A história por detrás da fotografia do beijo em frente ao Hotel de Ville

em (11) 3104 6951, aulas de fotografia, aulas de fotografia online, aulas de fotografia sp, curso de fotografia, curso de fotografia sp, curso fotografias, cursos de fotografia online, cursos de fotografia sp, cursos de fotojornalismo sp, cursos de photoshop, cursos vips de fotografia, Dicas & Tutoriais, escola de fotografia sp, escola focus, escola focus de fotografia, escolas de fotografia, escolas de fotografia profissional, escolas de fotografia sp, escolas de fotografias sp, fotografia aula sp, fotografia cursos, fotografia escolas sp, melhores cursos de fotografia do Brasil, melhores escolas de fotografia Brasil.

A história por detrás da foto, fotografia do beijo, Hotel de Ville, robert Dosineau, Paris, espontaneidade do momento, fotografia do beijo, revista Life, Françoise Bornet, Jacques Carteaud, Direitos de Imagem, gestos espontâneos, sucesso imediato, fantasia perfeita, capital das artes, cultura, liberdade, revistas americanas,, aulas de fotografia,  arte da fotografia de moda, focus, escolas de fotografia sp, cursos de fotografia sp, focus escola de fotografia, curso de fotografia online, cursos de fotografia profissional, aulas individuais de fotografia, melhores escolas de fotografia no Brasil, curso de fotografia zona sul sp, arte da fotografia de moda,

O melhor beijo da história da fotografia

Um dos beijos mais famosos de sempre foi captado pelo fotógrafo Robert Doisneau. Foi tudo encenado mas até agora a história ainda não era conhecida. A filha de Doisneau resolveu contar tudo.

Observador/Pt

Um dos beijos mais famosos da história aconteceu em Paris e foi captado pelo fotógrafo francês Robert Doisneau. Alguns acreditaram na espontaneidade do momento, mas outros afirmaram que a imagem tinha sido encenada.

O fotógrafo confirmou que tinha sido tudo encenado mas a história não era clara. A sua filha, Francine Deroudille, desmistifica agora a fotografia do beijo, em conversa com a BBC.

A fotografia foi publicada pela revista Life — para um artigo sobre o amor em Paris — e, nos anos seguintes, o fotógrafo chegou a ser processado por diversos casais que reclamavam ser os protagonistas da imagem mas Doisneau revelou que o momento tinha sido encenado com Françoise Bornet e Jacques Carteaud, dois estudantes de teatro. Francine explica que devido aos direitos de imagem, o seu pai preferia usar amigos e jovens atores nas suas fotografias.

Tudo aconteceu numa tarde de março em 1950. Robert Doisneau saiu para a rua com os dois jovens atores e “simplesmente deixou-os ser“, ou seja, deixou-os fazer o que quisessem, observando-os de perto. Os jovens caminharam, conversaram, deram as mãos e acabaram por se beijar. Nada combinado, tudo gestos espontâneos.

Os seus modelos não eram modelos no sentido que não pousavam. Doisneau simplesmente captou-os ‘namoriscar’ e a beijarem-se, de uma forma muito natural” explica Francine.

O beijo ocorreu na rua de Rivoli, em frente ao Hôtel de Ville (Câmara Municipal de Paris), com Doisneau sentado num café. À volta do jovem casal passam carros e trausentes indiferentes à cena. Para o fotógrafo a imagem não era nada de extraordinário, apenas reconhecia que as pessoas gostavam das suas fotos “porque veem nelas o que veriam se parassem de se apressar e tirassem um tempo para apreciar a cidade”. Mas quando 30 anos depois a fotografia é publicada em cartaz e se torna um fenômeno de sucesso imediato e global, Robert Doisneau teve de reconhecer que era especial.

Todos nós percebemos que representava uma fantasia perfeita. Ela encapsula a visão do mundo de Paris como a cidade do amor e da liberdade.

A filha do fotógrafo garante que na época, nos anos 50, Paris era a capital das artes, da cultura e da liberdade. O fotógrafo era um apaixonado pela cidade, assim como o resto do mundo.

As revistas americanas estavam muito interessadas em histórias de Paris, especialmente em histórias sobre a vida nas ruas de Paris onde as pessoas se comportavam muito mais livremente do que em qualquer lugar na América. Mesmo nas ruas de Nova Iorque, os casais não eram visto a beijarem-se e certamente nunca tão despreocupadamente.

Fonte: https://goo.gl/XoDkVP 

FOCUS Escola de Fotografia –  http://focusfoto.com.br
Conheça os novos cursos da Focus: http://focusfoto.com.br/cursos/

Confira opinião de Ex-Alunos: https://goo.gl/yRlkM9
Fale com a Focus: cursos@focusfoto.com.br

 Seja fotografo regulamentado
Obtenha seu registro Mtb de fotografo profissional

 Referência em ensino de fotografia
“Faça bem feito, faça Focus! – Desde 1975” 

Sobre o autor

AS MATÉRIAS APRESENTADAS NESSE BLOG SÃO PARA USO MERAMENTE DIDÁTICO E COMPLEMENTAR DAS AULAS DE TODAS AS MODALIDADES DE CURSOS MANTIDOS PELA FOCUS ESCOLA DE FOTOGRAFIA, SEM QUALQUER OUTRO TIPO DE PROPÓSITO OU CONOTAÇÃO. PARA MAIORES INFORMAÇÕES CONSULTE https://focusfoto.com.br Por meio desse conteúdo, você já pode ter uma referência do perfil do profissional que colocamos no mercado de trabalho. A Focus é a única escola de fotografia no Brasil, que oferece ao aluno o direito de obter seu REGISTRO MTB DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL, emitido pelo Ministério do Trabalho, por meio de cursos com carga horária total de 300 horas, incluindo períodos de estágio, preparo e defesa de TCC OS CURSOS DA FOCUS ESCOLA DE FOTOGRAFIA SÃO RECONHECIDOS PELA LEI N. 9.394, ARTIGO 44, INCISO 1 (LEI DE EDUCAÇÃO) O REGISTRO MTB DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL é unificado, sendo o mesmo obtido pelas melhores Universidades Públicas do Estado de São Paulo. E você poderá obtê-lo NOS CURSOS DA FOCUS, em menos de 4 meses de curso. O aluno obterá seu REGISTRO MTB DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL diretamente nas agências regionais do Ministério do Trabalho e Emprego. Este registro é fundamental para o exercício legal da profissão, constituição de seu próprio negócio, ingressos em concursos públicos e processos admissionários em empresas de fotografia, públicas ou particulares, bancos de imagens, agências de notícias, jornalismo e consularização de seu registro de fotógrafo, caso queira trabalhar em outros países ou Ongs. Internacionais, como "FOTÓGRAFOS SEM FRONTEIRAS" entre outras modalidades. SEJA FOTÓGRAFO DEVIDAMENTE REGULAMENTADO. QUALIDADE E EXCELÊNCIA EM EDUCAÇÃO FOTOGRÁFICA É NOSSO DIFERENCIAL HÁ MAIS DE QUATRO DÉCADAS. Os alunos recém-formados pela Focus competem em nível de igualdade com fotógrafos profissionais que estão no mercado há mais de 30 anos. Na FOCUS, o aluno entra no mercado de trabalho pela porta da frente! Os alunos, após formados, são encaminhados para o mercado de trabalho. Cursos 100% práticos, apostilados e com plantão de dúvidas. Faça bem feito, faça Focus! Há mais de 43 anos formando novos profissionais. AUTOR DO PROJETO e ORGANIZADOR DO BLOG: Prof. Dr. Enio Leite Alves, nascido em São Paulo, SP, 1953. PROF. DR. ENIO LEITE: Área de atuação: Fotografia educacional, fotografia autoral, fotojornalismo, moda, propaganda e publicidade. Pesquisador iconográfico. Sociólogo, jornalista, físico, fotoquímico, inventor e docente universitário. Fotografo de imprensa desde 1967, prestando serviços para os Diários Associados e professor do Sesc e do Curso de Artes Fotográficas Senac Dr. Vila Nova, São Paulo. Fotografo do Jornal da Tarde em 1972 -1973. Em 1975, funda a FOCUS – ESCOLA DE FOTOGRAFIA, primeira instituição de ensino técnico e tecnológico da AMÉRICA LATINA. No mesmo ano, suas fotos são premiadas na 13ª Bienal Internacional de São Paulo, quando a fotografia passa a reconhecida pela primeira vez como obra de valor artístico. Fundador do MOVIMENTO PHOTOUSP no início dos anos 70, com Raul Garcez e Sergio Burgi, entre outros, no centro acadêmico da Escola Politécnica, na Cidade Universitária, São Paulo-SP. Professor de fotografia publicitária da Escola Superior de Propaganda e Marketing, (ESPM), 1982 a 1984. Mestre em Ciências da Comunicação em 1990, pela Escola de Comunicação e Artes, USP. Doutor em História da Fotografia, Fotoquímica, Óptica fotográfica e Fotografia Publicitária Digital, em 1993, pela UNIZH, Suíça. No ano de 1997 obteve Livre Docência na Universitá Degli Studi di Roma Tre. Professor convidado pela Miami Dade University, Flórida, 1995. Pesquisador e escritor, publicou o primeiro livro didático em língua portuguesa sobre fotografia digital, Editora Viena, São Paulo, maio 2011, já na quarta edição e presente nas principais universidades brasileiras portuguesas. Colabora com artigos, ensaios, pesquisas e títulos sobre fotoquímica, radioquímica, técnica fotográfica, tecnologia digital da imagem, semiótica e filosofia da imagem para publicações especializadas nacionais e internacionais. (Fonte: Agência Estado 17/01/2017)

Deixe seu comentário

  • (não será mostrado)