Blog Focus

Informações, artigos, aulas, tutoriais e novidades
sobre o mundo da fotografia

Concurso fotográfico da Wikipédia premia melhores fotos de monumentos brasileiros

por em .

Submissões de imagens para Wiki Loves Monuments ocorrem durante o mês de outubro e concorrem a mais de 3 mil reais em prêmios

O Brasil recebe a edição do Wiki Loves Monuments 2020, concurso fotográfico anual que ocorre no mundo todo organizado pela comunidade Wikimedia.

A proposta do concurso é mobilizar pessoas para tirar fotos de monumentos brasileiros, a fim de melhorar sua representação visual não somente nas plataformas Wikimedia, como Wikipédia, mas na internet como um todo. As fotos devem ser carregadas no Wikimedia Commons, a biblioteca multimídia livre da Wikipédia, entre 1 e 31 de outubro

Para concorrer, basta que o participante carregue na plataforma Wikimedia Commons fotos de monumentos brasileiros. Monumentos são definidos pelo reconhecimento oficial, como tombamento e registro, em listas pré-definidas pelos organizadores do concurso. São mais de 7 mil monumentos em todo o Brasil que podem ser fotografados para o Wiki Loves Monuments. 

O fotógrafo pode participar com quantas fotos de monumentos quiser, desde que todas as imagens sejam de sua autoria e estejam carregadas em licença creative commons com a tag do Wiki Loves Monuments. As contribuições de fotógrafos amadores também são bem-vindas e podem ser submetidas inclusive fotos em alta qualidade feitas com dispositivo móvel.

Não serão consideradas para o concurso imagens que não sejam de autoria própria de quem fez a submissão, que infrinjam leis de direitos autorais ou que sejam excluídas do Wikimedia Commons antes do encerramento das submissões por qualquer motivo. As instruções detalhadas estão disponíveis na página do concurso na Wikipédia. Também é possível saber mais pelas páginas do concurso no Facebook, Instagram e Twitter.  

As fotos serão avaliadas por um júri qualificado com base em critérios como qualidade técnica (nitidez, uso da luz, perspectiva, composição, etc), originalidade e utilidade documental para a Wikipédia. Os vencedores da etapa nacional do concurso serão anunciados no final de novembro. 

As cinco melhores imagens serão premiadas com vales-presentes que variam de 1 mil reais para o primeiro colocado a duzentos reais para o quinto colocado. O concurso também premiará as dez pessoas que mais contribuírem com imagens de diversos monumentos que não tinham imagens carregadas anteriormente no Wikimedia Commons com vales-presentes no valor de cem reais.

Além disso, as dez melhores fotos do concurso brasileiro irão concorrer a prêmios da etapa internacional do Wiki Loves Monuments, dando ainda mais visibilidade para o monumento fotografado e para o autor da imagem.

Todas as fotos carregadas no contexto do concurso ficarão disponíveis para uso em qualquer lugar por qualquer pessoa, ampliando a visibilidade do monumento retratado. O concurso incentiva a participação de comunidades locais e valoriza em especial as contribuições de imagens de monumentos pouco representados na internet. 

Wiki Loves Monuments é um concurso que ocorre mundialmente desde 2010 e é considerado o maior concurso fotográfico do mundo. No Brasil, o concurso é organizada pelo Wiki Movimento Brasil (WMB), associação de editores que contribuem com os projetos Wikimedia e atuam nas áreas de educação e tecnologias abertas. 

Informações

Imagens vencedoras da edição de 2019 do concurso aqui.  

 Veja mais dicas sobre mostras, festivais e exposições nesse blog

PIONEIRISMO E INOVAÇÃO:
FOCUS Escola de Fotografia – Desde 1975:  https://focusfoto.com.br    

CONFIRA TCC DE ALUNOS DA ESCOLA FOCUS!  https://focusfoto.com.br/tag/tcc/

BOLSA DE EMPREGOS PARA ALUNOS DA FOCUS
https://focusfoto.com.br/categoria/empregos/

Opinião de Ex- Alunos que estudaram na FOCUS! https://goo.gl/C235XR
Blog de Fotografia:  https://focusfoto.com.br/blogs/

Flickr – Foto Galeria dos Alunos da Escola Focus

CLAUDO SPINOLA

ESCOLA FOCUS NO INSTAGRAM!

https://www.instagram.com/focus_escola_de_fotograf/

#noticias #dicas_fotografia  #escola_focus #focus   focus_escola_de_fotografia  #focusfoto  #focus_fotografia #alunos_fotografia #cursos_fotografia  #escolas_de_fotografia    #aulas_fotografia  #enio_leite #cursosdefotografia

CONTROLDE DO SOFTBOX PORTÁTIL

por em .

Se puder investir um pouco de dinheiro, compre então um sotfbox pequeno projetado para flash externo

Há duas boas vantagens de utilizar um sotfbox em vez de uma sombrinha branca difusa tradi cional:

(1) A luz é mais contida e direcional do que uma sombrinha difusora, assim é mais fácil obter uma luz mais expressiva, uma vez que ela só incide onde você quer. (2) Eles não voam com o vento tão facilmente quando usados em ambientes externos. Isso é melhor do que parece porque, se estiver ventando, será difícil utilizar uma sombrinha, e mesmo o vento mais suave pode derrubar tudo abaixo (sombrinha suporte e flash). Recomendamos a marca Atex. Gostamos   dele porque é pequeno e portátil – pode ser dobrado e transformado em uma pequena forma redonda (como um rebatedor) – e você pode ser instalado sem necessidade de utilizar hastes de aço, assim, só leva dois minutos para montá-lo. Você também pode pedir a um amigo (ou uma dama de honra, um assistente etc.) para segurar o flash e um Atek utilizando u acessório especial, que é um suporte de mão leve pequeno (60cm de altura) com uma alça na parte inferior, transformando seu amigo naquilo que os fotógrafos chamam de SLAV (“suporte de luz ativado por voz”). Além disso, adoro a qualidade de sua luz suave, direcional. Eu uso um de tamanho 24×24.

DICA: Usando Filtros para Fazer uma Foto como as da Sports Illustrated

Há um truque bem legal que você pode criar, utilizando apenas um filtro amarelo, que aprendi com os  velhos fotógrafos de esportes. Você tem de fazer duas coisas. (1) Configure o balanço de branco da câmera para Tungstênio, então, (2) coloque um filtro-gel amarelo no flash. É recomendável fotografar isso perto do crepúsculo. A configuração de balanço de branco Tungstênio faz o céu parecer sombrio e azul, mas a luz amarela (do filtro no flash) inicie na pessoa fotografada como uma luz quente.

CONFIGURAÇÕES DE POTÊNCIA TÍPICAS PARA O FLASH

Se estiver utilizando flash em ambientes internos, ou em ambientes externos com qualquer coisa além da luz do dia, você irá disparar o flash 99% das vezes com menos da metade da potência (às vezes utilizo 1/8 ou 1/16 da potê4ncia durante uma sessão típica de fotos). Porque tão baixa? Porque a ideia é contrabalancear a luz do flash e a luz existente no ambiente (ou já disponível externamente), então normalmente só é recomendável um pouco do flash (ou o flash parecerá um clarão). O objetivo é fazer o flash parecer com a luz natural, assim, sua configuração de potência provavelmente permanecerá muito baixa.

DICA: Para que Servem Grupos de Flash

Se quiser controlar flashes sem fio independente um do outro, você então precisará de grupos. Então digamos que você tem um flash iluminando seu tema e uma iluminação de fundo. Você vai querer controlar a intensidade individualmente, de modo que possa baixar ou outro também – você atribui um flash ao Grupo A e ao Grupo B. Você pode ter mais de um flash em cada grupo (todos os flashes em um grupo aumentam/diminuem de intensidade juntos). Você atribui grupos na própria unidade de flash.

Aproveite para rever mais dicas sobre fotografia de estúdio nas suas apostilas, bibliografias e vídeos das aulas de fotografia dos cursos profissionalizante da Escola Focus.

PIONEIRISMO E INOVAÇÃO:
FOCUS Escola de Fotografia – Desde 1975:  https://focusfoto.com.br    

CONFIRA TCC DE ALUNOS DA ESCOLA FOCUS!  https://focusfoto.com.br/tag/tcc/

BOLSA DE EMPREGOS PARA ALUNOS DA FOCUS
https://focusfoto.com.br/categoria/empregos/

Opinião de Ex- Alunos que estudaram na FOCUS! https://goo.gl/C235XR
Blog de Fotografia:  https://focusfoto.com.br/blogs/

#amazon #Marketing  #dicas_fotografia #escola_focus #focus #focus_escola_de_fotografia  #focusfoto #focus_fotografia #alunos_fotografia #cursos_fotografia #escolas_de_fotografia #aulas_fotografia  #enio_leite    #cursosdefotografia   #TCC  #CursoFotografiaEAD

FOTOGRAFANDO À NOITE OU EM AMBIENTES FECHADOS? AUMENTE O ISO!

por em .

O maior desafio de fotografar esportes é fazê-lo à noite, ou em ambientes internos. Isso ocorre porque, sem aquela luz do sol brilhante, a velocidade do obturador vai cair como uma pedra

Há uma única maneira de resolver isso – você terá de aumentar bastante o ISO para que a velocidade do obturador volte a 1/1000 de segundo, a fim de congelar a ação esportiva.

Portanto, por que se preocupar tanto em aumentar o ISO? Bem, é porque quanto mais você aumentar o ISO, mais ruído (granulação) você verá nas fotos.

As atuais câmeras sofisticadas de esportes têm ruído muito baixo, mesmo em ISOs altos, mas ele às vezes ainda é visível. Porém realmente, não há nada que possamos fazer sobre isso. É por isso que “objetivas luminosas” (como uma f/2.8 ou f/4) são tão úteis – quanto mais rápida a objetiva, menos você terá que aumentar o ISO (e menos ruído você terá).

Então, qual a diferença em usar uma objetiva rápida? Bem, se estiver fotografando em um estádio de futebol de salão á noite com iluminação do estádio muito intensa, e configurar o diafragma com o f/4, tem de configurar o ISO em torno de 4.000 para que a velocidade do obturador alcance 1/500 de segundo.

Se tiver uma objetiva f/2.8, geralmente poderá configurá-la com apenas ISO 1.600 (bem menos ruído). Esse ponto de diafragma faz uma grande diferença (mas, cara, eles cobram muito por esse ponto de diafragma extra da luz). Então você verá algum ruído sempre deixará a foto desfocada.

DICA: A Vantagem De Se Usar Carões de Memória Rápidos

Cartões de memória rápidos foram feitos para os fotógrafos esportivos, porque costumamos fotografar de modo de disparo contínuo (Burst).

Cartões mais rápidos gravam dados mais rápidos, então as imagens na memória temporária da câmera saem do buffer mais rápido (deixando espaço para fazer mais fotos contínuas).

Aproveite para rever mais dicas sobre fotografar esportes nas suas apostilas, bibliografias e vídeos das aulas de fotografia dos cursos profissionalizante da Escola Focus.

CONFIRA TCC DE ALUNOS DA ESCOLA FOCUS!  https://focusfoto.com.br/tag/tcc/

Opinião de Ex- Alunos que estudaram na FOCUS! https://goo.gl/C235XR
Blog de Fotografia:  https://focusfoto.com.br/blogs/

Flickr – Foto Galeria dos Alunos da Escola Focus

CLAUDO SPINOLA

BAIXE AGORA A NOVA REVISTA PHOTO MAGAZINE [DNG]

por em .

Capa da revista de fotografia DNG. Edição n. 169, edição em espanhol – Baixe agora seu exemplar no link logo abaixo!

EDITORIAL: (en español)

Ya tenéis entre vuestras manos el número de septiembre cuando iniciamos un nuevo curso escolar, eso sí, marcado por el COVID-19, con muchos países en confinamiento y aún a la espera del desarrollo de una vacuna viable y suficientemente fiable.

Pero en el mundo fotográfico seguimos con presentaciones, eso si, cada vez acudimos a más ya que todas se han volcado al formato online, por ese motivo hoy podemos

asistir a una presentación en China y mañana a una nueva presentación en Estados Unidos. Estas posibilidades que siempre estuvieron ahí parece que ahora se empiezan

a explorar más debido a la pandemia.

En este número, además de la review del Zhiyun Crane 3S, que se están moviendo mucho últimamente, tenemos cinco increíbles artículos de nuestros usuarios, además

de los habituales de nuestros colaboradores como la sección de invisibles con Golfo o el click DNG con Lolo Diego en este número.

Como siempre os recomendamos que no os perdáis este número, las novedades del mes y vuestras fotos enviadas al grupo de Flickr, y ya sabéis que seguimos trabajando desde ya en el número de octubre. Tenemos una nueva cita en un mes.

BAIXE AQUI SEU EXEMPLAR EM PDF:
https://focusfoto.com.br/wp-content/uploads/2020/09/REVISTA-DE-FOTOGRAFIA-DNG-n.169.pdf

FOCUS – Escola de Fotografia – Desde 1975: https://focusfoto.com.br  

#marketing  #DNG_PhotoMagazine #revista_fotografia  #photo_magazine_dng   #escola_focus #focus #focus_escola_de_fotografia  #focusfoto #focus_fotografia #alunos_fotografia #cursos_fotografia #escolas_de_fotografia   #aulas_fotografia  #enio_leite

SE DEDICAR DE CORPO E ALMA!

por em .

Incêndio na periferia de São Paulo. Foto de Uriel Punk, fotojornalista formado pela Escola Focus

O dia a dia na rua é a melhor escola para aprender os segredos do fotojornalismo.

Entretanto, ter uma base acadêmica pode levar a fotografia a um melhor nível. Além disso, buscar referências de trabalhos internacionais e nacionais de outros profissionais é importante para o crescimento profissional.

um bom exercício é observar entre 100 e 300 imagens por dia de outros fotógrafos, além de ir a museus e viajar.

Isso ajuda a criar repertório visual e um etilo de trabalho. Outro ponto fundamental, segundo ela, é com relação ao físico. É preciso ter um corpo forte, mesmo que o fotógrafo seja pequeno ou magro O fotojornalista deve cuidara do preparo físico para enfrentar os desafios da profissão, como carregar equipamentos pesados em mochilas, subir morros, caminhar muitos quilômetros e ser ágil em todas as situações.

Muita gente acha que existe glamour associado ao fotojornalismo, mas é um trabalho puxado, que exige resistência em todos os aspectos. Na cobertura de uma Olimpíada, por exemplo, uma fotojornalista pode ter de levar de 30 a 40 quilos de equipamento. São horas caminhando ou ficando em pé, sem horário certo para e alimentar. Existe ainda a exposição ao tempo: chuva ou sol a pino.

No Hard News, há muitas vezes situações de perigo, trabalhando em meio à violência urbana em cidades como a do Rio de Janeiro. Por isso, cuidar da saúde é algo a ser levado em conta no decorrer da carreira.

Aproveite para rever mais dicas sobre fotografia e jornalismo nas suas apostilas, bibliografias e vídeos das aulas de fotografia dos cursos profissionalizante da Escola Focus.

PIONEIRISMO E INOVAÇÃO:
FOCUS Escola de Fotografia – Desde 1975:  https://focusfoto.com.br    

CONFIRA TCC DE ALUNOS DA ESCOLA FOCUS!  https://focusfoto.com.br/tag/tcc/

BOLSA DE EMPREGOS PARA ALUNOS DA FOCUS
https://focusfoto.com.br/categoria/empregos/

Opinião de Ex- Alunos que estudaram na FOCUS! https://goo.gl/C235XR
Blog de Fotografia:  https://focusfoto.com.br/blogs/

#amazon #Marketing  #dicas_fotografia #escola_focus #focus #focus_escola_de_fotografia  #focusfoto #focus_fotografia #alunos_fotografia #cursos_fotografia #escolas_de_fotografia #aulas_fotografia  #enio_leite    #cursosdefotografia   #TCC  #CursoFotografiaEAD

CONHEÇA O FILTRO POLARIZADOR

por em .

Texto: Aluna: Emanuela da Natividade Silva – Turma:  Módulo 2

Filtro UV (ultravioleta), imagens mais nítidas e com cores mais vibrantes. E também bloqueia a luz refletida em superfícies, sendo ótimo para fotos de objetos reflexivos.

Ocorre aumento no contraste e na saturação das cores, exemplo o azul do céu.

No polarizador tem um anel regularizador, que ajuda a definir direto no polarizador o efeito que gostaria na foto, definindo a quantidade de contraste e saturação. Também é indicado o uso do parasol para que luzes não desejadas, não apareça na foto.

Temos 2 tipos de polarizador: circular e linear o mais usado e indicado é o circular, mas em câmeras prosumer e  mirrorless pode ser usado o linear sem contra indicações.

Num ângulo de 90º do sol é o ponto mais indicado para dar um efeito mais dramático, mas tal regra não se aplica para locais reflexivos.

O polarizador linear não é indicado para câmeras com autofoco, mas tanto o circular quanto o linear são bem utilizados.

Existem situações que a reflexão é de alto nível, e não consegue ser retirada com o filtro. Mas em situações mais simples a câmera estando em 30º já remove a reflexão. E em casos de mexer na situação ou contraste temos os dois lados da moeda, desde um sentimento mais obscuro e intenso como um sentimento mais belo e fantasioso. E sempre prestando atenção, é claro, na posição do sol ou se está nublado. Para o tipo de efeito que quer trazer a foto.

Sendo o filtro polarizador um dos equipamentos essenciais para fotógrafos, ainda tem muitos que acreditam que ele serve apenas para colorização, mas não é bem assim, pois com ele é possível fazer efeitos que não é possível se fazer com um software, tipo o Photoshop, afinal não tem como recuperar o que não é visto, literalmente.

O filtro é essencial para algumas condições de iluminação, na maioria das vezes em externas.

Ele permite a passagem de luz polarizada em uma direção específica, podendo assim eliminar reflexos de superfícies transparentes. Assim como realçar cores da imagem. Filtros de maior qualidade podem impedir os flares ou outros efeitos indesejáveis.

Polarização nada mais são do que ondas eletromagnéticas que vibram em infinitos planos, e a luz polarizada é aquela que se propaga num só plano.

Na hora da fotografia, podemos ter a luz do sol e a luz refletida por ele em algum objeto ou superfície, e podemos escolher não ter pois o polarizador deixa passar a luz em apenas uma direção.

O filtro que utilizamos normalmente é o circular (CPL), formado por dois anéis onde o primeiro é possível controlar o ângulo da luz que vai adentrar na câmera. Também existe o filtro em formato Cokin, sendo um filtro universal usado com um suporte, e para gerar os resultados desejados é necessário girar o suporte, pois ele não possui dois anéis.

Em ambos os tipos de filtro é possível localizar para diversas lentes e diâmetros diferentes. Até mesmo para câmera compacta e para celulares já é possível achar atualmente.

Também temos o Polarizador Linear, onde as ondas de luz polarizadas em uma única direção passem através dele.

Câmeras digitais perdem a capacidade de foco automático e de medição de luminosidade. São achadas por um custo bem inferior, mas só compensa realmente se você usar apenas o foco manual.

Fora as opções de reflexos, contraste, saturação, escurecer céu, reduzir neblina, também temos a opção de usar em retratos reduzindo a pele brilhante, molhadas. Mas é necessário usar com cautela, afinal nem tudo pode ser fotografado com o filtro, exemplo um arco-íris.

E uma coisa é certa um software de edição nunca vai substituir um filtro polarizador.

Aproveite para rever mais dicas sobre fotografia e filtros nas suas apostilas, bibliografias e vídeos das aulas de fotografia dos cursos profissionalizante da Escola Focus.

PIONEIRISMO E INOVAÇÃO:
FOCUS Escola de Fotografia – Desde 1975:  https://focusfoto.com.br    

CONFIRA TCC DE ALUNOS DA ESCOLA FOCUS!  https://focusfoto.com.br/tag/tcc/

BOLSA DE EMPREGOS PARA ALUNOS DA FOCUS
https://focusfoto.com.br/categoria/empregos/

Opinião de Ex- Alunos que estudaram na FOCUS! https://goo.gl/C235XR
Blog de Fotografia:  https://focusfoto.com.br/blogs/

#amazon #Marketing  #dicas_fotografia #escola_focus #focus #focus_escola_de_fotografia  #focusfoto #focus_fotografia #alunos_fotografia #cursos_fotografia #escolas_de_fotografia #aulas_fotografia  #enio_leite    #cursosdefotografia   #TCC  #CursoFotografiaEAD

COMO ESCANEAR?

por em .

Nas últimas décadas, a mudança do filme tradicional e da revelação química para o processo digital revitalizou o interesse na fotografia e motivou milhões de fotógrafos a escanear e imprimir seu próprio trabalho em negativos, slides ou papel

Parece que só faz algumas décadas que eu sonhava em fazer minhas próprias cópias em cores. Não era possível imaginar que seria capaz de ver as minhas imagens em um site, de um quatro de hotel do outro lado do mundo.

Ao mesmo tempo que a fotografia digital fez com que muitos de nós entrássemos em novos territórios cheios de emoção, atualizações de programas, procedimentos de escaneamento e atribuições relativas á impressão. Esse processo pode criar uma sobrecarga digital. O objetivo deste capítulo é tentar acabar com os mistérios do escaneamento e explica-lo em etapas compreensíveis e paulatinas.

Uma das principais razões pelo nosso interesse em escanear, além das necessidades da fotografia digital, é conseguir organizar nossas caixas de slides, fotografias e negativos de nosso passado coletivo. Para proteger e modernizar esse trabalho, é necessário que haja uma dedicação especial do arquivista para aprender a escanear imagens ou cópias de fotografias em papel, para proteger a história.

A arte de escanear não se relega simplesmente a recuperação slides antigos e fotos velhas. Existem muitas belas imagens em slides e negativos que agora merecem ser impressas pelas novas impressoras jato de tinta.

Algumas das minhas melhores cópias impressas foram feitas de scanners, não de uma câmera digital. Você pode copiar ou escanear documentos preciosos. Não há limites para que você poderá fazer com o seu scanner depois que reservar um tempo para aprender a utilizá-lo da maneira correta.

Aproveite para rever mais dicas sobre fotografia profissional nas suas apostilas, bibliografias e vídeos das aulas de fotografia dos cursos profissionalizante da Escola Focus.

PIONEIRISMO E INOVAÇÃO:
FOCUS Escola de Fotografia – Desde 1975:  https://focusfoto.com.br    

CONFIRA TCC DE ALUNOS DA ESCOLA FOCUS!  https://focusfoto.com.br/tag/tcc/

BOLSA DE EMPREGOS PARA ALUNOS DA FOCUS
https://focusfoto.com.br/categoria/empregos/

Opinião de Ex- Alunos que estudaram na FOCUS! https://goo.gl/C235XR
Blog de Fotografia:  https://focusfoto.com.br/blogs/

#amazon #Marketing  #dicas_fotografia #escola_focus #focus #focus_escola_de_fotografia  #focusfoto #focus_fotografia #alunos_fotografia #cursos_fotografia #escolas_de_fotografia #aulas_fotografia  #enio_leite    #cursosdefotografia   #TCC  #CursoFotografiaEAD

LENTES E AJUSTES

por em .

As lentes grande angulares normais são projetadas para evitar distorções, e manter linhas retas em linhas retas, mas as lentes fisheye são ainda mais amplas

Estas produzem forte distorção circular, que geralmente é utilizada como um efeito especial; mas se usadas com cuidado as fisheyes também podem ser eficazes para as fotos comuns.

Fotos ao Nível do Chão

É realmente tentador fotografar tudo de pé, com a câmera na sua própria altura, mas você pode inovar suas imagens, alternando esta posição. Se chegar até o nível do solo, o mundo começará a parecer muito diferente. É possível captar imagens do ponto de vista de um inseto, por exemplo, os efeitos de perspectiva.

Normalmente, em fotos de arquitetura há uma tendência em tentar corrigir as verticais convergentes, mas aqui o fotografo usou-as como recurso. Verticais convergentes ocorrem quando você inclina a câmera para cima para fazer a foto, e, quando fotografa a partir do nível do solo, essa inclinação aumenta. Um saco de feijão ou um mini tripé podem servir de suporte, especialmente se o terreno for irregular.

Sobre Distância Hiperfocal

Na fotografia de paisagem, o ideal é que tudo fique em foco, desde rochas e plantas em primeiro plano até os detalhes distantes no horizonte. Isso significa que você precisa de máxima profundidade de campo, o que exige cálculos complicados, porque depende da distância focal da lente, da distância do foco e da abertura da lente. Mas os fotógrafos de paisagem encontraram uma solução inteligente, chamada distância hiperfocal.

Basta fornecer a distância focal e a abertura, para calcular a distância necessária para focar, para colocar o horizonte no limite mais distante da profundidade de campo, e trazer esse limite tão perto da câmera quanto possível. Você pode usar um aplicativo de smartphone, ou consultar as distâncias hiperfocais em uma tabela.

Aproveite para rever mais dicas sobre fotografia e equipamentos nas suas apostilas, bibliografias e vídeos das aulas de fotografia dos cursos profissionalizante da Escola Focus.

PIONEIRISMO E INOVAÇÃO:
FOCUS Escola de Fotografia – Desde 1975:  https://focusfoto.com.br    

CONFIRA TCC DE ALUNOS DA ESCOLA FOCUS!  https://focusfoto.com.br/tag/tcc/

BOLSA DE EMPREGOS PARA ALUNOS DA FOCUS
https://focusfoto.com.br/categoria/empregos/

Opinião de Ex- Alunos que estudaram na FOCUS! https://goo.gl/C235XR
Blog de Fotografia:  https://focusfoto.com.br/blogs/

#amazon #Marketing  #dicas_fotografia #escola_focus #focus #focus_escola_de_fotografia  #focusfoto #focus_fotografia #alunos_fotografia #cursos_fotografia #escolas_de_fotografia #aulas_fotografia  #enio_leite    #cursosdefotografia   #TCC  #CursoFotografiaEAD

TRILHAS ESTRELARES

por em .

Apesar do movimento tanto da terra quanto da lua afetar a aparência da lua em fotos noturnas, é primariamente a rotação da Terra que faz as estrelas parecerem trilhas no céu em fotos noturnas

Todos os corpos celestes do universo estão de fato se movendo pelo espaço, mas a distância relativa entre a Terra e as estrelas torna o movimento destas insignificantes durante o tempo da exposição.

Para ilustrar esse fenômeno, imagine um carro viajando a 60 milhas por hora [em torno de 96Km/h] passando diretamente na sua frente contra o mesmo carro a uma milha [aprox. 1,6Km] de distância.

O carro próximo passaria por todo o seu campo de visão em menos de um segundo, e o carro distante ficaria em seu campo de visão por bastante tempo. Multiplique esse efeito por anos-luz e você verá que as estrelas estão tão longe que seu movimento em relação à sua distância não importa.

Aproveite para rever mais dicas sobre astro fotografia e astronomia nas suas apostilas, bibliografias e vídeos das aulas de fotografia dos cursos profissionalizante da Escola Focus.

PIONEIRISMO E INOVAÇÃO:
FOCUS Escola de Fotografia – Desde 1975:  https://focusfoto.com.br    

CONFIRA TCC DE ALUNOS DA ESCOLA FOCUS!  https://focusfoto.com.br/tag/tcc/

BOLSA DE EMPREGOS PARA ALUNOS DA FOCUS
https://focusfoto.com.br/categoria/empregos/

Opinião de Ex- Alunos que estudaram na FOCUS! https://goo.gl/C235XR
Blog de Fotografia:  https://focusfoto.com.br/blogs/

#amazon #Marketing  #dicas_fotografia #escola_focus #focus #focus_escola_de_fotografia  #focusfoto #focus_fotografia #alunos_fotografia #cursos_fotografia #escolas_de_fotografia #aulas_fotografia  #enio_leite    #cursosdefotografia   #TCC  #CursoFotografiaEAD

trilhas estrelares, terra, lua, fotos noturnas, espaço, movimento, tempo de exposição, escolas fotografia, aulas fotografia, cursos de fotografia,

direito autoral, PLAYBOK sexo, estagiário de fotografia, fotografia publicitaria, Focus escola de fotografia, aula de fotografia, escolas de fotografia EAD, escola focus, cursos de fotografia presencial SP, curso de fotografia online, enio leite, aula de fotografia,
abstratas,