Blog Focus

Informações, artigos, aulas, tutoriais e novidades
sobre o mundo da fotografia

PRIMEIRO PASSO PARA ENTENDER A NITIDEZ!

por em .

Frases para avaliar ou reclamar da nitidez de uma fotografia são muitas: “não está nítido”, “está desfocado”, “falta circunstância”, “saiu borrado” e por aí vai

A reivindicação para se ter uma imagem nítida é legitima. Mas o que é uma foto nítida? Nítido ou desfocado, qual é o limite?

Uma foto tremida, sem nitidez, também pode ser a ideal – depende do objetivo do fotógrafo.

Mas o primeiro passo para entender o que é nitidez e saber o básico antes de procurar alcançá-la ou desprezá-la com intenções criativas.

O que faz uma foto nítida é um conceito bastante subjetivo, e a apreciação da nitidez de uma imagem depende de vários critérios, como o aspecto (P&B ou cor, contraste e tamanho da ampliação), as condições de observação (iluminação do lugar e distância do observador), o tema em si ou até a experiência e a ampliação emocional de quem avalia (a vovó, com certeza, perdoaria alguma falta de nitidez desde que o netinho possa ser reconhecido na foto e que atitude dele seja fofinha).

O “sistema” do olho para que seja possível enxergar as coisas é complexo e muito rápido. Antes de ser registrada pela retina, a imagem é focalizada pelo cristalino e, graças ao fenômeno de acomodação visual, o ser humano passa de maneira instantânea da observação de um objeto muito próximo à de outro, afastado, ou de um lugar escuro para o claro.

Com o tempo ou por herança genética, a capacidade de focar de perto ou de longe do olho tem lá seus problemas, e as pessoas têm de usar óculos. Mas o “sistema” continua funcionando.

Quando se olha para um objeto específico, todos os elementos do ambiente também são vistos, principalmente os que estão à frente ou atrás do objeto principal. A velocidade com que o olho se acomoda e passa do objetivo principal aos que estão atrás ou à frente gera a impressão de que é possível enxergar nítido em vários planos distintos. Mas isso é um engano. O ser humano enxerga nítido em um plano só: basta passar o olhar de um objeto muito próximo para outro muito afastado várias vezes para perceber que isso cansa.

O cristalino tem de ajustar o foco permanente para que a imagem do plano observado se forme precisamente no ponto de convergência do olho da retina, e fique nítido.

Aproveite para rever mais dicas sobre fotografia profissional nas suas apostilas, bibliografias e vídeos das aulas de fotografia dos cursos profissionalizante da Escola Focus.

PIONEIRISMO E INOVAÇÃO:
FOCUS Escola de Fotografia – Desde 1975:  https://focusfoto.com.br    

CONFIRA TCC DE ALUNOS DA ESCOLA FOCUS!  https://focusfoto.com.br/tag/tcc/

BOLSA DE EMPREGOS PARA ALUNOS DA FOCUS
https://focusfoto.com.br/categoria/empregos/

Opinião de Ex- Alunos que estudaram na FOCUS! https://goo.gl/C235XR
Blog de Fotografia:  https://focusfoto.com.br/blogs/

#amazon #Marketing  #dicas_fotografia #escola_focus #focus #focus_escola_de_fotografia  #focusfoto #focus_fotografia #alunos_fotografia #cursos_fotografia #escolas_de_fotografia #aulas_fotografia  #enio_leite    #cursosdefotografia   #TCC  #CursoFotografiaEAD

26 CONCURSO LATINO-AMERICANO DE FOTOGRAFIA DOCUMENTAL

por em .

Os trabalhos e os dias

REGULAMENTO: QUEM PODE PARTICIPAR?

Podem participar pessoas maiores de 14 anos de qualquer nacionalidade, profissão ou idade. Estudantes, profissionais ou entusiastas da fotografia.

Podem participar em grupos, mas você precisa escolher um representante para preencher o formulário e clarificar a sua conformação com o texto das fotografias. As pessoas que tenham sido selecionados ou vencedores em versões anteriores podem participar.

Não podem participar instituições ou empresas, bem membros da instituição organizadora (ENS – Colômbia).

O TEMA

O tema das fotografias deve girar ao redor de seres humanos (sem importar idade, sexo ou raça) fazendo algum tipo de trabalho ou oficio. Isto não quer dizer que não possam ser enviadas obras em que a presença humana esteja implícita através de objetos ou de matéria, porém será o júri quem decida a pertinência desses tratamentos.

Em essência, a nossa proposta busca focalizar o olhar dos fotógrafos no fator humano como protagonista fundamental do processo produtivo.

Nesta edição, convidamos especialmente os fotógrafos a enfatizar as consequências trabalhistas da pandemia na América Latina, que incluem aspectos como confinamento, reinvenção do trabalho, teletrabalho, subemprego, informalidade, precariedade, migração e desemprego.

Há três modalidades no nível latino-americano e uma categoria especial para a Colômbia no trabalho rural.

“MULHERES TRABALHADORAS”

“HOMENS TRABALHADORES”

“TRABALHADORES DE SAÚDE”

“TRABALHO DOMÉSTICO E ECONOMIA DO CUIDADO”

CATEGORIA ESPECIAL PARA COLÔMBIA “TRABALHO RURAL”

NÚMERO DE OBRAS E SERIES

Cada concorrente tem direito a enviar um máximo de 5 (cinco) obras no total, se essas fotos individuais ou séries.

Se você quere participar em diversas categorias, pode distribuir as 5 obras como preferir.

Lembre-se que uma obra pode ser uma fotografia individual ou uma série de até 5 imagens.

Se várias fotos integrar um único trabalho, eles devem ser inseridos no formulário em conjunto, tendo em conta a ordem das imagens, tanto em o nome do arquivo e a descrição da obra. A obra tem um único título e deve incluir a série da palavra. Cada arquivo deve ser devidamente numerado e trazer escrito a palavra série.

Uma serie não pode exceder cinco (5) fotos e será considerada em conjunto como uma única OBRA.

INSCRIÇÃO

A inscrição de obras é gratuita.

Só serão aceitas imagens digitais, entendendo por estas, imagens que provenham de uma captura com câmera digital ou que tenham sido digitalizadas por escaneamento a partir de negativo ou de papel. Os concorrentes poderão ingressar suas fotografias unicamente

pela internet, para o qual deverá ser preenchida a ficha disponível no site http://concurso.ens.org.co/ até 18 de setembro de 2020, data-limite para a recepção das obras.

Ao acessar no site do concurso, o concorrente encontrará vários campos de informação pessoal que deverão ser preenchidos como parte da sua inscrição, tais como nome completo, pseudônimo, e-mail, sexo, idade, documento de identidade, telefone, país, cidade, profissão ou ocupação, categoria e título da obra. Todos os campos deverão ser preenchidos, sem omissão, para habilitar a inscrição.

IMAGENS

As imagens podem haver sido publicadas. Eles podem ter alguns retoques ou edição desde que a obra mantém a sua natureza documental, não deve ter marcas de água. Não há restrições sobre a data em que são tomadas as imagens, é um fato que pode ser incluído no texto.

A organização da série e a escolha da categoria depende do autor, embora o júri tem o poder de fazer ajustes.

O fotógrafo deverá identificar sua obra ou obras com um título. Você também deve nomear os arquivos com o nome da obra e a numeração no caso de pertencer a uma série.

Cada obra deverá estar acompanhada de uma RESENHA ou texto escrito, com uma extensão não superior a um parágrafo de 100 palavras ou 550 caracteres, a descrição que acompanha a obra deve ser curta e concisa.

As informações devem incluir data e lugar.

O texto pode incluir um relato das circunstâncias em que a fotografia foi feita e informação sobre o trabalho. Você pode incluir dados específicos, tais como nomes de personagens, características do trabalho, remuneração, duração do dia laboral, etc.

Esse texto deverá ser inserido no campo correspondente da ficha disponível na internet.

Cada imagem digital deverá ser enviada como arquivo JPG. Cada imagem deve ter um máximo de 800 pixeles por seu lado mais largo e não deve exceder 1000 kilobytes (KB).

Caso as obras sejam selecionadas para exposição, a organização do evento entrará em contato com os concorrentes para o envio definitivo em resolução apropriada para impressão. Sugeriu-se a todos os concorrentes utilizar desde o começo arquivos de alta resolução (tanto para fotografias tiradas com câmera digital quanto para negativos digitalizados), a partir dos quais seja possível obter as imagens para o envio pela Internet, como também, os arquivos de maior qualidade, no caso de serem selecionados.

SELEÇÃO

A ENS conformará um Júri de Seleção para escolher as fotografias que farão parte do material selecionado em cada categoria. Essa comissão será integrada pela ENS e por especialistas do meio fotográfico e documental.

PREMIAÇÃO

As fotografias selecionadas serão postas à consideração de um Jurado de Premiação, de nível internacional, constituído por três reconhecidas personalidades do meio fotográfico e documental. O Jurado de Premiação escolherá um Prêmio Único para cada uma das categorias. Nenhuma das categorias do concurso pode ser declarada nula. A premiação será realizada em 15 de outubro de 2020.

DIREITOS AUTORAIS

A Escola Nacional Sindical (ENS-Colômbia) é uma organização sem ânimo de lucro cujo objetivo é melhorar as condições trabalhistas, sociais e sindicais dos trabalhadores em Latino América. O propósito deste concurso não é comercial e a inscrição para participar é gratuita. Os autores das obras que resultem finalistas e entrem a fazer parte da mostra definitiva aceitam ceder à ENS -de maneira não exclusiva- o direito de uso das imagens. O direito de uso que assume a ENS sobre as fotografa finalistas não aliena a propriedade patrimonial e intelectual dos autores e seu campo de ação está limitado para fins

educativos e sociais. A ENS compromete-se a reconhecer os respectivos créditos de autor quando as fotografias sejam publicadas.

INSTRUÇÕES

Verifique se os arquivos estão em formato JPG, cada imagem deve ter um máximo de 800 pixels por seu lado mais largo e não deve exceder 1000 kilobytes (KB). O nome do arquivo deve ter o título do trabalho e numeração no caso de série.

Preencher todos os campos do formulário.

Digite o nome Da obra.

Selecione a categoria em que participará.

Se várias fotos integrar uma única obra, devem ser selecionados juntos no campo Elegir archivos

Digite o texto que descreve a obra.

Para visualizar as imagens que você entra, pode ver participantes ou usar o motor de busca.

Se você quiser entrar em outros fotos devem preencher o formulário novamente.

 Veja mais dicas sobre mostras, concursos e exposições nesse blog

PIONEIRISMO E INOVAÇÃO:
FOCUS Escola de Fotografia – Desde 1975:  https://focusfoto.com.br    

CONFIRA TCC DE ALUNOS DA ESCOLA FOCUS!  https://focusfoto.com.br/tag/tcc/

BOLSA DE EMPREGOS PARA ALUNOS DA FOCUS
https://focusfoto.com.br/categoria/empregos/

Opinião de Ex- Alunos que estudaram na FOCUS! https://goo.gl/C235XR
Blog de Fotografia:  https://focusfoto.com.br/blogs/

Flickr – Foto Galeria dos Alunos da Escola Focus
https://www.flickr.com/photos/focus_escola_de_fotografia/

ESCOLA FOCUS NO INSTAGRAM!
https://www.instagram.com/focus_escola_de_fotograf/

#noticias #dicas_fotografia  #escola_focus #focus   focus_escola_de_fotografia  #focusfoto  #focus_fotografia #alunos_fotografia #cursos_fotografia  #escolas_de_fotografia    #aulas_fotografia  #enio_leite #cursosdefotografia

LUZ FLUORESCENTE?

por em .

Mais comum durante o dia, à luz fluorescente é muito mais eficiente do que as lâmpadas de tungstênio, utilizando menos energia para produzir uma luz mais intensa

Ela funciona com uma passagem de uma carga elétrica através de um gás encapsulado em um tubo, cujo interior é revestido com fosforo, o qual reage com a carga e emite luz.

Devido à sua eficiência, as lâmpadas fluorescentes têm sido utilizadas em espaços industriais e comerciais há décadas, e agora também estão sendo inseridas em ambientes domésticos para reduzir o consumo de energia.

Embora seja positivo para o meio ambiente, isso é bastante lamentável para os fotógrafos, uma vez que a luz fluorescente nunca foi considerada cativante. Além de estarmos acostumados a associá-la espaços comerciais estéreis, esse tipo de luz também é muito artificial – de fato, ela teve que ser acomodada no espectro da temperatura de cor entre a luz solar do início da manhã/fim da tarde e a do meio da tarde.

Isso foi feito por conveniência; porém na verdade, a luz fluorescente não é contínua com a luz incandescente, ela é formada por diferentes picos em canais de azul e verde, com lacunas nos vermelhos. Sua mente é capaz de preencher essas lacunas muito bem, de tal forma que a cena iluminada por luz fluorescente é percebida normalmente; contudo, os sensores de imagem apresentam mais dificuldades.

Dito isso, as lâmpadas fluorescentes utilizadas nas residências atuais evoluíram muito desde os longos tubos utilizados em escolas, escritórios e outros monótonos espaços públicos. Há um cuidado especial para fazer o fósforo emitir uma luz mais quente que se aproxime mais do branco natural da luz do dia; além disso, seu mecanismo de alimentação é mais regular, prevenindo a oscilação, que provoca dor de cabeça, tão detestadas nas fluorescentes tradicionais.

Essas lâmpadas fluorescentes compactas (CFLs – Compact Fluorescent Lights) são assim chamadas, porque seu tubo é compacto em um formato espiral ou circular, tornando-as bem menores e compatíveis com luminárias tradicionais de tungstênio.

CORREÇÃO DE COR FLUORESCENTE

Como de costume, a primeira ferramenta para compensar os matizes verdes das lâmpadas fluorescentes comuns é a configuração predefinida de equilíbrio de branco correspondente da sua câmera (em geral, por volta de 4.000 k).

Porém, mesmo que você configure o equilíbrio de branco personalizado especificamente para determinada condição de iluminação fluorescente, as lacunas nesse tipo de luz podem, ainda assim, resultar em uma cena com sutis deficiências na precisão de cor, que serão perceptíveis pelo observador. Por sorte, os locais onde normalmente há esse tipo de luz são retratados com esses matizes verdes característicos – e o público já se acostumou a perceber a luz dessa maneira.

Por outro lado, as residências em que encontramos as lâmpadas fluorescentes compactas equilibradas de acordo com a luz do dia precisam de cuidado especial para evitar que sejam retratadas com uma luz impessoal e sem vida.

As câmeras digitais mais atuais geralmente vêm com uma configuração predefinida de equilíbrio de branco específica para essas lâmpadas, chamadas de fluorescente H, que é levemente mais quente, por volta de 4.500 K. No entanto, devido à qualidade imprevisível e inconsistente dessas lâmpadas (cuja cor pode mudar até mesmo em função da corrente da rede elétrica à qual está conectada) o mais seguro ainda é a configuração de um equilíbrio de branco personalizado com um cartão cinza e o uso de formato RAW, possibilitando maior margem de manobra para fazer ajustes finos na pós- produção.

Aproveite para rever mais dicas sobre fotografia e iluminação nas suas apostilas, bibliografias e vídeos das aulas de fotografia dos cursos profissionalizante da Escola Focus.

PIONEIRISMO E INOVAÇÃO:
FOCUS Escola de Fotografia – Desde 1975:  https://focusfoto.com.br    

CONFIRA TCC DE ALUNOS DA ESCOLA FOCUS!  https://focusfoto.com.br/tag/tcc/

BOLSA DE EMPREGOS PARA ALUNOS DA FOCUS
https://focusfoto.com.br/categoria/empregos/

Opinião de Ex- Alunos que estudaram na FOCUS! https://goo.gl/C235XR
Blog de Fotografia:  https://focusfoto.com.br/blogs/

#amazon #Marketing  #dicas_fotografia #escola_focus #focus #focus_escola_de_fotografia  #focusfoto #focus_fotografia #alunos_fotografia #cursos_fotografia #escolas_de_fotografia #aulas_fotografia  #enio_leite    #cursosdefotografia   #TCC  #CursoFotografiaEAD

APRENDA A TRABALHAR COM POUCA LUZ!

por em .

Trabalhar com velocidades baixas de disparo é um grande desafio para muitos fotógrafos

Mesmo os mais experientes, quando fotografam com a câmera ajustada em velocidades como 1/30s, 1/15s ou superiores, sem tripé, experimentam o fracasso, tenho como resultado imagens tremidas, e sem nitidez.

E, quanto mais longa for à objetiva, mais difícil será fotografar com velocidade lenta de obturação.

A primeira lição indesejável para trabalhar com a exposição longa é a estabilidade da câmera, a não ser que se deseje um efeito de desfoque pelo movimento. E, para manter a câmera estável, a melhor solução é o uso de um bom tripé. O que determina a escolha do acessório é a combinação rigidez (para estabilidade), leveza (para o transporte), versatilidade da cabeça (movimentação) e claro preço.

Para que não tem um tripé, é possível usar um saco moldável como suporte. É quebra galho que pode ser encontrado em lojas especializadas, mas qualquer um pode fazer o seu com um bom saquinho de pano resistente preenchido com arroz. Outras possibilidades são usar prendedores especiais ou ventosas com cabeça ou ainda improvisar, apoiando a câmera na própria mochila ou em elementos do ambiente, como mesa, cadeira, muro, etc.

Além de ter um suporte estável para apoiar a câmera, alguns cuidados são necessários para evitar vibrações que prejudicam a nitidez da imagem. Quando o fotógrafo aperta o botão para o clique, a câmera se mexe. Por isso, recomendável usar um controle remoto ou, na falta de um, ajustar a câmera para o disparo automático (timer).

O disparador remoto oferece melhor controle, pois, o timer da câmera pode perder o momento decisivo. E quem tiver uma DSLR cujo espelho possa ser levantado manualmente (a opção geralmente combina com o uso do timer) deve aproveitar a função, já que o próprio movimento do espelho gera vibrações.

DICAS:

Velocidades de obturação como 1/30s ou superiores são consideradas baixas e podem causar fotos tremidas, sem nitidez.

A câmera deve estar estável no momento do clique para que as imagens não saiam tremidas.

Quem não tiver um tripé pode usar um saco moldável, a própria mochila, uma mesa, uma cadeira ou mesmo um muro para estabilizar a câmera.

A ação de apertar o disparador para o clique também causa vibrações e, por isso, usa-se ou um controle remoto de disparo ou o modo de disparo automático da câmera.

Levantar o espelho da câmera é outra ação que minimiza o risco de foto tremida.

Aproveite para rever mais dicas sobre fotografia com pouca luz nas suas apostilas, bibliografias e vídeos das aulas de fotografia dos cursos profissionalizante da Escola Focus.

PIONEIRISMO E INOVAÇÃO:
FOCUS Escola de Fotografia – Desde 1975:  https://focusfoto.com.br    

CONFIRA TCC DE ALUNOS DA ESCOLA FOCUS!  https://focusfoto.com.br/tag/tcc/

Opinião de Ex- Alunos que estudaram na FOCUS! https://goo.gl/C235XR
Blog de Fotografia:  https://focusfoto.com.br/blogs/

#amazon #Marketing  #dicas_fotografia #escola_focus #focus #focus_escola_de_fotografia  #focusfoto #focus_fotografia #alunos_fotografia #cursos_fotografia #escolas_de_fotografia #aulas_fotografia  #enio_leite    #cursosdefotografia   #TCC  #CursoFotografiaEAD

ATIVAÇÃO DE SINCRONIZAÇÃO EM ALTA VELOCIDADE

por em .

A maneira mais fácil para ativar a sincronização de alta velocidade é pressionar o botão “flashbolt-H” na parte traseira de um 470 EX ou 600 (ambos originais e Mark IV

Você verá que o ícone “flashbolt-H” no canto superior esquerdo da tela. Se apertar o botão uma segunda vez, irá de HSS para Second-Curtain Synic.

Se continuar pressionando o botão, ele continuará passando por três opções novamente.

Se você está fotografando com um Speedlite EX II em um corpo compatível (40D ou mais), você também pode ativar a HSS através da tela da câmera.

Ela pode ser encontrada em configurações da Função de Flash (Flash Fuction Settings). Como a HSS é muito fácil de ser ativada pelo Speedlite, raramente ativo através da tela da câmera. Dito isso, uso a tela da câmera com frequência para muitas funções, e como as configurações sem fio, que são muito mais difíceis de ver na tela do Speedlite.

SINCRONIZANDO O FLASH NORMALMENTE

O tipo de obturador de uma câmera determina como o flash sincroniza com a exposição. As DSLRs da Canon têm obturadores de o plano focal, o que significa que o flash é coordenado com o movimento de duas cortinas que passam através do sensor.

A maioria das câmeras compactas tem u obturador eletrônico, o que significa que o flash deve ser acionado quando o sensor for energizado para coletar luz. Câmeras basculantes e algumas câmeras de porte médio escapam do problema de sincronização do flash, porque elas têm obturadores em lâminas dentro de suas objetivas, essas lâminas se abrem a partir do centro.

Aproveite para rever mais dicas sobre sincronismo em altas velocidades nas suas apostilas, bibliografias e vídeos das aulas de fotografia dos cursos profissionalizante da Escola Focus.

PIONEIRISMO E INOVAÇÃO:
FOCUS Escola de Fotografia – Desde 1975:  https://focusfoto.com.br    

CONFIRA TCC DE ALUNOS DA ESCOLA FOCUS!  https://focusfoto.com.br/tag/tcc/

Opinião de Ex- Alunos que estudaram na FOCUS! https://goo.gl/C235XR
Blog de Fotografia:  https://focusfoto.com.br/blogs/

#amazon #Marketing  #dicas_fotografia #escola_focus #focus #focus_escola_de_fotografia  #focusfoto #focus_fotografia #alunos_fotografia #cursos_fotografia #escolas_de_fotografia #aulas_fotografia  #enio_leite    #cursosdefotografia   #TCC  #CursoFotografiaEAD

FOTOGRAFIA DE MODA & RETRATO – TCC

por em .

Editorial de Moda

CURSOS DE FOTOGRAFIA PROFISSIONALIZANTE – TRABALHOS DE ALUNOS – FOCUS ESCOLA DE FOTOGRAFIA – TCC

TEMA: FOTOGRAFIA DE MODA & RETRATO
ALUNO:  OÃO PAULO PIRES NASSER DOS SANTOS

FOCUS ESCOLA DE FOTOGRAFIA
São Paulo – SP
2020

RESUMO:

A Monografia tem como o principal objetivo apresentar os conceitos básicos e técnicas, planos de fotografia, fotógrafos da área, o mercado de trabalho e equipamentos que são utilizados. Fotografia e moda sempre estiveram juntas,

Apresento uma ideia autoral com conceito luz, sombra e cor de um editorial de moda.

Palavras Chaves: TCC, estilo, fotografia de moda, retrato, fotografia editorial, , cursos de fotografia, escolas de fotografia, aulas de fotografia,

Aproveite para rever mais dicas sobre TCC nas suas apostilas, bibliografias e vídeos das aulas de fotografia dos cursos profissionalizante da Escola Focus.

CONFIRA TCC DE ALUNOS DA ESCOLA FOCUS!  https://focusfoto.com.br/tag/tcc/

Opinião de Ex- Alunos que estudaram na FOCUS! https://goo.gl/C235XR
Blog de Fotografia:  https://focusfoto.com.br/blogs/

Flickr – Foto Galeria dos Alunos da Escola Focus
https://www.flickr.com/photos/focus_escola_de_fotografia/

#moda #retrato   #TCC  #fotógrafos  #fotografiaTCC  #escola_focus  #focus #focus_escola_de_fotografia  #focusfoto #focus_fotografia  #alunos_fotografia  #TCC #cursos_fotografia  #escolas_de_fotografia  #aulas_fotografia  # enio_leite    #cursosdefotografia    #documentario

BAIXE ARQUIVO PDF: https://focusfoto.com.br/wp-content/uploads/2020/08/FOTOGRAFIA-MODA-RETRATO.pdf

TCC, estilo, moda, retrato trabalho, gênero, história, fotografia, repórter fotográfico,  aulas de fotografia, cursos de fotografia, escolas de fotografia,

 Escola focus, Focus escola de fotografia, aulas de fotografia, cursos de fotografia sp, escolas de fotografia EAD, escola focus, cursos de fotografia presencial SP, curso de fotografia online, cursos vips fotografia, aula de fotografia, focus, TCC

BAIXE AGORA A NOVA REVISTA PHOTO MAGAZINE [DNG]

por em .

Capa da revista de fotografia DNG. Edição n. 168, edição em espanhol – Baixe agora seu exemplar no link logo abaixo!

EDITORIAL: (en español)

Finalizamos ya el mes de julio, y la pandemia del COVID-19 sigue afectando nuestro planeta, con diferente incidencia según países, pero sin darnos descanso.

En este número tenemos una entrevista con el CEO de Profoto que se realizó en Suecia, “por los pelos”, ya que unos días después de la vuelta, comenzó el confinamiento en España. Además de la entrevista, nuestro compañero.

Martín Blanes, también nos trae un excelente artículo sobre la nueva guerra de resoluciones. Alfredo Sabando nos acerca a yiyi (GG) del taller de Foto Documental y Narrativa Visual impartido por Nelson González. Y un recorrido por las sensaciones dela pandemia de la mano de la fotógrafa Dora Mattioli, continuamos con la serie “Lucesy sombras llenas de Color” de María Mora, para finalizar este número con las secciones habituales, como los retratos invisibles de Andrés López, que nos acerca a Julieta em esta ocasión o la portada y click de Pepe Castro, con Cristina Abad.

Todo esto sin olvidarnos de las novedades del mundo fotográfico que ha estado movidito en este mês de julio y las recomendaciones en cuanto a libros de fotografía o nuestra selección de fotos del grupo de Flickr de la revista. Y con estas más de 150 páginas cargadas de fotografía, os dejamos que las disfrutéis hasta el número del mes de septiembre que ya mismo comenzamos a preparar.

Tenemos una nueva cita con el mundo de las luces y las sombras en un mes, aquí, en vuestra revista favorita.

BAIXE AQUI SEU EXEMPLAR EM PDF:
https://focusfoto.com.br/wp-content/uploads/2020/08/REVISTA-DE-FOTOGRAFIA-DNG-n.168-1.pdf

FOCUS – Escola de Fotografia – Desde 1975: https://focusfoto.com.br  

#marketing  #DNG_PhotoMagazine #revista_fotografia  #photo_magazine_dng   #escola_focus #focus #focus_escola_de_fotografia  #focusfoto #focus_fotografia #alunos_fotografia #cursos_fotografia #escolas_de_fotografia   #aulas_fotografia  #enio_leite

SEMPRE EDITE UMA CÓPIA DO SEU ARQUIVO!

por em .

Nunca trabalhe no arquivo original, essa afirmação até mesmo parece uma situação óbvia

Porém muitos fotógrafos acabam ignorando esta recomendação e depois sofrem as consequências de perder o arquivo original.

Aplicativos de edição de imagens como Adobe Lightroom ou Apple Aperture funcionam usando imagens proxy, ou seja, uma cópia virtual, onde é possível trabalhar na imagem sem alterar o original.

É fundamental sempre que se estiver usando outro programa de edição de imagens, crie uma cópia da imagem, e salve em uma pasta para o projeto e logo que abrir a imagem salve-a para a nova pasta, com um nome novo facilmente reconhecível, como teste001.jpg em vez de DSC4158.jpg.

Se possível, salve em um local diferente daquele que contém a imagem original, para não correr o risco de apagar ou alterar acidentalmente o arquivo original.

Aproveite para rever mais dicas sobre pós-produção nas suas apostilas, bibliografias e vídeos das aulas de fotografia dos cursos profissionalizante da Escola Focus.

PIONEIRISMO E INOVAÇÃO:
FOCUS Escola de Fotografia – Desde 1975:  https://focusfoto.com.br    

CONFIRA TCC DE ALUNOS DA ESCOLA FOCUS!  https://focusfoto.com.br/tag/tcc/

Opinião de Ex- Alunos que estudaram na FOCUS! https://goo.gl/C235XR
Blog de Fotografia:  https://focusfoto.com.br/blogs/

#amazon #Marketing  #dicas_fotografia #escola_focus #focus #focus_escola_de_fotografia  #focusfoto #focus_fotografia #alunos_fotografia #cursos_fotografia #escolas_de_fotografia #aulas_fotografia  #enio_leite    #cursosdefotografia   #TCC  #CursoFotografiaEAD

FOTOGRAFIA NOTURNA?

por em .

Além de serem frequentemente corujas noturnas procurando alívio de trabalhos diurnos chatos ou estressantes, os fotógrafos noturnos são geralmente românticos

Atraídos pelo mistério e estranhamente associados com a noite e a escuridão.

Em primeiro lugar, a fotografia noturna proporciona uma saída para o artista conectar-se ao mundo físico de maneiras que estavam frequentemente perdidas no ritmo alucinante das rotinas diurnas. Falamos de como nossos sentimentos se abrem para o mundo físico quando estamos fora de casa, na noite, para fazer uma foto.

Quando o obturador se abre e nos vemos com 15 ou 20 minutos sem obrigações, nenhum lugar para estar e nada para fazer, a noite nos recompensa com uma sensação de paz e liberdade que não experimentamos frequentemente em nossas vidas agitadas.

O elevado senso de consciência e a conexão com o mundo físico podem abrir as portas para a criatividade, nos libertar das limitações do ordinário e nos permitir tirar vantagem das qualidades únicas que a fotografia noturna tem a oferecer.

Aproveite para rever mais dicas sobre fotografia noturna nas suas apostilas, bibliografias e vídeos das aulas de fotografia dos cursos profissionalizante da Escola Focus.

PIONEIRISMO E INOVAÇÃO:
FOCUS Escola de Fotografia – Desde 1975:  https://focusfoto.com.br    

CONFIRA TCC DE ALUNOS DA ESCOLA FOCUS!  https://focusfoto.com.br/tag/tcc/

Opinião de Ex- Alunos que estudaram na FOCUS! https://goo.gl/C235XR
Blog de Fotografia:  https://focusfoto.com.br/blogs/

#amazon #Marketing  #dicas_fotografia #escola_focus #focus #focus_escola_de_fotografia  #focusfoto #focus_fotografia #alunos_fotografia #cursos_fotografia #escolas_de_fotografia #aulas_fotografia  #enio_leite    #cursosdefotografia   #TCC  #CursoFotografiaEAD

PREDEFINIÇÃO DE EQUILÍBRIO DE BRANCO

por em .

As predefinições de equilíbrio de branco dão a você várias maneiras para garantir que as cores reflitam precisamente a iluminação da cena

Você configurar o equilíbrio de branco selecionando as opções predefinidas, configurando uma temperatura de cor Kelvin específica, configurado um equilíbrio de branco personalizado específico à cena, ou selecionando o equilíbrio de Branco Auto (AWB).

Estas configurações podem não estar disponíveis em todas as câmeras DSLR. Esta série de imagens mostra a diferença na configuração de equilíbrio de branco em uma foto capturada com múltiplos Speedlites.

A imagem  pode ser capturada no futuro  em RAW depois de executado um equilíbrio de branco com base em um alvo de calibração, e então exporta com cada uma das predefinições de equilíbrio.

Cada foto representa uma configuração diferente de equilíbrio de branco, com temperaturas de cor variando entre 2850k e 6500k. Quanto mais baixa a temperatura, mais azulada parece a imagem. Quanto mais alta, mais vermelha e amarelada ela fica.

Considere esses métodos em relação ao equilíbrio de branco e uso do Speedlites:

Speedlites são 5500K.

Os Speedlites produzem uma luz com temperatura de cor de 5500K, que também é a mesma temperatura de cor da configuração Luz do Dia de equilíbrio de branco. A decisão quanto a qual equilíbrio de branco. A decisão quanto a qual equilíbrio de branco é melhor ao fotografar com muita luz ambiente e Speedlites é sua.

Então experimente diferentes predefinições de equilíbrio de branco em sua câmera digital para descobrir qual você mais gosta aplique gelatina ou papel celofane nos flashes para adequá-los à luz ambiente se necessários, ou simplesmente deixe a câmera nas predefinições Auto (AWB) ou Flash.

DICA

Não caía no habito de sempre depender da configuração de equilíbrio de branco Automático, porque o AWB nem sempre resolve problemas de iluminação mista, principalmente quando você adiciona Speedlites. Depois de configurar a câmera e o flash de menos de um minuto para executar e configurar um equilíbrio de branco personalizado.

Aproveite para rever mais dicas sobre uso de speedlites nas suas apostilas, bibliografias e vídeos das aulas de fotografia dos cursos profissionalizante da Escola Focus.

PIONEIRISMO E INOVAÇÃO:
FOCUS Escola de Fotografia – Desde 1975:  https://focusfoto.com.br    

CONFIRA TCC DE ALUNOS DA ESCOLA FOCUS!  https://focusfoto.com.br/tag/tcc/

Opinião de Ex- Alunos que estudaram na FOCUS! https://goo.gl/C235XR
Blog de Fotografia:  https://focusfoto.com.br/blogs/

#amazon #Marketing  #dicas_fotografia #escola_focus #focus #focus_escola_de_fotografia  #focusfoto #focus_fotografia #alunos_fotografia #cursos_fotografia #escolas_de_fotografia #aulas_fotografia  #enio_leite    #cursosdefotografia   #TCC  #CursoFotografiaEAD