Fotografo: desempenho e 1° emprego

em Artigos e Entrevistas, Dicas & Tutoriais, Notícias.

fotografo iniciante, primeiro emprego, mercado de trabalho, mercado de fotografo, oportunidade de trabalho, mercado fotográfico, casamentos, eventos sociais, experiência de trabalho, fotografia digital, cursos fotografias são paulo e cursos de fotografia a distancia, Fotografia digital dicas, cursos de photoshop, curso de fotografia básico, curso de fotografia avançado, cursos de fotografia profissional,  aulas de fotografia sp,  melhor curso de fotografia sp , curso fotografia profissional, dicas de fotos, fotografia dicas, curso de fotografia de moda, curso de fotografia retratos e books, dicas fotografia, cursos de photoshop, curso de fotografia São Paulo, escola fotografia sp, cursos de fotografia sp, focus fotografia, concursos de fotografia, fotógrafos, cursos de fotografia  sp zona leste, fotografia, blog focus fotografia, enio leite, escola focus de fotografia, curso fotografia sp, cursos de fotografia profissional,  cursos de fotografia sp, Fotografia, escolas de fotografias sp, curso de fotografia sp, notícias sobre fotografia, curso fotografias, melhores curso de fotografia sp, melhores cursos de fotografias Brasil, melhores cursos de fotografia SP,  aulas de fotografia, escola de fotografia sp, melhor escola de fotografia, curso de fotografia, curso de fotografia sp,

Quase sempre empresários do mercado fotográfico torcem o nariz para candidatos ao primeiro emprego

 Esse é um grave equívoco e um erro na gestão de pessoal. Com esse enorme contingente de jovens em busca da primeira oportunidade de trabalho, chega a ser uma atitude preconceituosa e também socialmente injusta. Empresários que agem assim são aqueles que dispensam programas de treinamento, jamais treinaram seus funcionários ou raramente o fazem. Outro engano é imaginar que, admitindo candidatos que já possuam experiência de outros trabalhos, mesmo que não sejam do mesmo segmento, eles possam trazer mais eficiência. Também é um equívoco imaginar que esse pessoal, devido à experiência acumulada, respeitando as exceções, possa custar menos à empresa. É muito comum acontecer o contrário. O desavisado empresário, com sua gestão de pessoal do tipo “meia boca”, acaba pagando caro por isso.

Preciso de funcionários – O mercado fotográfico é um segmento que oferece um campo fértil ao desenvolvimento de políticas voltadas à primeira oportunidade de trabalho. Vejamos: onde buscar funcionários que já conheçam uma variedade grande de equipamentos e seus usos e que também saibam vendê-los? De onde trazer pessoal especializado em um universo tão complexo de modelos de câmeras e acessórios, e que também saiba vender o peixe da sua empresa? Onde conseguir gente que saiba responder a todas as questões sobre fotografia digital, com segurança? E o que dizer de pessoal treinado tecnicamente para casamentos, eventos sociais ou books com máquinas a cada dia mais sofisticadas? De que mundo importar esses recursos humanos tão bem-preparados? Se está pensando no concorrente, esqueça. Esse é o pior dos territórios onde garimpar gente que agregue valor ao seu negócio. O mais provável é que venha a contaminar com o “vírus” da ineficiência e liquidar com o que resta de bom na sua empresa.

Investindo em treinamento – Gestão de pessoal é assunto sério, é questão de vida ou morte do seu negócio. É ser eficiente ou o desastre. Não existe meio-termo. Aqui não há lugar para bonzinhos ou mais ou menos bons. Ou é excelente ou não serve. Genérico tá fora. Por mais respeito que se tenha à classe dos medicamentos, aqui só funciona com marca – marca de qualidade em eficiência. E para gravar marca em pessoal terá que investir e, para ser mais sincero ainda, jamais parar de investir. Essa é a marca que faz a diferença. Qual o remédio? Treinamento, treinamento e mais treinamento até a exaustão. Custa caro? Custa muito menos no médio prazo e cura os males comuns às empresas com gestões inadequadas de pessoal. Admitir os que estão iniciando o trabalho é a chave para criar uma equipe de sucesso. Procure escola de fotografia especializada em formação de fotógrafos profissionais de sua confiança e faça um convênio educativo.

Dê uma chance – O jovem, ao começar sua experiência de trabalho, tem inúmeras chances de fazer parte de um time bem-sucedido. A motivação é enorme, o esforço despendido na dura busca ao trabalho é de valor inestimável, e o ego carregado de satisfação contribuirá em futuras realizações. Outros aspectos positivos são: disposição maior para novos aprendizados, mais receptividade a cursos e treinamentos exaustivos, mais cuidado e zelo no ambiente de trabalho e também maior valorização do emprego. Não priorizar experiência é uma atitude correta. Esta deve ser adquirida dentro da empresa, em benefício do negócio e do funcionário. Quando for admitir, dê uma chance à sua empresa. Contrate jovens sem experiência, que só desejam ter o direito de mostrar o quanto podem ser competentes e eficientes no trabalho para satisfação de todos e, em especial, do seu cliente. Essa é a razão de todo esse esforço.

Sobre o autor

ATENÇÃO: OS TEXTOS, MATÉRIAS TÉCNICAS, APRESENTADAS NESSE BLOG SÃO PESQUISADAS, SELECIONADAS E PRODUZIDAS PELOS ALUNOS, PROFESSORES E COLABORADORES DA FOCUS PARA USO MERAMENTE DIDÁTICO E COMPLEMENTAR ÁS AULAS DE FOTOGRAFIA NAS MODALIDADES DE CURSOS PRESENCIAIS OU A DISTÂNCIA EAD, MANTIDOS PELA FOCUS ESCOLA DE FOTOGRAFIA, SEM QUALQUER OUTRO TIPO DE PROPÓSITO, RELEVÂNCIA OU CONOTAÇÃO. PARA MAIORES INFORMAÇÕES CONSULTE https://focusfoto.com.br A Focus é a única escola de fotografia no Brasil, que oferece ao aluno o direito de obter seu REGISTRO LEGALIZADO DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL, emitido pelo Ministério do Trabalho, por meio de cursos com carga horária total de 350 horas, incluindo períodos de estágio, preparo e defesa de TCC OS CURSOS DA FOCUS ESCOLA DE FOTOGRAFIA SÃO RECONHECIDOS PELA LEI N. 9.394, ARTIGO 44, INCISO 1 (LEI DE EDUCAÇÃO) O REGISTRO DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL é unificado, sendo o mesmo obtido pelas melhores Universidades Públicas do Estado de São Paulo. E você poderá obtê-lo EM QUALQUER MODALIDADE DE CURSOS DA FOCUS, presenciais ou a distância EAD em menos de 6 meses de curso. O aluno obterá seu REGISTRO DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL diretamente nas agências regionais do Ministério do Trabalho e Emprego. Este registro é fundamental para o exercício legal da profissão, constituição de seu próprio negócio, ingressos em concursos públicos e processos admissionários em empresas de fotografia, públicas ou particulares, bancos de imagens, agências de notícias, jornalismo e consularização de seu registro de fotógrafo, caso queira trabalhar em outros países ou Ongs. Internacionais, como "FOTÓGRAFOS SEM FRONTEIRAS" entre outras modalidades. SEJA FOTÓGRAFO DEVIDAMENTE REGULAMENTADO. QUALIDADE E EXCELÊNCIA EM EDUCAÇÃO FOTOGRÁFICA É NOSSO DIFERENCIAL HÁ MAIS DE QUATRO DÉCADAS. Os alunos recém-formados pela Focus competem em nível de igualdade com fotógrafos profissionais que estão no mercado há mais de 30 anos. Na FOCUS, o aluno entra no mercado de trabalho pela porta da frente! Os alunos, após formados, são encaminhados para o mercado de trabalho. Cursos 100% práticos, apostilados e com plantão de dúvidas. Faça bem feito, faça Focus! Há mais de 44 anos formando novos profissionais. AUTOR DO PROJETO e MEDIADOR DESSE BLOG: Prof. Dr. Enio Leite Alves, Professor Titular aposentado da Universidade de São Paulo, nascido em São Paulo, SP, 1953. PROF. DR. ENIO LEITE: Área de atuação: Fotografia educacional, fotografia autoral, fotojornalismo, moda, propaganda e publicidade. Pesquisador iconográfico. Sociólogo, jornalista, físico, fotoquímico, inventor e docente universitário. Fotografo de imprensa desde 1967, prestando serviços para os Diários Associados e professor do Sesc e do Curso de Artes Fotográficas Senac Dr. Vila Nova, São Paulo. Fotografo do Jornal da Tarde em 1972 -1973. Em 1975, funda a FOCUS – ESCOLA DE FOTOGRAFIA, primeira instituição de ensino técnico e tecnológico da AMÉRICA LATINA. No mesmo ano, suas fotos são premiadas na 13ª Bienal Internacional de São Paulo, quando a fotografia passa a reconhecida pela primeira vez como obra de valor artístico. Enio Leite, fundador do MOVIMENTO PHOTOUSP no início dos anos 70, com Raul Garcez e Sergio Burgi, entre outros, no centro acadêmico da Escola Politécnica, na Cidade Universitária, São Paulo-SP. Professor de fotografia publicitária da Escola Superior de Propaganda e Marketing, (ESPM), 1982 a 1984. Mestre em Ciências da Comunicação em 1990, pela Escola de Comunicação e Artes, USP. Doutor em História da Fotografia, Fotoquímica, Óptica fotográfica e Fotografia Publicitária Digital, em 1993, pela UNIZH, Suíça. No ano de 1997 obteve Livre Docência na Universitá Degli Studi di Roma Tre. Professor convidado pela Miami Dade University, Flórida, 1995. Pesquisador e escritor, publicou o primeiro livro didático em língua portuguesa sobre fotografia digital, Editora Viena, São Paulo, maio 2011, já na quarta edição e presente nas principais universidades brasileiras portuguesas. Colabora com artigos, ensaios, pesquisas e títulos sobre fotoquímica, radioquímica, técnica fotográfica, tecnologia digital da imagem, semiótica e filosofia da imagem para publicações especializadas nacionais e internacionais. (Fonte: Agência Estado - 12/03/2019)

Deixe seu comentário

  • (não será mostrado)