FOTOGRAFIA NÃO SE FAZ APENAS COM UMA CÂMERA

em Artigos e Entrevistas, Equipamentos.

fotografia, câmera, escola focus, escolas de fotografia, fotografia workshops, cursos de fotografia, focus fotografia, aulas de fotografia
Muitos pensam que os fotógrafos conquistam o sucesso apenas aprendendo a manusear uma câmera

E, mais
preocupante, há aqueles que acreditam que fotógrafos de sucesso são aqueles que
têm os melhores equipamentos. Estão todos errados. A fotografia vai muito além
dos equipamentos
.

Eliane
Terrataca/Fósgrafê

Saber
controlar a câmera é necessidade básica para um fotógrafo profissional. Ele tem
a obrigação de saber lidar com seu equipamento de maneira tão natural quanto
respirar. Então isso não é argumento para definir se um fotógrafo é talentoso
ou não, afinal você contrataria um cozinheiro que não sabe usar uma batedeira
ou um cirurgião que não sabe dar pontos? Acho que não, né?

Por isso é
tão importante deixar muito claro que o trabalho de fotografia não se faz
apenas com uma câmera. É preciso muito mais que a parte técnica e cada área da
fotografia exige que o profissional tenha habilidades específicas.

Fotografia
além das câmeras

Vamos aos
exemplos… Uma pessoa que é muito tímida terá dificuldade em produzir retratos e
fotografar eventos, porque é preciso saber lidar com pessoas mais do que em
qualquer outro tema. Uma pessoa totalmente acelerada, que gosta de resolver
tudo rápido, e é cheia de energia pode não ter muita paciência para fotografar
crianças. Uma pessoa que não gosta de viajar e prefere trabalhar com uma rotina
bem definida não conseguirá ser fotojornalista. Estes são apenas alguns
exemplos.

Henri
Cartier-Bresson, um grande e sábio fotógrafo, disse certa vez que a fotografia é
“um processo variado e ambíguo, no qual o único denominador comum entre os seus
profissionais é o instrumento”. Essa frase resume exatamente o que estou
tentando dizer aqui: a única semelhança entre os profissionais de fotografia
são suas câmeras, já que as atividades que cada um desenvolve e as habilidades
que precisam ter são totalmente diferentes.

Ser
fotógrafo é um grande desafio e quem escolhe seguir essa profissão merece total
respeito. Vale lembrar também que todo fotógrafo de sucesso precisa adquirir
outros talentos, pois todos são pouco administradores, psicólogos, designers,
marqueteiros, vendedores, agentes, produtores de moda, românticos, criativos
etc. Enfim, são necessárias diversas habilidades e competências que precisam
ser mais valorizadas!

Habilidades
obrigatórias de sobrevivência

Não existe
fórmula mágica para se estabelecer bem no mercado e cativar clientes como
fotógrafo. Mas existem três habilidades fundamentais que você precisa
desenvolver para construir uma carreira de sucesso. Anote aí e comece a
praticar hoje mesmo…

Atitude
Positiva

É
indispensável em qualquer profissão, já que ajuda a manter o foco no objetivo
principal e não se deixar abalar com as adversidades. Jamais coloque sua
atenção pensando em como as coisas podem dar errado e não deixe a negatividade
de outros colegas te influenciar. Seja sempre positivo, busque soluções
práticas e eficientes para as falhas e seja grato por todas as conquistas. A
atitude positiva pode ser seu diferencial e, com certeza, contribui para uma
vida mais feliz e, consequentemente, de maior sucesso.

Inteligência
Emocional

Esta é a
capacidade de saber lidar com suas próprias emoções e também com as emoções dos
clientes. É importante para que você possa manter uma atitude positiva e evita
que seus problemas pessoas interfiram em seu trabalho, e vice versa. É uma
habilidade ainda mais necessária se você trabalha sob pressão ou se dedica a
registrar os sonhos das pessoas (casamentos, festas de aniversário, bodas, nascimentos
etc.).

Autoconfiança

Aqui não tem
muito segredo. A ideia é traçar suas metas, reconhecer seu talento e saber que
pode alcançar seus objetivos e nunca desanimar. Evite ficar se comparando com
outros profissionais. Aprenda com eles, observe como trabalham, mas nunca se
compare! Cada um tem uma maneira de trabalhar e o que importa mesmo é o
resultado final. Ser autoconfiante é uma proteção natural contra críticas
desnecessárias e pequenos erros que podem acontecer.

Por isso
tudo, os fotógrafos precisam se dedicar mais para conseguir desenvolver um bom
trabalho. E, também por isso, todos os clientes deveriam começar a valorizar
mais o profissional de fotografia.

Fonte:  https://bit.ly/2lx4umL  

Aproveite
para conferir mais dicas sobre fotografia no blog da Escola Focus.

PIONEIRISMO E INOVAÇÃO:
FOCUS – Escola de Fotografia – Desde 1975:  https://focusfoto.com.br    

#câmeras #natureza #técnica_fotográfica
 #dicas_fotografia #escola_focus #focus
#focus_escola_de_fotografia  #focusfoto
#focus_fotografia #alunos_fotografia #cursos_fotografia #escolas_de_fotografia #aulas_fotografia
 #enio_leite    #cursosdefotografia   

Sobre o autor

ATENÇÃO: OS TEXTOS, MATÉRIAS TÉCNICAS, APRESENTADAS NESSE BLOG SÃO PESQUISADAS, SELECIONADAS E PRODUZIDAS PELOS ALUNOS, PROFESSORES E COLABORADORES DA FOCUS PARA USO MERAMENTE DIDÁTICO E COMPLEMENTAR ÁS AULAS DE FOTOGRAFIA NAS MODALIDADES DE CURSOS PRESENCIAIS OU A DISTÂNCIA EAD, MANTIDOS PELA FOCUS ESCOLA DE FOTOGRAFIA, SEM QUALQUER OUTRO TIPO DE PROPÓSITO, RELEVÂNCIA OU CONOTAÇÃO. PARA MAIORES INFORMAÇÕES CONSULTE https://focusfoto.com.br A Focus é a única escola de fotografia no Brasil, que oferece ao aluno o direito de obter seu REGISTRO LEGALIZADO DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL, emitido pelo Ministério do Trabalho, por meio de cursos com carga horária total de 350 horas, incluindo períodos de estágio, preparo e defesa de TCC OS CURSOS DA FOCUS ESCOLA DE FOTOGRAFIA SÃO RECONHECIDOS PELA LEI N. 9.394, ARTIGO 44, INCISO 1 (LEI DE EDUCAÇÃO) O REGISTRO DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL é unificado, sendo o mesmo obtido pelas melhores Universidades Públicas do Estado de São Paulo. E você poderá obtê-lo EM QUALQUER MODALIDADE DE CURSOS DA FOCUS, presenciais ou a distância EAD em menos de 6 meses de curso. O aluno obterá seu REGISTRO DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL diretamente nas agências regionais do Ministério do Trabalho e Emprego. Este registro é fundamental para o exercício legal da profissão, constituição de seu próprio negócio, ingressos em concursos públicos e processos admissionários em empresas de fotografia, públicas ou particulares, bancos de imagens, agências de notícias, jornalismo e consularização de seu registro de fotógrafo, caso queira trabalhar em outros países ou Ongs. Internacionais, como "FOTÓGRAFOS SEM FRONTEIRAS" entre outras modalidades. SEJA FOTÓGRAFO DEVIDAMENTE REGULAMENTADO. QUALIDADE E EXCELÊNCIA EM EDUCAÇÃO FOTOGRÁFICA É NOSSO DIFERENCIAL HÁ MAIS DE QUATRO DÉCADAS. Os alunos recém-formados pela Focus competem em nível de igualdade com fotógrafos profissionais que estão no mercado há mais de 30 anos. Na FOCUS, o aluno entra no mercado de trabalho pela porta da frente! Os alunos, após formados, são encaminhados para o mercado de trabalho. Cursos 100% práticos, apostilados e com plantão de dúvidas. Faça bem feito, faça Focus! Há mais de 44 anos formando novos profissionais. AUTOR DO PROJETO e MEDIADOR DESSE BLOG: Prof. Dr. Enio Leite Alves, Professor Titular aposentado da Universidade de São Paulo, nascido em São Paulo, SP, 1953. PROF. DR. ENIO LEITE: Área de atuação: Fotografia educacional, fotografia autoral, fotojornalismo, moda, propaganda e publicidade. Pesquisador iconográfico. Sociólogo, jornalista, físico, fotoquímico, inventor e docente universitário. Fotografo de imprensa desde 1967, prestando serviços para os Diários Associados e professor do Sesc e do Curso de Artes Fotográficas Senac Dr. Vila Nova, São Paulo. Fotografo do Jornal da Tarde em 1972 -1973. Em 1975, funda a FOCUS – ESCOLA DE FOTOGRAFIA, primeira instituição de ensino técnico e tecnológico da AMÉRICA LATINA. No mesmo ano, suas fotos são premiadas na 13ª Bienal Internacional de São Paulo, quando a fotografia passa a reconhecida pela primeira vez como obra de valor artístico. Enio Leite, fundador do MOVIMENTO PHOTOUSP no início dos anos 70, com Raul Garcez e Sergio Burgi, entre outros, no centro acadêmico da Escola Politécnica, na Cidade Universitária, São Paulo-SP. Professor de fotografia publicitária da Escola Superior de Propaganda e Marketing, (ESPM), 1982 a 1984. Mestre em Ciências da Comunicação em 1990, pela Escola de Comunicação e Artes, USP. Doutor em História da Fotografia, Fotoquímica, Óptica fotográfica e Fotografia Publicitária Digital, em 1993, pela UNIZH, Suíça. No ano de 1997 obteve Livre Docência na Universitá Degli Studi di Roma Tre. Professor convidado pela Miami Dade University, Flórida, 1995. Pesquisador e escritor, publicou o primeiro livro didático em língua portuguesa sobre fotografia digital, Editora Viena, São Paulo, maio 2011, já na quarta edição e presente nas principais universidades brasileiras portuguesas. Colabora com artigos, ensaios, pesquisas e títulos sobre fotoquímica, radioquímica, técnica fotográfica, tecnologia digital da imagem, semiótica e filosofia da imagem para publicações especializadas nacionais e internacionais. (Fonte: Agência Estado - 12/03/2019)

Deixe seu comentário

  • (não será mostrado)