Blog Focus

Informações, artigos, aulas, tutoriais e novidades
sobre o mundo da fotografia

OBJETIVAS DE CORREÇÃO DA PERSPECTIVA

por em .

correção de perspectiva, escola focus, escolas de fotografia, cursos de fotografia, aulas de fotografia, focusfoto
Lente Shift-Tilt para correção de perspectiva

O movimento mais comum em todas as objetivas, o da focagem, fazendo-as deslocarem-se para frente e para trás, é praticamente universal.

Algumas objetivas e câmeras
especiais oferecem outras possibilidades de movimento, um dos quais é deslizar
da objetiva para cima, para baixo ou para baixo ou pra os lados em relação á
posição normal.

Há várias objetivas com esta
possibilidade, para câmeras DSLR, girando um botão, a objetiva desloca-se
lateralmente, ficando descentrada. Este movimento pode também ser feito na
vertical, rodando 900 a toda a objetiva.

As objetivas de controle de
perspectiva são muito mais dispendiosas do que as normais. Alguns também se
podem inclinar ligeiramente, deixando de ficar paralelas ao filme, o que é útil
para melhorar a profundidade de campo. O efeito destes movimentos pode ser
visto no visor, para ser possível escolher o resultado que se pretende, antes
de disparar, antes de disparar.

Em geral, usando se fotografam
objetos altos, é preciso inclinar a câmera para cima, para os encaixar no
visor. Isto faz com as linhas verticais pareçam convergentes,

Evitar Reflexos

O fotógrafo precisava tirar uma
fotografia de frente de uma janela ou vitrine, mas com uma lente convencional
inclua o seu próprio reflexo.

Deslocando a câmera para um lado
e voltando a centrar a imagem com uma lente corretora de perspectiva, podemos
manter o ponto de visão aparente e eliminou o reflexo.

Aproveite para rever mais dicas sobre fotografia e objetivas
especiais nas suas apostilas, bibliografias e vídeos das aulas de fotografia
dos cursos profissionalizante da Escola Focus.

CONFIRA TCC DE ALUNOS DA ESCOLA FOCUS!  https://focusfoto.com.br/tag/tcc/

Opinião de Ex- Alunos que estudaram na FOCUS! https://goo.gl/C235XR
Blog de Fotografia:  https://focusfoto.com.br/blogs/

Flickr – Foto Galeria dos Alunos da Escola Focus
https://www.flickr.com/photos/focus_escola_de_fotografia/

#correção_pesrpectiva #dicas_fotografia #escola_focus #focus #focus_escola_de_fotografia  #focusfoto #focus_fotografia #alunos_fotografia #cursos_fotografia #escolas_de_fotografia #aulas_fotografia  #enio_leite    #cursosdefotografia   

A IMPORTÂNCIA DA FOTOGRAFIA NOS ACONTECIMENTOS CHOCANTES

por em .

guerra do vietnã, focus escola de fotografia, fotografia documental, focus cursos de fotografia
Monge budista ateia fogo em seu próprio corpo em protesto a Guerra do Vietnã. Saigon, 1963

A fotografia é um dos meios de registro mais eficazes que
existe, pois através da fotografia é possível capturar imagens que falam por si
só e são compreendidas por todas as pessoas do planeta
.

Há muitas imagens de sofrimento no mundo, como imagens de
guerras, conflitos e situações de destruição, o que na maioria das vezes não é
algo agradável de se ver.

Mesmo em imagens de sofrimento, a fotografia tem um papel
fundamental neste caso, pois, muitas destas situações acontecem em locais onde
a maioria das pessoas não consegue ver da janela de sua casa.

Em outras palavras, sem a existência da fotografia, muitas
das imagens chocantes que hoje em dia são conhecidas passariam despercebidas
pela grande parte da população mundial.

A fotografia tem um poder muito grande de passar uma mensagem
a quem vê a imagem, é possível ser paralisado e até mesmo ser levado à um
estado de reflexão ao ver uma fotografia.

Muitos dos eventos mundiais que aconteceram há muitos anos,
são conhecidos por meios de fotografias, onde também é possível ser
transportado para o local do fato por meio da composição daquela fotografia.

A fotografia é um documento histórico e também uma ferramenta de perpetuação de
fatos sociais e políticos.

Pense nisso!

Aproveite para rever mais dicas sobre fotografia  documental nas suas apostilas, bibliografias e vídeos das aulas de fotografia dos cursos profissionalizante da Escola Focus.

CONFIRA TCC DE ALUNOS DA ESCOLA FOCUS!  https://focusfoto.com.br/tag/tcc/

Opinião de Ex- Alunos que estudaram na
FOCUS!
https://goo.gl/C235XR
Blog de Fotografia:  https://focusfoto.com.br/blogs/

Flickr – Foto Galeria dos Alunos da Escola Focus
https://www.flickr.com/photos/focus_escola_de_fotografia/

#gerra_do_vietnã  #dicas_fotografia #escola_focus #focus
#focus_escola_de_fotografia  #focusfoto
#focus_fotografia #alunos_fotografia #cursos_fotografia #escolas_de_fotografia
#aulas_fotografia  #enio_leite    #cursosdefotografia   

USO DE IMAGEM, MESMO SEM AUTORIZAÇÃO EM CONVITE GERA DANO MATERIAL

por em .

uso de imagem, focus escola de fotografia, focusfoto, enio leite, focus cursos de fotografia
A utilização com fins econômicos de uma fotografia sem autorização de quem aparece na imagem — mesmo que de costas — caracteriza dano material. Foto: fonte – https://venderfotos.com.br

Já o dano moral só se configura
quando é possível identificar o fotografado.

Conjur

Com base nesse entendimento, a 4ª Câmara de Direito
Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo manteve sentença de primeira
instância que condenou a organizadora do evento “Bailinho” a indenizar duas
mulheres em R$ 5 mil cada por danos materiais pelo uso de suas imagens no
convite do evento.

Os desembargadores rejeitaram o pedido de danos morais
e acolheram a Apelação apenas para estender a condenação, em caráter solidário,
a duas pessoas físicas — organizadores do evento.

A imagem das duas mulheres, de costas, foi utilizada
junto à frase “no seu carro ou no meu”, no convite do evento divulgado no
Facebook.

As mulheres afirmaram que o uso da imagem sem
autorização causou danos morais e materiais, pois a organizadora da festa teve
ganho econômico. Em primeira instância, foi acolhido o dano material, com o
pagamento de R$ 5 mil a cada uma por parte da organizadora. No entanto, a
sentença informou que não houve dano moral e extinguiu o processo sem
julgamento de mérito em relação a dois réus, por ilegitimidade passiva.

Houve recurso das duas partes ao TJ-SP. As mulheres
pediam o reconhecimento do dano moral e a inclusão dos outros réus no polo
passivo, enquanto a organizadora pedia o reconhecimento de sua ilegitimidade
passiva, pois apenas produzia os eventos organizados por outra empresa.

Relator do caso, o desembargador Carlos Henrique
Miguel Trevisan apontou a confirmação da condenação por danos materiais, pois
não houve qualquer recurso em relação a tal parte da sentença.

Ele rejeitou o pedido de danos morais, pois não é
possível identificar as mulheres nas fotos. Além disso, apontou o
desembargador, a foto seria utilizada em uma feira erótica, como admitiram as
duas. Assim, “não se afigura razoável concluir que a divulgação da fotografia
das requerentes como convite para o evento seja considerada constrangedora”.

Nem mesmo a falta de autorização para uso da foto
justifica o dano moral, exatamente por conta da impossibilidade de
identificação de ambas e da destinação original da imagem. De acordo com
Trevisan, o uso indevido da foto ocorre quando a pessoa fotografada é
“surpreendida em situação humilhante, vexatória ou comprometedora”, algo que
não ocorreu no caso.

O relator acolheu parcialmente o recurso para reverter
a exclusão do polo passivo das duas pessoas físicas, pois a conduta de ambos
foi individualizada e há documentos apontando que os dois “tiveram participação
pessoal e ativa no evento”.

Sobre o recurso da empresa, Trevisan afirmou que a
conduta “está bem delineada na petição inicial e foi suficientemente
demonstrada por meio dos documentos”. Além disso, informou, a própria empresa
admitiu a responsabilidade pela produção do “Bailinho” na condição de
terceirizada.

O voto dele foi acompanhado pelos desembargadores Maia
da Cunha e Natan Zelinschi de Arruda. Com informações da Assessoria de Imprensa
do TJ-SP.

Fonte: https://bit.ly/2Mgc3tQ
 

Aproveite para conferir mais notícias
sobre fotografia e uso de imagem no blog da Escola Focus.

#uso_de_imagem
#noticias #focus #focus_escola_de_fotografia 
#focusfoto #focus_fotografia #alunos_fotografia #cursos_fotografia
#escolas_de_fotografia  
#aulas_fotografia  #enio_leite  #cursosdefotografia

Com ajuda da Xiaomi, Samsung cria sensor de imagens para celular com 108 MP

por em .

sensor, Xiaomi, Samsung,, escola focus, escola de fotografia, cursos de fotografia
Sensor ISOCELL Bright HMX de 108 MP gera fotos de 27 MP — Foto: Divulgação/Samsung

Componente combina quatro pixels em
um para gerar imagens de 27 megapixels

Paulo Alves/TechTudo

A Samsung apresentou ao mundo o primeiro sensor sensor
fotográfico para celular com resolução de 108 MP: o ISOCELL Bright HMX supera a
marca dos 100 milhões de pixels na imagem.

A resolução ultrapassa os números do sensor ISOCELL
Bright GW1, de 64 MP, revelado em maio e esperado num smartphone da chinesa
Realme ainda em 2019. O Galaxy Note 10 Plus, mais poderoso do portfólio da
sul-coreana até o momento, tira fotos de no máximo 16 MP.

O novo componente foi desenvolvido em parceria com a
Xiaomi desde o estágio conceitual. A fabricação em massa do chip de imagem começa
este mês, sugerindo uma possível chegada ao mercado até o final do ano. A
expectativa é de que o Xiaomi Mi Mix 4 seja o primeiro do mundo a trazer a
câmera de 108 MP.

O sensor ISOCELL Bright HMX traz pixels de 0,8
micrômetro, mesmo tamanho dos pontos de luz captados pelos sensores de 48 e 64
megapixels da Samsung. Para a Xiaomi, a inovação significa que “resoluções de
imagem anteriormente disponíveis apenas em algumas câmeras DSLR de alto nível
agora podem ser projetadas em smartphones”. No entanto, o componente tem
dimensões totais maiores e, por isso, tende a ocupar mais espaço na carcaça do
celular.

O componente também herda a tecnologia Tetracell, que
combina quatro pixels em um para oferecer fotos mais bem detalhadas: a câmera
de 108 MP, no final das contas, gera imagens de 27 MP. A informação adicional
capturada pelo sensor é usada principalmente para compensar falta de luz e,
assim, oferecer cliques de alta qualidade mesmo em cenários com iluminação
adversa.

O sensor também permite gravar vídeos com resolução
até 6K (6.016 x 3.384 pixels) a uma taxa de 30 quadros por segundo. A Samsung
não revelou a taxa em que a câmera pode operar ao reduzir a resolução – não se
sabe, por exemplo, se está disponível modo câmera lenta de 960 quadros por
segundo.

VEJA VÍDEO: http://www.techtudo.com.br/videos/v/samsung-galaxy-note-10-e-note-10-plus-saiba-tudo/7825780/

Fonte: https://glo.bo/2yUnrm7

Aproveite para conferir mais notícias
sobre fotografia e telecologia no blog da Escola Focus.

#tecnologia #noticias
#focus #focus_escola_de_fotografia 
#focusfoto #focus_fotografia #alunos_fotografia #cursos_fotografia
#escolas_de_fotografia  
#aulas_fotografia  #enio_leite  #cursosdefotografia

Diário Contemporâneo realiza palestra sobre colecionismo

por em .

prêmio de fotografia, focus escola de fotografia, focusfoto, focus cursos de fotografia, enio leite
Nei Vargas da Rosa vem a Belém apresentar sua pesquisa

 O Prêmio Diário
Contemporâneo de Fotografia realiza nesta semana a palestra “Quanto impacta o
colecionismo, o mercado, as galerias de arte e as políticas de Estado na
carreira de artistas?”, que será apresentada por Nei Vargas da Rosa, fruto da
sua pesquisa de doutorado em Artes Visuais no PPGAV/UFRGS.

O encontro com o público será
no dia 14, quarta-feira, às 19h, no Museu da UFPA, com entrada franca.

Segundo Nei, “o sistema da
arte tem sofrido inúmeras alterações em sua lógica interna de desenvolvimento
nas últimas décadas, apresentando atores antigos que renovam suas formas de atuação
e práticas obsoletas são substituídas por novas estratégias que reorientam a
produção, a circulação, a legitimação e o consumo da produção das artes
visuais. O Estado, com suas políticas públicas, reorganiza e interfere no
funcionamento e nas especificidades do mercado de arte”.

O pesquisador irá analisar
como que ficam os artistas dentro deste cenário marcado por um ambiente de
hierarquias, interesses e disputas nem sempre artísticas. Além de observar
questões como políticas públicas, mercado da arte e colecionismo.

COLEÇÃO DIÁRIO CONTEMPORÂNEO
DE FOTOGRAFIA

O Diário Contemporâneo
formalizou, em 2016, a coleção de fotografias que vinha reunindo desde a sua
primeira edição. São trabalhos em fotografia, vídeo, instalação e outras
linguagens; aproximadamente 160 obras de mais de 40 artistas. Belém recebeu,
através da ação do projeto, uma coleção de fotografia contemporânea que está
sob a guarda das duas instituições públicas parceiras: o Espaço Cultural Casa
das Onze Janelas e o Museu da
UFPA.        

A ação do Diário
Contemporâneo, no sentido da formação de acervo, vai ao encontro das questões
que serão debatidas a partir de pesquisas conduzidas por Nei. São elas:
“Institucionalização de coleções privadas de arte contemporânea no Brasil”, na
qual ele analisa a passagem do contexto privado para o público/privado de
coleções de arte contemporânea; e “Perspectivas do Colecionismo de Arte Contemporânea”,
inédita em âmbito nacional, onde ele faz uma imersão no procedimento
colecionista de arte contemporânea, incluindo entrevistas com colecionadores de
17 estados do país.

 NEI VARGAS DA ROSA

Doutorando em Artes Visuais no
PPGAV/UFRGS, com pesquisa sobre a institucionalização de coleções privadas de
arte contemporânea. Em paralelo, conduz a pesquisa Perspectivas do Colecionismo
de Arte Contemporânea no Brasil, com Bolsa Pesquisador do Instituto de Cultura
Contemporânea. Curador do ciclo de debates Dinâmicas do Colecionismo de Arte
Contemporânea, na A Casa do Parque/SP. Organizou o dossiê Sistema da Arte no
Brasil da Revista Ouvirouver/UFU. Compõe a Comissão Organizadora do Simpósio
Internacional de Relações Sistêmicas da Arte. É associado ao The Internacional
Art Market Association, pelo subcomitê Mercado de Arte e Colecionismo:
Portugal, Espanha e Brasil.

 O Prêmio Diário
Contemporâneo de Fotografia é uma realização do Jornal Diário do Pará com apoio
institucional do Museu do Estado do Pará, do Sistema Integrado de Museus e do
Museu da UFPA; colaboração da Sol Informática, parceria da Alubar e patrocínio
da Vale.

 SERVIÇO: Diário
Contemporâneo realiza palestra com Nei Vargas da Rosa
. Data: 14 de agosto,
às 19h. Local: Museu da UFPA. Endereço: Av. Governador José Malcher – esquina
com Generalíssimo Deodoro. Entrada franca. Informações: Rua Gaspar Viana, 773 –
Reduto. Contatos: (91) 3184-9310; 98367-2400; diariocontemporaneodfotografia@gmail.com e www.diariocontemporaneo.com.br

Aproveite para conferir mais notícias
sobre prêmios de fotografia no blog da Escola Focus.

#premio_fotografia
#noticias #focus #focus_escola_de_fotografia 
#focusfoto #focus_fotografia #alunos_fotografia #cursos_fotografia
#escolas_de_fotografia  
#aulas_fotografia  #enio_leite  #cursosdefotografia

COMPONHA CORRETAMENTE!

por em .

composição fotográfica, escola focus, escola de fotografia, cursos de fotografia, focus fotografia, focusfoto
Quando se trata de composição, é muito importante ter uma ideia clara do que se quer em cena e principalmente o que deve ser deixado fora do seu enquadramento, pois, ao colocar muitos elementos é possível que haja distrações e isso estraga a sua fotografia

Ao compor a sua cena
é necessário saber e entender o papel de cada elemento, onde haverá o destaque
somente aonde o fotógrafo quiser, mas para isso é fundamental conhecer sobre
composição fotográfica.

Cada um dos elementos deve apoiar e fortalecer a sua
composição, ou seja, a atenção de quem vai ver a sua imagem deve ir para o
ponto de interesse, caso haja elementos que não cumpram essa função, deixe fora
do quadro imediatamente.

Na prática, funciona assim: se por acaso você fotografar
flores, procure as flores mais bonitas e não perca tempo com flores que estão
murchas ou despedaçadas, a não ser que a sua intenção é mostrar as imperfeições
ou efeitos do tempo, o que é muito válido também.

Caso você fotografe paisagens, tome cuidado para evitar na
sua cena, assuntos brilhantes ou postes de iluminação nos cantos do seu quadro,
pois geram distrações, a não ser que estes elementos sejam o assunto aí neste
caso, pode explorar sem problemas.

Mesmo compondo a cena corretamente, usando elementos para
valorizar e enriquecer a sua composição, é importante que a mensagem seja
passada de forma clara, pois é necessário que tenha uma conexão entre a
composição e quem vai ver a sua imagem.

Aproveite para rever mais dicas sobre fotografia e composição nas suas apostilas, bibliografias e vídeos das aulas de fotografia dos cursos profissionalizante da Escola Focus.

CONFIRA TCC DE
ALUNOS DA ESCOLA FOCUS! 
https://focusfoto.com.br/tag/tcc/

Opinião de Ex- Alunos que estudaram na FOCUS! https://goo.gl/C235XR
Blog de Fotografia:  https://focusfoto.com.br/blogs/

Flickr – Foto Galeria dos Alunos da Escola Focus
https://www.flickr.com/photos/focus_escola_de_fotografia/

#composição_fotográfica #dicas_fotografia #escola_focus #focus #focus_escola_de_fotografia  #focusfoto #focus_fotografia #alunos_fotografia #cursos_fotografia #escolas_de_fotografia #aulas_fotografia  #enio_leite    #cursosdefotografia    

DICAS PARA COBRIR DESFILES!

por em .

fotografia de moda, desfiles, escola focus, escola de fotografia, curso de fotografia, enio leite
O mundo fashion ganhou muito destaque nas duas últimas duas décadas. E isso aumenta as oportunidades para os fotógrafos que queiram se especializar no segmento da moda

O estilo e o glamour das
grandes semanas prêt-à-porter de Paris, Milão e Nova York, por exemplo,
influenciam de desfiles das grifes em shopping centers a concursos de modelos e
misses nas pequenas cidades, passando pelos megaeventos fashion em São Paulo e
no Rio de Janeiro.

Porém, não basta somente investir no melhor equipamento fotográfico para se tornar um especialista em fotografia de desfiles. É preciso mais: ter uma credencial para cobrir o evento, possuir domínio total da técnica e reservar um bom lugar no pit, a pequena arquibancada (ou espaço) de frente para a passarela reservada para os, fotógrafos, membros da imprensa e cinegrafistas.

Sugerimos aos iniciantes comecem fotografando concursos de beleza, que ocorrem na maioria das cidades brasileiras, assim como desfiles de modas promovidos por clubes no interior, shoppings e centros comerciais.

Trabalhos menores não devem ser desprezados pelos que já estão atuando na área, muito menos pelos iniciantes, porque sem eles não há como se ganhar experiência e montar um bom portfólio para alcançar os grandes eventos, ensina o especialista.

O caminho para chegar a esses
eventos menores mais fácil. Basta entrar em contato com a organização para
fotografar. Raramente o pedido será recusado. Se for preciso, o iniciante deve
explicar que as imagens serão usadas em portfólio. Oferecer algumas fotos para
o organizador do evento como cortesia pode render um bom contato comercial.

Aproveite para rever mais dicas sobre fotografia de desfiles nas suas apostilas, bibliografias e vídeos das aulas de fotografia dos cursos profissionalizante da Escola Focus.

CONFIRA TCC DE ALUNOS DA ESCOLA FOCUS!  https://focusfoto.com.br/tag/tcc/

Opinião de Ex- Alunos que estudaram na FOCUS! https://goo.gl/C235XR
Blog de Fotografia:  https://focusfoto.com.br/blogs/

Flickr – Foto Galeria dos Alunos da Escola Focus
https://www.flickr.com/photos/focus_escola_de_fotografia/

#desfiles_de_moda #dicas_fotografia #escola_focus #focus #focus_escola_de_fotografia  #focusfoto #focus_fotografia #alunos_fotografia #cursos_fotografia #escolas_de_fotografia #aulas_fotografia  #enio_leite    #cursosdefotografia    

RETRATOS EM INTERNAS

por em .

radioflsh, flash remoto, focus escola de fotografia, focus cursos de fotografia, focusfoto, enio leite
Coloque seu flash no tripé

Tire seu flash da câmera e
coloque-o em um tripé (se acabou de dizer: “Mas eu não tenho um tripé”! então
você ainda não está preparado para essa dica.

Vá comprar um tripé de luz e um suporte inclinável. Em seguida, monte seu flash no tripé com suporte inclinável. Ou utilize tripé de câmera, mesmo. Nesse momento você tem um transmissor RF sem fio embutido no flash ou está usando um sem fio.

Idealmente, essa será uma opção para não precisar mudar a potência do flash diretamente em sua câmera, como em um a Canon, Nikon, Yongnuo etc.

Ou pelo menos uma fotocélula ou
um radio transmissor Cactus básico, que disparam o flash de maneira remota, mas
você não pode mudar a potência da posição da sua câmera – terá que andar até o
flash e mudar a potência utilizando os botões na parte traseira.

Ambos funcionam, um é apenas mais
trabalhoso certo? Enfim, tire o flash da câmera, coloque-o no tripé de
iluminação e no suporte de inclinação e certifique-se de que pode dispará-lo à
distância. Ok, você está mandando bem.

Trabalhe com luz lateral,
imitando a entrada de luz de porta ou janela. Caso queira, use e abuse dos
rebatedores, conforme já vimos em nossas aulas.

Aproveite para rever mais dicas sobre fotografia de moda e retratos nas suas apostilas, bibliografias e vídeos das aulas de fotografia dos cursos profissionalizante da Escola Focus.

CONFIRA TCC DE ALUNOS DA ESCOLA FOCUS!  https://focusfoto.com.br/tag/tcc/

Opinião de Ex- Alunos que estudaram na FOCUS! https://goo.gl/C235XR
Blog de Fotografia:  https://focusfoto.com.br/blogs/

Flickr – Foto Galeria dos Alunos da Escola Focus
https://www.flickr.com/photos/focus_escola_de_fotografia/

#fotografia_de_moda  #dicas_fotografia #escola_focus #focus
#focus_escola_de_fotografia  #focusfoto
#focus_fotografia #alunos_fotografia #cursos_fotografia #escolas_de_fotografia #aulas_fotografia
 #enio_leite    #cursosdefotografia    

VALORES DE LUZ PERFEITA

por em .

luz perfeita, escola focus, escola de fotografia, cursos de fotografia, focusfoto, focus fotografia
Há três valores distintos de luz refletida: brilho especulares, brilhos difusos e valores e sombra

Eles são geralmente
denominados coletivamente como contraste de iluminação.

Brilhos especulares. Brilhos especulares se referem a áreas em que
o branco não tem nenhum detalhe, ficando com a cor do papel. Áreas especulares
atuam como espelhos da fonte de luz direta. Brilhos especulares existem dentro
de áreas de brilho difuso, adicionando brilho e profundidade a estas.

Brilhos difusos. Brilhos difusos são áreas claras com detalhe de
imagem.

Valores de Sombra. Valores de sombra são áreas que não são
iluminadas ou que são parcialmente iluminadas.

Pequenas fontes de luz
focalizadas têm maior qualidade especular porque a luz é concentrada numa área
pequena. Fontes maiores de luz, como softboxes e sombrinhas, têm valores
maiores de brilhos difusos, pois a luz é distribuída por uma área maior, e ela
é espalhada.

Bordas de Sombra. A borda da sombra, a região a qual a luz difusa
se encontra o valor da sombra, também difere entre esses dois tipos de fonte de
luz. Dependendo do tamanho da luz, da distância da luz do objeto e do nível de
luz ambiente ou de preenchimento, a transição pode ser gradual ou dramática.
Com um a luz pequena, a borda de transferência tende a ser mais dura
(dependendo, novamente, do nível de luz ambiente). Com fontes de luz maiores, a
borda de transferência é tipicamente mais gradual.

Iluminando Objetos e Reflexos

A regra geral quando iluminar superfície refletora é iluminar o que é refletido pela superfície mais do que a própria superfície. Qualquer luz que brilhe sobre a superfície altamente refletora, como vidro ou metal, irá refletir diretamente para dentro da câmera, criando hot spots ou brilhos especulares.

Tais destaques serão inevitáveis se a superfície refletora for curva, porém a ideia é controlar o que é refletido na superfície refletora. Preto não será registrado como reflexão; irá desaparecer. Branco irá ser registrado como um brilho branco leitoso, dependendo da reflexibilidade da superfície e da distância entre o cartão branco e o objeto. Transições dentro da área de brilho são importantes. Por essa razão, alguns fotógrafos frequentemente colam faixas pretas ou cinzas sobre o cartão branco que está sendo refletido na superfície reflexiva.

Aproveite para rever mais dicas sobre fotografia nas suas apostilas, bibliografias e vídeos das aulas de fotografia dos cursos profissionalizante da Escola Focus.

CONFIRA TCC DE ALUNOS DA ESCOLA FOCUS!  https://focusfoto.com.br/tag/tcc/

Opinião de Ex- Alunos que estudaram na FOCUS! https://goo.gl/C235XR
Blog de Fotografia:  https://focusfoto.com.br/blogs/

Flickr – Foto Galeria dos Alunos da Escola Focus
https://www.flickr.com/photos/focus_escola_de_fotografia/

#luzperfeita #dicas_fotografia
#escola_focus #focus #focus_escola_de_fotografia  #focusfoto #focus_fotografia
#alunos_fotografia #cursos_fotografia #escolas_de_fotografia #aulas_fotografia  #enio_leite  
 #cursosdefotografia    

CONTROLE A PRIORIDADE DE ABERTURA

por em .

prioridade de abertura, focus escola de fotografia, focus aulas de fotografia, focus cursos de fotografia
Quando você quer controlar quanto de sua imagem está em foco, precisa administrar melhor a profundidade de campo

Ela depende da abertura que
você escolhe. Repetindo, quando maior a abertura (e menor o f/número), menor
profundidade de campo terá sua foto.

Tal diminuição limita a área
focalizada a seu assunto, deixando fora do foco os objetos em primeiro plano e
no fundo, útil para remover elementos que possam distrair o observador.

Sua câmera talvez tenha um controle para ajustar o valor da abertura, e apropria máquina ajusta a correspondente velocidade de obturação. Esse recurso é conhecido como “prioridade de abertura”, ou Av.

Faça experimentos alterando a abertura do valor mais baixo (geralmente f/2.8) para mais alto e note como a velocidade de obturação muda. Mas cuidado: estipular uma abertura muito grande resulta em uma velocidade de obturação muito baixa para que você fotografe sem um tripé estabilizador.

Em alguns casos, se você
estabelecer uma abertura pequena demais, sua câmera poderá não possuir uma
velocidade de obturação alta o suficiente, deixando a foto superexposta.

Digamos que você esteja
fotografando um cachorro branco sob a luz direta – uma cena muito clara. No
modo de prioridade de abertura, a câmera pode mostrar uma configuração de
exposição em 1/500 segundo com f/11 e ISO 200. Mas você talvez deseje aumentar
a exposição em 1 stop para tornar a cena mais clara.

Lembre-se: sua câmera supõe que
essa cena tão branca seja cinza médio, e ajustará a exposição de modo que a
foto mostre isso. Para aumentar a exposição em 1 stop, você poderia mudar para
o modo manual e fazer uma das coisas a seguir aumente a abertura para f/8 (que
é maior do que f/11; portanto deixará entra mais luz); diminua a velocidade de
obturação para 1/250 segundo (tempo mais longo deixa entrar mais luz); ou,
finalmente, você pode mudar apenas o ISO para 400 (só faça isso em último
recurso).

Não tenha medo de usar o modo de
prioridade de abertura em sua câmera. Ele poupa um bom tempo. Se a câmera
estiver ajustada no modo de prioridade de abertura, boa parte do tempo você
terá rapidamente uma boa exposição sem ter que pensar demais. Se a situação for
um pouco prolongada, mude para o modo manual e torne a cena mais clara ou mais
escura. Lembre-se de que seu principal objetivo ao fotografar seus filhos deve
se captar momentos fugazes que não tornarão acontecer. O modo de prioridade de
abertura fará isso para você no mínimo em 90% das vezes.

Aproveite para rever mais dicas sobre fotografia nas suas apostilas, bibliografias e vídeos das aulas de fotografia dos cursos profissionalizante da Escola Focus.

CONFIRA TCC DE ALUNOS DA ESCOLA FOCUS!  https://focusfoto.com.br/tag/tcc/

Opinião de Ex- Alunos que estudaram na FOCUS! https://goo.gl/C235XR
Blog de Fotografia:  https://focusfoto.com.br/blogs/

Flickr – Foto Galeria dos Alunos da Escola Focus
https://www.flickr.com/photos/focus_escola_de_fotografia/

#prioridade_de_abertura #dicas_fotografia
#escola_focus #focus #focus_escola_de_fotografia  #focusfoto #focus_fotografia
#alunos_fotografia #cursos_fotografia #escolas_de_fotografia #aulas_fotografia  #enio_leite  
 #cursosdefotografia