Blog Focus

Informações, artigos, aulas, tutoriais e novidades
sobre o mundo da fotografia

ENTREVISTA COM ENIO LEITE

por em .

Edu Moreira, do site  http://photoislight.com/ , faz três perguntas ao Prof. Dr. Enio Leite, confira abaixo:
  1. Prof Enio, além de fundar a Focus – uma das mais importantes Escolas de Fotografia da América Latina -, dedicar uma vida inteira ao ensino e à da fotografia, você é fotógrafo de imprensa desde 1967. Qual imagem sua publicada você considera a melhor? Conte-nos por que é a melhor, qual publicação e um pouco sobre como você a conseguiu?
    – Na realidade não tenho imagens preferidas, prediletas ou aquela de que eu gosto mais. A foto acima, é da Catedral da Sé, feita logo após o início da pandemia, quando as pessoas já não tinham mais a quem recorrer, a não ser Deus. Foi divulgada na época pela agência Estado. Fotografei a catedral em um final de tarde, com o céu ainda bem azul, no momento em que a iluminação pública começava a acender.

2) Como fotojornalista, você deve enfrentar condições extremas e situações perigosas para produzir imagens impactantes. Qual imagem sua foi mais perigosa de fazer? Conte-nos um pouco sobre esse clic.

– A imagem acima pode não ser tão impactante para quem olha em um primeiro momento. Não é clichê básico de fotojornalismo. Mas, foi uma captura arriscada. Os camelôs da Rua 25 de Março em São Paulo, não permitem ser fotografados e muito menos que fotografem suas mercadorias, pois podem sofrer sanções severas da prefeitura. Tive que fazer essa foto em um momento de distração do suposto infrator e evadir em seguida. A ideia era documentar a retomada do comercio popular ou comercio de rua, na capital paulistana, para a Veja SP.

3) Como professor, escritor e estudioso de fotografia, qual o maior defeito e a melhor qualidade de uma fotografia, independentemente da especialidade?
– Na realidade não existe qualidade ou defeito na fotografia, mas sim a intenção de quem captura a imagem. Ela poderá ajudar você a mentir, a passar algo falso, que realmente não ocorreu ou ainda tornar visível um grande fato de nosso cotidiano.

Aproveite para rever mais dicas sobre fotografia e jornalismo nas suas apostilas, bibliografias e vídeos das aulas de fotografia dos cursos profissionalizante da Escola Focus.

PIONEIRISMO E INOVAÇÃO:
FOCUS Escola de Fotografia – Desde 1975:  https://focusfoto.com.br    

CONFIRA TCC DE ALUNOS DA ESCOLA FOCUS!  https://focusfoto.com.br/tag/tcc/

BOLSA DE EMPREGOS PARA ALUNOS DA FOCUS
https://focusfoto.com.br/categoria/empregos/

Opinião de Ex- Alunos que estudaram na FOCUS! https://goo.gl/C235XR
Blog de Fotografia:  https://focusfoto.com.br/blogs/

#amazon #Marketing  #dicas_fotografia #escola_focus #focus #focus_escola_de_fotografia  #focusfoto #focus_fotografia #alunos_fotografia #cursos_fotografia #escolas_de_fotografia #aulas_fotografia  #enio_leite    #cursosdefotografia   #TCC  #CursoFotografiaEAD

A IMPORTÂNCIA DO AJUSTE DE VELOCIDADE

por em .

O uso das altas velocidades de obturador é uma das principais regras para fotografar a maioria dos esportes

Dependendo da luz e da mobilidade esportiva, esses valores vão de 1/250s a 1/800s de velocidade, sendo que a média fica entre 1/500s e 1/800s para congelar os movimentos de um atleta e evitar que a imagem saia borrada.

Mas nem só de congelamento de movimentos vive a fotografia esportiva. É possível acrescentar algumas fotos com desfoque de movimento baixando bastante a velocidade de obturação (de 1/15s a 1/60s) ou fazer um panning, para esportes de velocidade, como automobilismo, ciclismo, ginástica artística, saltos ornamentais, provas velozes no atletismo e na natação, por exemplo.

Se, por um lado, a teleobjetiva é crucial para boas fotos de esportes, por outro lado, ela pode apresentar limitações para altas velocidades ajustadas no obturador por causa da entrada de luz.

Portanto, quanto mais luminosa ela for, melhor. E para que a foto não saia tremida, o ideal é ajustar a velocidade em avos de segundo de acordo com a distância focal da objetiva: ou seja, para 200 mm, o limite é 1/200s; para 300 mm, 1/300s.

A tecnologia avançou e os sistemas de estabilização de imagens presentes nas lentes mais modernas permitem que se trabalhe com até dois ou três pontos abaixo do ideal sem o risco de ter foto tremida. Mesmo assim, a regra da velocidade versus distância focal deve ser seguida.

Corridas em atletismo e basquete têm sempre muita ação e exigem altas velocidades de disparo. Fotos de automobilismo podem ficar interessantes quando se usa o panning. Teles poderosas exigem velocidades mais altas para que a foto não haja tremor. Lembre-se dos nossos exercícios nas aulas práticas.

Aproveite para rever mais dicas sobre fotografia e ajustes nas suas apostilas, bibliografias e vídeos das aulas de fotografia dos cursos profissionalizante da Escola Focus.

BOLSA DE EMPREGOS PARA ALUNOS DA FOCUS
https://focusfoto.com.br/categoria/empregos/

Opinião de Ex- Alunos que estudaram na FOCUS! https://goo.gl/C235XR
Blog de Fotografia:  https://focusfoto.com.br/blogs/

#amazon #Marketing  #dicas_fotografia #escola_focus #focus #focus_escola_de_fotografia  #focusfoto #focus_fotografia #alunos_fotografia #cursos_fotografia #escolas_de_fotografia #aulas_fotografia  #enio_leite    #cursosdefotografia   #TCC  #CursoFotografiaEAD

“COMO A FOTOGRAFIA E A ESCOLA FOCUS, DE CERTA MANEIRA ME LEVARAM A CORRER NA SÃO SILVESTRE”

por em .

Antes de me tornar escritor, eu tomei a decisão que, não sabia na época, foi um fator que me aproximaria da corrida de São Silvestre: decidi estudar fotografia com minha namorada.

Pode parecer que a motivação para isso tenha sido uma histórica frustração com a música*, com o fiasco de não ter aprendido a tocar nenhum instrumento.

Virar fotógrafo pode parecer uma redenção, compensação artística da minha parte. Nada disso. A coisa foi bem mais simplória. É que minha companheira e eu sempre gostamos de viajar, voltar das férias cheios de fotos. Entretanto, por não dominar a técnica das objetivas, sempre acabávamos frustrados pelo resultado das fotos que batíamos.

A decisão foi bem menos romântica do que possa parecer. Decidimos estudar apenas para melhorar a autoestima proporcionada pelas nossas despretensiosas fotografias de férias. Não passava pelas nossas cabeças ambições de realizar exposições, editar livros, viver de imagens. Nada disso… Determinados, restava a nós escolher a escola onde estudaríamos. Após uma rápida pesquisa, chegamos a ela…

A Focus é uma pioneira escola de fotografia, atuante desde 1975. Seu fundador, Enio Leite, é um dos professores mais doidões que tivemos. A escolha do lugar para aprendermos a fotografar não poderia ter sido mais certeira.

“Classe, todo mundo para o laboratório, já!”, esse é ele a plenos pulmões dando orientações no nosso primeiro dia de aula. “E vão em duplas. Nos ampliadores já tem negativos para praticarem”, orientava. “E vocês aí, casal, nada de irem juntos!”, dirigiu-se a nós. “Podem se separar e cada um escolher outra pessoa!”, sentenciou.

Enio é uma figura. Trata com ponderação a fotografia, simplifica-a, despe-a de frescuras típicas de curadores pretensiosos e arrogantes que querem aparecer mais do que os próprios fotógrafos cujas exposições organizam. É alguém prático, pé no chão, um sujeito que nos ensina o tempo todo, até em uma conversa informal.

Uma de suas características mais legais é que ele nos orienta a nos virar com poucos recursos, sem que nos endividemos para adquirir equipamentos caríssimos, que nem sequer sabemos se nos atenderão no tipo de fotografia que buscamos. Ele tornar-se-ia um grande mestre para nós dois e um excelente amigo; sujeito simples, divertido, despojado, um gozador nato e, sobretudo, um excelente fotógrafo – técnica e esteticamente falando. Vamos vê-lo em ação:

“Meus caros alunos, iniciamos, agora, mais um curso de fotografia. Quero, antes de tudo, esclarecer que não sou lojista, muito menos atacadista, de produtos fotográficos. Vocês vão aprender a improvisar seus materiais, a dar um jeito e só comprar se não houver outra saída. A indústria fotográfica é muito rica e não precisa do dinheiro de vocês. Por exemplo, um modelo de câmera mais simples e mais barato, pode fazer exatamente o que as câmeras mais caras fazem. O mérito de uma boa foto é do fotógrafo e não do seu equipamento. Meus alunos têm uma mente muito aberta, muito ampla. Tudo aquilo que falo entra por uma orelha e sai pelas duas. Nesse curso vocês irão ver tudo pela prática. É como andar de bicicleta, depois de alguns tombos, você aprende e não se esquece nunca mais! Outra coisa, não sou mágico, não tenho varinha de condão. Aqueles que quiserem aprender vão ter de ralar, de se esforçar. Esse processo de aprendizagem também é válido após o curso. Quem fica parado não cresce no mercado, é atropelado pela concorrência. Sem dó. Por fim, tenho um método de trabalho muito interessante: é por meio de piadas, de brincadeiras que o aluno aprende sem querer. Aqui se aprende mesmo não querendo. Experimente!”

Enio Leite

“Como você se chama?”, esse era eu perguntando o nome do meu parceiro de laboratório.

“Arlindo. E você?”, ele perguntou.

“Eu sou Dog. Você é descendente de portugueses? Arlindo é um nome português. Sei disso porque sou filho de um portuga. Você também deve ser descendente de portugueses, não?”

“Sim, meus avós eram da terrinha… Meu nome completo é Arlindo Guimarães de Braga. Eu prefiro simplificar, pode me chamar só de Braga, é melhor.”

“Tá bom, Braga”, assenti.

“Por que você e sua namorada decidiram estudar fotografia?”

“Nada de especial. Somente para melhorar o resultado dos cliques de viagens de férias. E você?”

“Para usar no meu trabalho.”

“Legal. O que você faz?”

Braga não respondeu de imediato. Acabou falando:

“Cinema…”, disse baixinho.

“Nossa, que legal! Você faz filmagens, essas coisas?”

“Sim… Eu sou o próprio diretor dos longas… Sempre fiz as coisas intuitivamente, só que acho que chegou a hora de aprender para valer.”

“Ah, que sensacional! Que tipo de filme você dirige?”

Novamente, Braga hesitou…

“Bem… umas películas em 16 mm…”

Eu estranhei o tom técnico da resposta. Insisti:

“Sei… E quanto ao estilo?”

“Longas-metragens, já disse…”, respondeu rápido e lacônico.

“Errr… Tem algum título para dar como exemplo? Sou cinéfilo, fico curioso.”

A pausa dessa vez foi tão longa que ele parecia disfarçar que não ouvira direito a última pergunta. De repente, Braga, desvencilhando-se, disse:

“Eita, porra, Dog, esquecemos de fechar o obturador do ampliador, conforme o Enio pediu. Acho que queimamos tudo…”

Ele tinha razão. Logo depois da sessão de ampliação, cada dupla deveria ir para a sala escura e lá revelar o papel fotográfico. Quando fizemos isso, constatamos:

“Ih, ficou uma merda…”, Braga sentenciou.

“É, o papel tá todo preto, não saiu nada.”

“Vamos ter de refazer…”

“Caralho, que merda é essa?”, Enio nos interrompeu ao entrar na sala escura. “Foderam o papel… Vão lá e refaçam tudo. Cuidado com o obturador. Mais atenção!”

Acatamos o que ele disse. Voltamos para o ampliador e, nessa nova tentativa, fizemos tudo direitinho. Ao retornar à sala de revelação, enquanto a imagem, aos poucos, ia aparecendo e se fixando no papel, aquele momento mágico que encanta todos os fotógrafos, Braga disse:

“A dama insaciável…”

“Como?”

“A dama insaciável. É o nome de um dos filmes que dirigi. Outro foi O japonês da bengala… Mais um: Escravas do sexo selvagem na Baixada Santista…”, e contou mais uns três ou quatro títulos. “É, Dog, comigo não tem nada de cinema de arte, não. Meu negócio é putaria, pornozão puro e simples…”

Braga, meu parceiro de laboratório na aula inaugural na Focus, no hoje distante 1997, era um diretor de filmes pornôs…

Pegamos para valer na fotografia. Naquela época, praticávamos e estudávamos muito. Com grande esforço, na marra, intensas leituras e tentativas e mais tentativas, fomos melhorando aos poucos nossos resultados, desenvolvendo estilo e tal. Saíamos para fotografar todos os fins de semana, pela cidade ou em viagens curtas.

E, por falar nisso, o irônico é que começamos a fotografar para melhorar o resultado das imagens de férias, porém, acabamos é nos especializando no trabalho urbano na cidade de São Paulo. Tudo que acontecia ao ar livre na nossa metrópole nos interessava e tentávamos clicar ao máximo. Feiras de artesanato, o Minhocão aos domingos, o centro da cidade, seus prédios, nossos parques, os diversos eventos que acontecem em Sampa, como a Parada Gay, o réveillon na Paulista e ela, a São Silvestre… muita coisa a gente fotografava. E ainda o fazemos.

Na tarde de 31 de dezembro de 2002, lá estávamos nós na Paulista para fotografar a corrida de rua mais popular do mundo e por mim sempre reverenciada, mesmo não sendo eu, naquela época, adepto do esporte. Desde 1995, eu já nadava na L’Accademia e sempre fui alguém ativo; nem carro dirijo, faço tudo a pé. Deu-me um estalo enquanto fotografávamos naquela ocasião. Disse para a minha parceira:

“Ei, será que se eu me dedicar, treinar e tal, conseguiria correr na São Silvestre?”

E ela:

“Oras, por que não? Você já faz esporte, tem fôlego por causa das aulas na piscina. É só começar… Vai aos pouquinhos cada dia, pega leve até alcançar os quinze quilômetros”, disse-me em incentivo.

Eu decidi ali. Começaria, no ano seguinte, a correr. No começo, apenas caminhadas leves para ir aos poucos intensificando o ritmo. Conseguiria, teria de ser capaz… No ano seguinte, fui adiando o início dos treinos. Programava e reprogramava, nada acontecia, eu nunca começava. Quando, envergonhado pela procrastinação, decidi para valer, já era o mês de outubro… Não desisti, no entanto. Comecei a treinar. Anunciava-se uma tragédia…

*Trecho do livro Suor, carbono e asfalto (páginas 49 a 55), de Dog. Ele sonhava em ser músico, mas nunca concretizou suas pretensões. Anos depois, dedicou-se à fotografia, tendo estudado na Focus. Tornou-se também escritor, atuando em ficção e crônica.

PIONEIRISMO E INOVAÇÃO:
FOCUS Escola de Fotografia – Desde 1975:  
https://focusfoto.com.br    

CONFIRA TCC DE ALUNOS DA ESCOLA FOCUS!  https://focusfoto.com.br/tag/tcc/

BOLSA DE EMPREGOS PARA ALUNOS DA FOCUS
https://focusfoto.com.br/categoria/empregos/

Opinião de Ex- Alunos que estudaram na FOCUS! https://goo.gl/C235XR
Blog de Fotografia:  https://focusfoto.com.br/blogs/

#amazon #Marketing  #dicas_fotografia #escola_focus #focus #focus_escola_de_fotografia  #focusfoto #focus_fotografia #alunos_fotografia #cursos_fotografia #escolas_de_fotografia #aulas_fotografia  #enio_leite    #cursosdefotografia   #TCC  #CursoFotografiaEAD

BIBLIOTECAS DE IMAGENS

por em .

Muitas imagens usadas comercialmente são fornecidas on-line por meio de grandes bibliotecas, bancos de imagens ou sites de fotos com Getty Images,  Adobe Stock, Corbis e Alamy

Essas bibliotecas adquiriram coleções inteiras de fotografia em todo o mundo, pelas quais tradicionalmente cobram taxas altas de permissão de uso.

A qualidade das imagens produzidas por DSLR razoáveis abriu o mercado para todos os fotógrafos, e essa competição fez com que os preços dos produtos e serviços caíssem.

Novas bibliotecas como Pocketstock são do tipo crowd-sourcing (processo de colaboração entre usuários para fornecer e agregar conteúdo) e agora aceitam imagens de celulares para fornecer aos clientes.

Aproveite para se filiar a eles e ter uma renda extra!

Aproveite para rever mais dicas sobre fotografia e bancos de imagem nas suas apostilas, bibliografias e vídeos das aulas de fotografia dos cursos profissionalizante da Escola Focus.

PIONEIRISMO E INOVAÇÃO:
FOCUS Escola de Fotografia – Desde 1975:  https://focusfoto.com.br    

CONFIRA TCC DE ALUNOS DA ESCOLA FOCUS!  https://focusfoto.com.br/tag/tcc/

BOLSA DE EMPREGOS PARA ALUNOS DA FOCUS
https://focusfoto.com.br/categoria/empregos/

Opinião de Ex- Alunos que estudaram na FOCUS! https://goo.gl/C235XR
Blog de Fotografia:  https://focusfoto.com.br/blogs/

#amazon #Marketing  #dicas_fotografia #escola_focus #focus #focus_escola_de_fotografia  #focusfoto #focus_fotografia #alunos_fotografia #cursos_fotografia #escolas_de_fotografia #aulas_fotografia  #enio_leite    #cursosdefotografia   #TCC  #CursoFotografiaEAD

ALUNA RÉCEM FORMADA PELA FOCUS INGRESSA NA REVISTA VEJA

por em .

FOTO: PABLIA THAIS DOS SANTOS OLIVEIRA

Pablia Dias, aluna da Focus Escola de Fotografia, já demonstrava interesse por fotografia documental e jornalística, nas suas primeiras aulas práticas e saídas a campo.

Com o apoio de seus professores e da direção da escola, conseguiu se especializar nessa área, tornando-se fotojornalista antes do término de seu curso.

A experiência de Pablia é uma realidade para todos os alunos da Focus. A partir do momento em que a teoria é dada pela prática intensiva, eles se sentem motivados a fotografar mais, aprender mais e já ir procurando sua área de interesse no mercado profissional.

Após a conclusão do curso, do estágio obrigatório e do exame final, preparado dentro dos moldes dos melhores concursos públicos, o aluno já está apto a trabalhar

Veja mais: Número de acidentes de trânsito cai no Rio e em SP durante a pandemia
https://veja.abril.com.br/brasil/numero-de-acidentes-de-transito-cai-no-rio-e-em-sp-durante-a-pandemia/amp/

Aproveite para rever mais dicas sobre fotografia e mercado de trabalho, nas suas apostilas, bibliografias e vídeos das aulas de fotografia dos cursos profissionalizante da Escola Focus.

PIONEIRISMO E INOVAÇÃO:
FOCUS Escola de Fotografia – Desde 1975:  https://focusfoto.com.br    

CONFIRA TCC DE ALUNOS DA ESCOLA FOCUS!  https://focusfoto.com.br/tag/tcc/

BOLSA DE EMPREGOS PARA ALUNOS DA FOCUS

https://focusfoto.com.br/categoria/empregos/

Opinião de Ex- Alunos que estudaram na FOCUS! https://goo.gl/C235XR
Blog de Fotografia:  https://focusfoto.com.br/blogs/

#amazon #Marketing  #dicas_fotografia #escola_focus #focus #focus_escola_de_fotografia  #focusfoto #focus_fotografia #alunos_fotografia #cursos_fotografia #escolas_de_fotografia #aulas_fotografia  #enio_leite    #cursosdefotografia   #TCC  #CursoFotografiaEAD

BAIXE AGORA A REVISTA FRANCESA PHOTO

por em .

CAPA: O MUNDO DA PHOTO – 10 revistas em uma! 196 páginas.

Revista Photo Magazine
Material – Técnica – Imagem

A Photo é uma revista francesa sobre fotografia e publicada mensalmente pela empresa Hachette Filipacchi Médias.

A abordagem da fotografia é mais explorada sobre o seu lado artístico do que pelos seus aspetos técnicos. A sua linha editorial é sobretudo orientada para a moda e modelos revelando nudez, incluindo nas suas capas.

Anualmente, promove concursos internacionais para fotógrafos amadores.

A revista é distribuída internacionalmente em 70 países e que representa metade das suas vendas. Apesar dos responsáveis terem efetuado mudanças na revista em 2001, as vendas têm vindo a descer.

Na França, em 2002 venderam-se 42 775 exemplares e em 2005 o número desceu para 29 607.

BAIXE AQUI SEU EXEMPLAR DA REVISTA PHOTO MAGAZINE EM PDF:
https://focusfoto.com.br/wp-content/uploads/2020/10/LA-MONDE-DE-LA-PHOTO.pdf

FOCUS – Escola de Fotografia – Desde 1975: https://focusfoto.com.br   

#marketing  #DNG_Photo magazine #revista_fotografia  #photo_magazine #escola_focus #focus #focus_escola_de_fotografia  #focusfoto #focus_fotografia #alunos_fotografia #cursos_fotografia #escolas_de_fotografia   #aulas_fotografia  #enio_leite

LUZES QUENTES

por em .

Luz quente do final de tarde

A maioria das fontes de luz contínua ou ainda luzes do começo da manhã ou final de tarde são consideradas luz quente, por ser, literalmente, quente.

Há muitos tipos de luzes quentes, mas as três mais importantes são de tungstênio, HMI e Keko Flo.

Tenha em mente que você deve comprar ou alugar o tipo de luz que necessitar baseado no seu propósito, na qualidade da luz e na potência que precisar.

Outra forma é utilizar filtros ou flashes com gelatinas ou celofanes amarelos, como já fazemos em aula.

Improviso e criatividade são a alma da sua arte.

Pense nisso!

Aproveite para rever mais dicas sobre fotografia e iluminação nas suas apostilas, bibliografias e vídeos das aulas de fotografia dos cursos profissionalizante da Escola Focus.

PIONEIRISMO E INOVAÇÃO:
FOCUS Escola de Fotografia – Desde 1975:  https://focusfoto.com.br    

CONFIRA TCC DE ALUNOS DA ESCOLA FOCUS!  https://focusfoto.com.br/tag/tcc/

BOLSA DE EMPREGOS PARA ALUNOS DA FOCUShttps://focusfoto.com.br/categoria/empregos/

Opinião de Ex- Alunos que estudaram na FOCUS! https://goo.gl/C235XR
Blog de Fotografia:  https://focusfoto.com.br/blogs/

#amazon #Marketing  #dicas_fotografia #escola_focus #focus #focus_escola_de_fotografia  #focusfoto #focus_fotografia #alunos_fotografia #cursos_fotografia #escolas_de_fotografia #aulas_fotografia  #enio_leite    #cursosdefotografia   #TCC  #CursoFotografiaEAD

EXPOSIÇÃO E TONALIZAÇÃO

por em .

Saiba como expor corretamente

1 –Contraste de meios-tons

Em forma de arco, a curva escurece levemente as altas luzes e levanta as sombras de forma suave, causando uma elevação dos meios-tons.

Isso adiciona brilho e energia à imagem, aumentando o contraste nos cruciais meios-tons. Isso é muito útil para animar tons sem vida.

2Baixo contraste

Se altas luzes são mais escuras e as sombras iluminadas com uma direta transferência entre os dois extremos da curva, o resultado é uma diminuição dramática do contraste com redução das cores. Isso é útil para saídas com aumento de contraste, como em impressora a laser.

3- Alto- contraste

 Se as altas luzes e sombras são “clipadas” – os pixels cinza-escuros são forçados para o branco – o contraste geral tem um ganho, com aumento das cores, sombras solidas e altas luzes de puro branco. Isso é útil para imprimir em papéis de baixa qualidade.

Aproveite para rever mais dicas sobre fotografia e fotometria nas suas apostilas, bibliografias e vídeos das aulas de fotografia dos cursos profissionalizante da Escola Focus.

PIONEIRISMO E INOVAÇÃO:
FOCUS Escola de Fotografia – Desde 1975:  https://focusfoto.com.br    

CONFIRA TCC DE ALUNOS DA ESCOLA FOCUS!  https://focusfoto.com.br/tag/tcc/

BOLSA DE EMPREGOS PARA ALUNOS DA FOCUS
https://focusfoto.com.br/categoria/empregos/

Opinião de Ex- Alunos que estudaram na FOCUS! https://goo.gl/C235XR
Blog de Fotografia:  https://focusfoto.com.br/blogs/

#amazon #Marketing  #dicas_fotografia #escola_focus #focus #focus_escola_de_fotografia  #focusfoto #focus_fotografia #alunos_fotografia #cursos_fotografia #escolas_de_fotografia #aulas_fotografia  #enio_leite    #cursosdefotografia   #TCC  #CursoFotografiaEAD

exposição, tonalizarão, contraste. meios tons, altas luzes, impressora, lazer, escolas fotografia, cursos fotografia, aulas fotografia,

moda feminina, fotografia contemporânea, a linguagem da fotografia, Calibrar cores, fotografia publicitaria, Focus escola de fotografia, aula de fotografia, escolas de fotografia EAD, escola focus, cursos de fotografia presencial SP, curso de fotografia online, enio leite, aula de fotografia,

CONTANDO A HISTÓRIA DA GUERRA!

por em .

Acreditando que uma imagem vale mais que um milhão de palavras, é tarefa do fotógrafo tentar expor as injustiças que a humanidade perpetra sobre ela mesma. Foto: Robert Capa / FRANÇA. Normandia 6 de junho de 1944. Tropas norte-americanas em Omaha Beach

Imagens das agonias e êxtases da guerra devem ter capacidade de chocar e, espera-se, de despertar a consciência pública.  

Muitos fotógrafos envolvem-se em missões de guerra, uma das mais arriscadas especialidades dessa profissão. Eles escolhem dar seu testemunho para nós fotografando os vitoriosos e as vítimas, expondo firmemente o horror e a morte, muitas vezes com uma coragem notável.

A fotografia de guerra foi abordada como fotografia de notícias, fotojornalismo e documentário, com cada fotógrafo se empenhando para criar imagens que forçam os espectadores a tomar partido. Não há uma terra de ninguém na fotografia da guerra.  

Nessa temática, o proposto jornalismo sem mantem o mesmo: informar sem tomar partido.

Aproveite para rever mais dicas sobre fotojornalismo de guerra nas suas apostilas, bibliografias e vídeos das aulas de fotografia dos cursos profissionalizante da Escola Focus.

CONFIRA TCC DE ALUNOS DA ESCOLA FOCUS!  https://focusfoto.com.br/tag/tcc/

Opinião de Ex- Alunos que estudaram na FOCUS! https://goo.gl/C235XR
Blog de Fotografia:  https://focusfoto.com.br/blogs/

Flickr – Foto Galeria dos Alunos da Escola Focus

CLAUDO SPINOLA

#amazon #Marketing  #dicas_fotografia #escola_focus #focus #focus_escola_de_fotografia  #focusfoto #focus_fotografia #alunos_fotografia #cursos_fotografia #escolas_de_fotografia #aulas_fotografia  #enio_leite    #cursosdefotografia   #TCC  #CursoFotografiaEAD

Robert Capa, Normandia, Tropas norte-americanas, Omaha Beach, histórias da guerra, consciência pública, cursos de fotografia, escola fotografia, aulas de fotografia,

moda feminina, fotografia contemporânea, a linguagem da fotografia, fotografia profissional, alugar lente, fotografia publicitaria, Focus escola de fotografia, aula de fotografia, escolas de fotografia EAD, escola focus, cursos de fotografia presencial SP, curso de fotografia online, enio leite, aula de fotografia,

VEJA COMO RESSALTAR A PROFUNDIDADE!

por em .

A maioria dos fotógrafos iniciantes focaliza o tema e esquecem a importância ambiente

Porém, boa escolha é a organização dos planos são elementos essenciais para o sucesso da fotografia.

São os distintos planos que, ao serem enquadrados, permitem dar profundidade à imagem para retratar o espeço. Além disso, os planos incluídos na foto dão informações ao observador, seja em relação ao lugar, à ação do tema, o momento do dia, entre outros.

Com a prática e o domínio da técnica, é possível selecionar e arranjar os planos de maneira estética para que as fotos se destaquem. Isso pode ser feito pela combinação das cores, dos motivos, das exposições ou ainda usando criatividade à profundidade de campo.

Os planos funcionam como um quadro para o tema. É preciso combiná-los bem e conduzir o olhar do observador aos pontos de interesse determinados pelo fotógrafo. Assim, o primeiro plano é geralmente a “porta de entrada” da imagem.

Ele capta o olhar do observador, que depois irá explorar o resto da composição. Por isso, a escolha do primeiro plano é quase sempre muito importante.

LEMBRE-SE!

A escolha dos planos na composição é vital para o sucesso da fotografia. Os planos devem ser organizados de maneira a atrair o olhar do observador.

Ambiente, cores, direção da luz e profundidade de campo podem ser usados criativamente pra criar uma estética atraente. Definir o primeiro plano é quase sempre muito importante.

A combinação dos planos deve fazer o olhar do observador navegar pela imagem.

Aproveite para rever mais dicas sobre fotografia e profundidade nas suas apostilas, bibliografias e vídeos das aulas de fotografia dos cursos profissionalizante da Escola Focus.

PIONEIRISMO E INOVAÇÃO:
FOCUS Escola de Fotografia – Desde 1975:  https://focusfoto.com.br    

CONFIRA TCC DE ALUNOS DA ESCOLA FOCUS!  https://focusfoto.com.br/tag/tcc/

BOLSA DE EMPREGOS PARA ALUNOS DA FOCUS
https://focusfoto.com.br/categoria/empregos/

Opinião de Ex- Alunos que estudaram na FOCUS! https://goo.gl/C235XR
Blog de Fotografia:  https://focusfoto.com.br/blogs/

#amazon #Marketing  #dicas_fotografia #escola_focus #focus #focus_escola_de_fotografia  #focusfoto #focus_fotografia #alunos_fotografia #cursos_fotografia #escolas_de_fotografia #aulas_fotografia  #enio_leite    #cursosdefotografia   #TCC  #CursoFotografiaEAD