Blog Focus

Informações, artigos, aulas, tutoriais e novidades
sobre o mundo da fotografia

Cuidados ao contratar um Fotógrafo sem indicação

por em .

Contratar fotógrafo, bons profissionais, especializações, serviços fotográficos,Fotografia Social, Fotografia de Moda, Fotojornalismo, Fotografia Publicitária, Newborn, Gestante, Fotografia de Família,, escola focus, focus fotografia, curso de fotografia, escola focus, escola de fotografia online, ,curso de fotografia sp, cursos de fotografia, focus escola de fotografia, curso de fotografia sp, curso fotografia,

Pelo menos uma vez na vida toda e qualquer pessoa irá necessitar de serviços de um fotógrafo!

Via de regra o melhor Fotógrafo é aquele indicado por um familiar ou por um amigo que já o experimentou. No entanto, ainda assim, é possível selecionar bons profissionais mesmo quando não se tem a referência de algum.

Hoje no Brasil, segundo o IBGE, de 2017, já são mais de trezentos mil Fotógrafos espalhados pelo território nacional, vindos de todas as regiões, formados em inúmeros Cursos de Fotografia para todos os tipos, bolsos e gostos,  Escolas Técnicas, Universidades Públicas e Privadas e com diferentes especializações. Ao menos uma vez na vida toda alguém irá necessitar de serviços prestados pelo Fotógrafo!

O resultado da prestação de tais serviços quase sempre irá modificar substancialmente a existência de quem os contratou, tanto em relação ao seu patrimônio moral quanto em relação ao patrimônio material, além dos seus círculos familiar, social e profissional. Por isso é extremamente importante que a escolha do Fotógrafo seja muito bem examinada no intuito de evitar arrependimento tardio e irreversível.

Assim, recomenda-se:

Procurar o Fotógrafo por especialidade, seja em Fotografia Social, Fotografia de Moda, Fotojornalismo, Fotografia Publicitária, Newborn, Gestante, Fotografia de Família, etc. – de preferência na mesma cidade onde eventualmente se dará a prestação do serviço;

Ao conhecer o nome do profissional, checar a situação de seu número de registro Mtb junto ao Ministério do Trabalho,  http://sirpweb.mte.gov.br/sirweb  por meio do código 10855 e saber se ele realmente é Fotógrafo e se não está suspenso ou até mesmo cassado.

Observar a formação acadêmica do Fotógrafo, suas especializações, sites e redes sociais, realizações e atividades profissionais, etc;

Entenda que quem faz a escola é a maioria dos seus alunos. O mercado faz o conceito. O nome da escola onde o fotógrafo estudou é como o sobrenome dele; irá acompanhá-lo por toda sua vida!

Ter em mente que apesar do telefone, email, pesquisa no Google, WhatsApp, entre outros meios de comunicação à distância, nada é mais esclarecedor que uma conversa “cara a cara” com o Fotógrafo sendo isso indispensável;

Não faltar à consulta que agendou com o Fotógrafo ou avisá-lo com antecedência se não for possível comparecer ao seu estúdio. O interesse do Fotógrafo no trabalho contratado sempre será proporcional ao demonstrado pelo cliente;

Ter em mente que conhecimento técnico profissional, comprometimento, honestidade, organização, boa vontade, boa aparência, boa escrita, correta expressão corporal e verbal, atenção ao cliente e acessibilidade são requisitos essenciais ao Fotógrafo;

Desconfiar de garantias do tipo “sou o melhor para esse trabalho”, afinal, o êxito de uma demanda depende de inúmeras circunstâncias, das quais algumas inclusive fogem ao controle do Fotógrafo. O que existem são maiores ou menores probabilidades de sucesso;

Jamais escolher um Fotógrafo pelo preço – nada se aplica melhor aqui que o ditado popular “o barato sai caro”. O preço é um dos fatores a serem considerados, mas não o único;

Conversar pessoalmente com mais de um Fotógrafo antes de decidir por um ou outro profissional. Somente assim é possível obter parâmetros de comparação que possibilitem ao cliente escolher o profissional que melhor se encaixa a sua demanda;

Eleito o Fotógrafo, certificar-se dos termos de contratação e da procuração concedida, sempre por escrito.

Para concluir, é praticamente impossível ao cliente de primeira viagem saber exata e integralmente quem é, o que fez, o que faz e o que fará o Fotógrafo com quem ele está tratando, mesmo porque questões cruciais ainda surgirão posteriormente à contratação e a cada tipo de trabalho, que é sempre único.

Todavia, existem certos critérios, como os acima elencados, que podem ser avaliados de imediato para eliminar potenciais riscos na contratação de um Fotógrafo.

Não deixe de pesquisar o profissional do seu agrado no site “Reclame Aqui”. O restante ficará a cargo da boa-fé.

E lembre: O certificado da Focus Escola de Fotografia faculta o aluno o direito de obter seu registro Mtb de fotógrafo profissional, emitido pelo Ministério do Trabalho e Emprego. É o mesmo registro profissional obtido por formandos das universidades públicas do Estado de São Paulo.

FOCUS Escola de Fotografia –  http://focusfoto.com.br
Conheça os novos cursos da Focus: http://focusfoto.com.br/cursos/

Confira opinião de Ex-Alunos: https://goo.gl/yRlkM9
Fale com a Focus: [email protected]

Seja fotografo regulamentado
Obtenha seu registro Mtb de fotografo profissional

 Referência em ensino de fotografia
“Faça bem feito, faça Focus! – Desde 1975” 

A ABERTURA

por em .

Abertura, abertura do diafragma, grande abertura, profundidade de campo, efeito fotográfico, área de nitidez, prioridade de abertura,  escola focus, focus fotografia, curso de fotografia, escola focus, escola de fotografia online, ,curso de fotografia sp, cursos de fotografia, focus escola de fotografia, curso de fotografia sp, curso fotografia,

Abertura do diafragma, a pupila da sua objetiva)

Nos referimos ao ato de fotografar com uma grande abertura de “abrir a lente”. Os maiores números de abertura normalmente são f/16, f/22 ou f/32. Estes números grandes representam aberturas pequenas e permitem a passagem de menos luz. A mudança de uma abertura grande para uma pequena é chamada de “fechar o diafragma”.

Além de controlar a quantidade de luz que passa através da objetiva e entra na câmera, a abertura tem uma importante função e efeito fotográfico criativo: o tamanho da abertura determina a profundidade de campo da fotografia. Profundidade de Campo (DOF, ou Depth of Field) pode ser descrita como a área de nitidez, dos planos mais próximos para os mais distantes, dentro da imagem.

 Como o olho humano é atraído para a parte da imagem que está nítida e em foco, é divertido brincar com sua configuração de abertura, experimentar isolar seu motivo e criar um plano de fundo desfocado, ou então uma imagem nítida e definida do primeiro ao ultimo plano. Pense no que você quer transmitir criativamente com suas imagens.

Você está mais interessado em narrar toda a história ou concentrar-se apenas no motivo em sua cena?  Sugerimos configurar sua câmera no modo de Prioridade de Abertura ao conduzir este experimento. Fotografar no modo Prioridade de Abertura permite que você escolha a configuração de abertura e a câmera defina o resto da exposição.

Utilize uma abertura ampla que permita a passagem de mais luz, como f/2.8, e seu motivo será isolado do plano de fundo devido à pouca DOF.

Utilize uma abertura pequena, permitindo a passagem de menos luz, como f/16 ou f/22, e seu motivo e plano de fundo estarão em foco, desde as áreas mais próximas até as mais distantes.

O efeito da profundidade de campo é influenciado por três fatores: a distância focal da objetiva, a distância entre você e seu motivo e sua configuração de abertura. Destes três fatores, a abertura é o mais importante.

Consulte o material didático do módulo 1, para mais informações sobre o controle da abertura do diafragma, ok?

FOCUS Escola de Fotografia –  http://focusfoto.com.br
Conheça os novos cursos da Focus: http://focusfoto.com.br/cursos/

Confira opinião de Ex-Alunos: https://goo.gl/yRlkM9
Fale com a Focus: [email protected]

Seja fotografo regulamentado
Obtenha seu registro Mtb de fotografo profissional

 Referência em ensino de fotografia
“Faça bem feito, faça Focus! – Desde 1975” 

Estúdio: modelo com duas luzes

por em .

Fotografia de modelo, estúdio, fonte principal, luz auxiliar, ponto central, foco automático, histograma, cabo de sincronismo, radioflash, ,aulas de fotografia, aula de fotografia sp, focus, escolas de fotografia sp, cursos de fotografia sp, curso de fotografia sp, curso fotografia, focus escola de fotografia, curso fotografia online, melhores escolas de fotografia no Brasil,

Esquema de iluminação básico:Luz principal e auxiliar para iluminar o modelo e duas luzes de fundo.

O principio básico é o mesmo de quando se usa apenas uma luz. Um flash com hazy é a fonte principal e o outro hazy, auxiliar, é colocada do outro lado da câmera, serve para preencher as sombras e substitui o rebatedor por que dá maior controle, vide ilustração acima.

Para acertar o foco

Para fotos nítidas, trave sempre o foco e depois enquadre a foto. O foco deve estar nos olhos da modelo, usando o ponto central de foco da lente, experimente uma zoom 70-200 mm. A dica é programar o botão AE Lock para ajustar o foco, na Canon, veja menu de “Custom Functions”. Isso vai facilitar bastante a sua vida ao usar o foco automático de sua câmera.

 Seu histograma também é muito útil no estúdio porque os fundos branco ou preto não podem ficara ficar fora da escala mostrada no gráfico.

Os ajustes da câmera

Nas aulas de estúdio, recomendamos o uso ISSO 100 e mantendo o obturador com 1/60 seg. Começamos com a abertura no manual com f/11, já que assim conseguimos boa profundidade de campo e mantendo a modelo em foco. Para isso, ajuste a potência da luz principal até o flashmeter chegar em f/11. O flashmeter dispara tanto com um cabo de sincronismo quanto com um radioflash.  Nas aulas, nossa preferência é o rádio, certo? 

FOCUS Escola de Fotografia –  http://focusfoto.com.br
Conheça os novos cursos da Focus: http://focusfoto.com.br/cursos/

Confira opinião de Ex-Alunos: https://goo.gl/yRlkM9
Fale com a Focus: [email protected]

Seja fotografo regulamentado
Obtenha seu registro Mtb de fotografo profissional

 Referência em ensino de fotografia
“Faça bem feito, faça Focus! – Desde 1975” 

Exposição em Nova York celebra o centenário de Irving Penn

por em .

Irving Penn, Pablo Picasso, Museu Metropolitano de Arte Nova York, Marlene Dietrich, Truman Capote, Revista Vogue, identidade cultural, lente exigente, precisão acadêmica,, escola focus, focus fotografia, curso de fotografia, escola focus, escola de fotografia online, curso de fotografia sp, cursos de fotografia, focus escola de fotografia, curso de fotografia sp, curso fotografia,

Pablo Picasso, por Irving Penn, 1944

Museu Metropolitano de Arte reúne cerca de 200 obras do fotógrafo

Resumo Fotográfico

Em celebração ao centenário do nascimento de Irving Penn (1917–2009), cerca de 200 obras do fotógrafo estão sendo exibidas no Museu Metropolitano de Arte de Nova York.

Ao longo de sua quase 70 anos de carreira, Irving Penn dominou uma estética simples de fotografia de estúdio que se distingue pela atenção meticulosa à composição, nuances, detalhes e impressão. A mostra Irving Penn: Centennial é a mais abrangente exibição do trabalho deste grande fotógrafo até hoje e inclui obras mundialmente famosas e também desconhecidas das suas principais séries.

O icônico criador de imagens transformou sua lente exigente em temas abrangentes ao longo de sua trajetória. Penn estava tão interessado em fotografar pontas de cigarro quanto a forma humana nua ou os gostos de Marlene Dietrich e Truman Capote. Ele passou de atribuição para atribuição com precisão acadêmica, trazendo uma compreensão crítica de processo e direção, articulados com uma abordagem escultural para a iluminação.

O resultado foi um arquivo mundano de identidade cultural e atitudes contemporâneas – e artefatos no caso de sua obsessão com o still – imbuídos de um senso de apreciação dissecante para o que estava diante de sua câmera. Por ser um dos fotógrafos mais importantes de seu tempo e até hoje, Irving Penn permaneceu livre do ego e, ironicamente, até esse ponto, é dito que ele provavelmente não teria assistido a uma exposição honrando seu trabalho.

A mostra foi inaugurada na última segunda-feira (24) e fica em cartaz no Museu Metropolitano de Arte de Nova York até 30 de julho de 2017.

Fonte: https://goo.gl/TcPoAs

 FOCUS Escola de Fotografia –  http://focusfoto.com.br
Conheça os novos cursos da Focus: http://focusfoto.com.br/cursos/

Confira opinião de Ex-Alunos: https://goo.gl/yRlkM9
Fale com a Focus: [email protected]

 Seja fotografo regulamentado
Obtenha seu registro Mtb de fotografo profissional

Referência em ensino de fotografia
“Faça bem feito, faça Focus! – Desde 1975” 

Homem paga 3 dólares em negativo e descobre tesouro fotográfico do século 20

por em .

 , escola focus, focus fotografia, curso de fotografia, escola focus, escola de fotografia online, Tesouro fotográfico, Milagros Caturla, lojas de antiguidades, Viviam Maier, fotógrafas, negativos, artista desonhecido, Barcelona, Provincial Photo Contest,curso de fotografia sp, cursos de fotografia, focus escola de fotografia, curso de fotografia sp, curso fotografia,

Foto: Milagros Caturla

Ruca Souza/IPhptpChannel

Tá aí uma coisa sensacional que vem acontecendo com mais frequência no mundo da fotografia: comprar negativos em lojas de antiguidades, revelá-los e achar tesouros fotográficos. Foi assim que uma das maiores fotógrafas de rua da história, Vivian Maier, foi descoberta.

Dessa vez, o americano Tom Sponheim estava em Barcelona (Espanha) quando, passeando em uma feira, encontrou uma pacote de negativos pela bagatela de US$ 3,50. O ano era 2001 e Tom não sabia muito o que esperar desta compra. Foi quando trouxe as fotos à vida.

Tom Sponheim tinha simplesmente descoberto a grande obra de um artista desconhecido. Através das imagens, sabia que eram fotos ali mesmo de Barcelona, de muitos anos atrás, porém não tinha a menor pista de quem estava por trás dos negativos. Nove anos depois, e com a curiosidade ainda não satisfeita, Tom criou a página no Facebook “Las Fotos Perdidas de Barcelona” para tentar desvendar o caso. Foi só em 2017 que ele conseguiu descobrir o paradeiro deste artista com a ajuda de Begoña Fernandez Díez, que o encontrou através da página.

Com uma imagem de uma escola de Barcelona numa das fotos, Begoña pode encontrar o rastro. Havia o registro de um concurso fotográfico realizado em 1962, o Provincial Photo Contest, com fotos publicadas em uma revista, e uma dessas fotos estava entre os negativos de Tom. Descobriu assim a identidade da artista por trás das incríveis fotos, a professora Milagros Caturla. Assim como a hoje muito conhecida Vivian Maier, Milagros fotografava na rua nos momentos livres do dia, capturando a vida de Barcelona no meio do século 20. Mas foi um pouco mais além que Maier, expondo suas imagens e vencendo vários concursos da época.

A fotógrafa já é tida como a “Vivian Maier catalã” e neste ano receberá sua primeira exposição no festival de fotografia analógica Revela T. Tom Sponheim e Begoña Fernandez continuam trabalhando para fazer o legado da fotógrafa Milagros Caturla se tornar conhecido e receber o verdadeiro prestígio que esta grande artista merece.

Fonte: https://goo.gl/VjfeGJ 

FOCUS Escola de Fotografia –  http://focusfoto.com.br
Conheça os novos cursos da Focus: http://focusfoto.com.br/cursos/

Confira opinião de Ex-Alunos: https://goo.gl/yRlkM9
Fale com a Focus: [email protected]

Seja fotografo regulamentado
Obtenha seu registro Mtb de fotografo profissional

 Referência em ensino de fotografia
“Faça bem feito, faça Focus! – Desde 1975” 

 

Sobre Analógico e digital

por em .

Câmeras fotográficas, analógico e digital, dispositivos eletrônicos, captura da imagem, princípio fotoelétrico, sinais digitais, sistemas digitais, escola focus, focus fotografia, curso de fotografia, escola focus, escola de fotografia online, curso de fotografia sp, cursos de fotografia, focus escola de fotografia, curso de fotografia sp, curso fotografia,

Inicialmente as câmeras fotográficas eram puramente mecânicas, utilizando o filme, elemento analógico de captura.

Com a evolução tecnológica, as câmeras passaram a dispor de fotômetro e, posteriormente, de dispositivos eletrônicos.

Ganharam inteligência ao receberem processadores e sistema de autofoco. Continuaram, contudo, trabalhando com filme.

Finalmente, o elemento de captura da imagem passou a ser o sensor eletrônico, CCD ou CMOS que, pelo principio fotoelétrico, recebe fótons de luz e os transforma em sinais elétricos analógicos (ou seja, a captura também é analógica).

Mas, ao passarem por um conversor analógico/digital (A/D), são transformados em sinais digitais, os quais, gravados em memórias, podem ser exportados para serem armazenados ou tratados externamente. Por isso, popularmente tem se denominado tais câmeras de digitais, pois fornecem sinais digitais, que os franceses denominam numéricas, pois geram seis binários compostos de zero e um.

Ao efetuar impressão em papel fotográfico, tudo volta a ser analógico. A regra é simples: se pode ser visto pelo olho humano, é analógico. Assim, a rigor, as câmeras continuam sendo basicamente mecânicas, dotadas de recursos eletrônicos e sistemas digitais.

FOCUS Escola de Fotografia –  http://focusfoto.com.br
Conheça os novos cursos da Focus: http://focusfoto.com.br/cursos/

Confira opinião de Ex-Alunos: https://goo.gl/yRlkM9
Fale com a Focus: [email protected]

Seja fotografo regulamentado
Obtenha seu registro Mtb de fotografo profissional

 Referência em ensino de fotografia
“Faça bem feito, faça Focus! – Desde 1975” 

Cartões de memória e velocidade de gravação

por em .

Cartões de memória, velocidade de gravação, padrão de chips, CMOS, transferência de dados, processar exposição, escola focus, focus fotografia, curso de fotografia, escola focus, escola de fotografia online, curso de fotografia sp, cursos de fotografia, focus escola de fotografia, curso de fotografia sp, curso fotografia,

Velocidade dos cartões

Ao escolher qual marca de cartão de memória comprar, leve em conta a velocidade de gravação. Quanto maior a velocidade de gravação, menor o tempo que sua câmera irá gastar para processar a exposição e mais rapidamente ela irá enviar a imagem para a tela LCD e melhor será a qualidade final dwe sua imagem.

A maioria dos cartões de memória usa o padrão dos chips CMOS para estabelecer a taxa (velocidade) de transferência de dados, ou seja, uma taxa de 1x é igual a 150 Kilobytes por segundo (150 Kb/s).

Portanto, um cartão de memória que oferece uma velocidade de gravação de 80x é mais rápido do que aquele que oferece uma velocidade de 40x e, obviamente, você paga um pouco mais caro por isso.

Note bem: se todas as condições forem iguais, a velocidade de processamento de sua câmera tem a mesma importância.

O processador dela deve ser capaz de gravar na mesma velocidade indicada pelo cartão de memória, pois, caso contrário, não faz sentido comprar um cartão mais rápido, certo?

Não deixe de consultar seu material didático para mais informações.

FOCUS Escola de Fotografia –  http://focusfoto.com.br
Conheça os novos cursos da Focus: http://focusfoto.com.br/cursos/

Confira opinião de Ex-Alunos: https://goo.gl/yRlkM9
Fale com a Focus: [email protected]

Seja fotografo regulamentado
Obtenha seu registro Mtb de fotografo profissional

 Referência em ensino de fotografia
“Faça bem feito, faça Focus! – Desde 1975” 

A Exposição

por em .

Exposição, fotografia digital, tecnologia digital, sistema digital, criação de imagens, base da fotografia, criatividade, escola focus, focus fotografia, curso de fotografia, escola focus, escola de fotografia online, curso de fotografia sp, cursos de fotografia, focus escola de fotografia, curso de fotografia sp, curso fotografia,

Robert Doisneau e a imagem informativa. Paris, 1949

A velocidade na qual a fotografia digital se desenvolveu no mercado faria até um piloto de corrida se admirar.

As novidades de cada semana, sejam elas câmeras, lentes, flashes, computadores e aplicativos de processamento de imagem, logo são substituídas por outras que fazem mais rápido, melhor e com muito mais qualidade.

Contudo, apesar do rápido avanço da tecnologia digital, duas constantes permanecem no mundo da criação de imagens.

Desde o início, 99% das imagens fotográficas de sucesso dependem da habilidade do fotógrafo em estabelecer uma exposição criativamente correta, criar uma composição convincente e bem equilibrada e dar conteúdo interessante em suas fotos. Esses três elementos básicos são a base da fotografia e valem ainda hoje, independentemente de serem aplicados ao filme ou aos sistemas digitais.

Claro que obter uma exposição correta nunca foi fácil, mesmo com as câmeras digitais de hoje e seus respectivos firmwares, mas há uma grande diferença entre uma exposição correta e uma exposição criativamente correta. Procure se lembrar de nossos comentários em aula.

FOCUS Escola de Fotografia –  http://focusfoto.com.br
Conheça os novos cursos da Focus: http://focusfoto.com.br/cursos/

Confira opinião de Ex-Alunos: https://goo.gl/yRlkM9
Fale com a Focus: [email protected]

Seja fotografo regulamentado
Obtenha seu registro Mtb de fotografo profissional

 Referência em ensino de fotografia
“Faça bem feito, faça Focus! – Desde 1975” 

ESCOLHENDO O DIA

por em .

Fotografia de natureza, previsões meteorológicas, céu limpo, panoramas espetaculares, névoa, paisagem, formações rochosas, escola focus, focus fotografia, curso de fotografia, escola focus, escola de fotografia online, curso de fotografia sp, cursos de fotografia, focus escola de fotografia, curso de fotografia sp, curso fotografia,

Explore os efeitos de névoa na primeira luz da manhã

Antes de sair para fotografar natureza, devemos nos informar das previsões meteorológicas do local a ser fotografado, para escolher um dia mais ou menos ensolarado. E ainda será melhor se na noite anterior o céu tiver estado limpo e tenha feito algum frio.

Devemos sair ainda de noite ou mesmo ao amanhecer, pois as primeiras fotografias do dia podem ser magníficas. Se a névoa for a nossa matéria prima, recomenda-se começar em algum vale, por exemplo com rios, situando-nos acima da névoa; também numa ladeira sobre a zona alta da colina e conseguiremos obter panorâmicas espetaculares. Ao longo da manhã a névoa vai evoluindo, subindo lentamente e desaparecendo.

Depois de fotografar a paisagem, chega o momento de nos centrarmos nos elementos naturais, como as árvores, os arbustos, as formações rochosas e os cursos de água.

Devemos estar conscientes que fotografar as geadas requer trabalhar durante as manhãs mais frias do ano, às primeiras horas do dia, antes que o sol derreta o manto branco que cobre o solo e a vegetação.

FOCUS Escola de Fotografia –  http://focusfoto.com.br
Conheça os novos cursos da Focus: http://focusfoto.com.br/cursos/

Confira opinião de Ex-Alunos: https://goo.gl/yRlkM9
Fale com a Focus: [email protected]

Seja fotografo regulamentado
Obtenha seu registro Mtb de fotografo profissional

Referência em ensino de fotografia
“Faça bem feito, faça Focus! – Desde 1975” 

FOTOGRAFE BOUDOIR!

por em .

Fotografando boudoir, flashes de estúdio, bateria compacta, flashes elinchom quadra, base da iluminação, esquemas de iluminação,, escola focus, focus fotografia, curso de fotografia, escola focus, escola de fotografia online, curso de fotografia sp, cursos de fotografia, focus escola de fotografia, curso de fotografia sp, curso fotografia,

Explore melhor imagens no espelho de seu modelo

KIT ESSENCIAL PARA PROFISSINAIS

Bolas de tênis e luz de estúdio

Flashes de estúdio alimentadas por bateria são ótimas para você clicar em qualquer lugar. São leves o bastante para serem levadas na mão e, mesmo assim, potentes o suficiente para iluminar a sua modelo. Prefira flash de cabeça simples e uma bateria compacta Outra opção também portátil e profissional são os kits portáteis da Elinchrom Quadra, apesar de serem mais caros.  Adote a prática de cortar bolas de tênis para usá-las como base da iluminação e evitar marcas no chão.

Espelho, espelho na parede

Espelhos são ótimos para dar ao ensaio boudoir uma nova dimensão. Tome cuidado para não aparecer na cena. Posicione o espelho para a melhor luz, então peça à modelo que pose em frente dele. Teste fotos com ela encarando o próprio reflexo e fotografe-a olhando para você

Aproveite para rever seus apontamentos de aula e os esquemas de iluminação de estúdio no seu material didático, ok? E boas fotos!

 FOCUS Escola de Fotografia –  http://focusfoto.com.br
Conheça os novos cursos da Focus: http://focusfoto.com.br/cursos/

Confira opinião de Ex-Alunos: https://goo.gl/yRlkM9
Fale com a Focus: [email protected]

Seja fotografo regulamentado
Obtenha seu registro Mtb de fotografo profissional

 Referência em ensino de fotografia
“Faça bem feito, faça Focus! – Desde 1975”