paulo-SP. Professor de fotografia publicitária da Escola Superior de Propaganda e Marketing, (ESPM), 1982 a 1984. Mestre em Ciências da Comunicação em 1990, pela Escola de Comunicação e Artes, USP. Doutor em História da Fotografia, Fotoquímica, Óptica fotográfica e Fotografia Publicitária Digital, em 1993, pela UNIZH, Suíça. No ano de 1997 obteve Livre Docência na Universitá Degli Studi di Roma Tre. Professor convidado pela Miami Dade University, Flórida, 1995. Pesquisador e escritor, publicou o primeiro livro didático em língua portuguesa sobre fotografia digital, Editora Viena, São Paulo, maio 2011, já na quarta edição e presente nas principais universidades brasileiras portuguesas. Colabora com artigos, ensaios, pesquisas e títulos sobre fotoquímica, radioquímica, técnica fotográfica, tecnologia digital da imagem, semiótica e filosofia da imagem para publicações especializadas nacionais e internacionais. (Fonte: Agência Estado - 12/03/2019)

Deixe seu comentário

  • (não será mostrado)