Mostra de fotografia revê Rio de Janeiro da bossa nova e da ditadura

em Artigos e Entrevistas, Dicas & Tutoriais, Notícias.

Evandro Teixeira, Bossa Nova, ditadura, Rio 1968, protesto de estudantes, Centro Cultural Justiça Federal, Jornal do Brasil, Carlos Drummond de Andrade, Cinelândia Fotografia, escolas de fotografias sp, cursos de fotografia sp, curso de fotografias sp, notícias sobre fotografia, curso fotografias, melhores curso de fotografias sp, melhores cursos de fotografias sp, curso de fotografia sp melhores,    Escolas de fotografia sp, Aulas de fotografia, cursos de photoshop, fotografia cursos sp, cursos de fotografia online, curso de fotografia sp, escola focus,cursos de fotografia zona leste sp, focus fotografia cursos,enio leite, focus escola de fotografia, cursos de fotografia sp, focus foto, curso de fotografia sp, curso fotografia sp, enio leite,  fotografia dicas,  curso de fotografia sp, curso de fotografia digital, aulas de fotografia sp, cursos de fotografia zona sul sp, melhor curso de fotografia Brasil, curso de video Full HD, notícias fotografia, curso de fotografia técnico sp, escolas de fotografia sp

Flagra de um protesto de estudantes no Rio fotografado por Evandro Teixeira em 1968

O mote da exposição de fotos de Evandro Teixeira, no Centro Cultural Justiça Federal, no Rio, é o 50º aniversário do golpe militar, mas, para o fotógrafo, os anos 1960 foram bem mais do que isso.

Nos 47 anos em que trabalhou no “Jornal do Brasil”, Teixeira retratou generais, cobriu protestos, viu censores picotarem reportagens consideradas ofensivas à ditadura diante de jornalistas.

Mas também registrou a rebeldia de Leila Diniz, a revolução dos costumes nos biquínis das moças de Ipanema e viu surgir a bossa nova.

“O Rio era a capital cultural do país. Ficávamos no Antonio’s Bar, até seis da manhã, eu, Tom [Jobim] e Vinícius [de Moraes], jogando conversa fora, só sentados, na porta”, relembra Teixeira.

Do convívio com a intelectualidade da época, com escritores como Antonio Callado e Otto Lara Resende, uma amizade se sobressaiu: Carlos Drummond de Andrade.

Ele e o escritor mineiro costumavam trocar bilhetes na redação, alguns deles jamais publicados. Em março, uma biografia de Teixeira, escrita por Silvana Costa Moreira e Marcos Eduardo Neves, chegará às livrarias, trazendo algumas dessas mensagens.

O fato é que, com a intimidade, Teixeira criou coragem e pediu que Drummond escrevesse um texto de apresentação para um livro que lançaria. Na hora, o escritor não disse nem sim nem não.

Mas, para surpresa do fotógrafo, atendeu o pedido. “Olha, vê se você gosta”, perguntou Drummond, acenando com o papel. Teixeira recebia ali o poema “Diante das Fotos de Evandro Teixeira”, que mais tarde o escritor incluiria em um de seus livros.

“Das luas de rua no Rio em 1968, que nos resta mais positivo, mais queimante do que as fotos acusadoras, tão vivas hoje como então, a lembrar como a exorcizar?”, diz o texto, exposto em uma das paredes da mostra no Rio.

A exposição tem 17 imagens icônicas da década de 1960, grande parte delas registros instantâneos do embate entre o Exército e manifestantes, como na Passeata dos Cem Mil, de 1968.

Uma fotografia impressionante é a de um estudante em fuga que, acossado por militares durante protesto na Cinelândia, também em 1968, caiu sobre o meio-fio. “Foi um berro triste. Quando me viram fotografando, [os militares] partiram para cima de mim. Mas como eu corria muito, não me pegaram.”

A mostra tem também fotos insólitas e bem-humoradas. Um exemplo é o flagrante ousado de dentro do carro da rainha Elizabeth 2ª em visita a São Paulo. “Na saída de um museu, ela entrou no carro. Fotografei sem olhar. Dei sorte, saiu certo”, afirma.

EVANDRO TEIXEIRA

QUANDO: de ter. a dom., das 12h às 19h; até 27/2

ONDE: Centro Cultural Justiça Federal, av. Rio Branco, 241, Rio, tel. (21) 3261-2550

QUANTO: grátis

Veja Slide Show: http://goo.gl/SQi2i1

Fonte: http://goo.gl/5AueTy

Conheça os cursos da Focus: http://focusfoto.com.br/cursos/
Fale com a Focus:
 cursos@focusfoto.com.br

Sobre o autor

ATENÇÃO: OS TEXTOS, MATÉRIAS TÉCNICAS, APRESENTADAS NESSE BLOG SÃO PESQUISADAS, SELECIONADAS E PRODUZIDAS PELOS ALUNOS, PROFESSORES E COLABORADORES DA FOCUS PARA USO MERAMENTE DIDÁTICO E COMPLEMENTAR ÁS AULAS DE FOTOGRAFIA NAS MODALIDADES DE CURSOS PRESENCIAIS OU A DISTÂNCIA EAD, MANTIDOS PELA FOCUS ESCOLA DE FOTOGRAFIA, SEM QUALQUER OUTRO TIPO DE PROPÓSITO, RELEVÂNCIA OU CONOTAÇÃO. PARA MAIORES INFORMAÇÕES CONSULTE https://focusfoto.com.br A Focus é a única escola de fotografia no Brasil, que oferece ao aluno o direito de obter seu REGISTRO LEGALIZADO DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL, emitido pelo Ministério do Trabalho, por meio de cursos com carga horária total de 350 horas, incluindo períodos de estágio, preparo e defesa de TCC OS CURSOS DA FOCUS ESCOLA DE FOTOGRAFIA SÃO RECONHECIDOS PELA LEI N. 9.394, ARTIGO 44, INCISO 1 (LEI DE EDUCAÇÃO) O REGISTRO DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL é unificado, sendo o mesmo obtido pelas melhores Universidades Públicas do Estado de São Paulo. E você poderá obtê-lo EM QUALQUER MODALIDADE DE CURSOS DA FOCUS, presenciais ou a distância EAD em menos de 6 meses de curso. O aluno obterá seu REGISTRO DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL diretamente nas agências regionais do Ministério do Trabalho e Emprego. Este registro é fundamental para o exercício legal da profissão, constituição de seu próprio negócio, ingressos em concursos públicos e processos admissionários em empresas de fotografia, públicas ou particulares, bancos de imagens, agências de notícias, jornalismo e consularização de seu registro de fotógrafo, caso queira trabalhar em outros países ou Ongs. Internacionais, como "FOTÓGRAFOS SEM FRONTEIRAS" entre outras modalidades. SEJA FOTÓGRAFO DEVIDAMENTE REGULAMENTADO. QUALIDADE E EXCELÊNCIA EM EDUCAÇÃO FOTOGRÁFICA É NOSSO DIFERENCIAL HÁ MAIS DE QUATRO DÉCADAS. Os alunos recém-formados pela Focus competem em nível de igualdade com fotógrafos profissionais que estão no mercado há mais de 30 anos. Na FOCUS, o aluno entra no mercado de trabalho pela porta da frente! Os alunos, após formados, são encaminhados para o mercado de trabalho. Cursos 100% práticos, apostilados e com plantão de dúvidas. Faça bem feito, faça Focus! Há mais de 44 anos formando novos profissionais. AUTOR DO PROJETO e MEDIADOR DESSE BLOG: Prof. Dr. Enio Leite Alves, Professor Titular aposentado da Universidade de São Paulo, nascido em São Paulo, SP, 1953. PROF. DR. ENIO LEITE: Área de atuação: Fotografia educacional, fotografia autoral, fotojornalismo, moda, propaganda e publicidade. Pesquisador iconográfico. Sociólogo, jornalista, físico, fotoquímico, inventor e docente universitário. Fotografo de imprensa desde 1967, prestando serviços para os Diários Associados e professor do Sesc e do Curso de Artes Fotográficas Senac Dr. Vila Nova, São Paulo. Fotografo do Jornal da Tarde em 1972 -1973. Em 1975, funda a FOCUS – ESCOLA DE FOTOGRAFIA, primeira instituição de ensino técnico e tecnológico da AMÉRICA LATINA. No mesmo ano, suas fotos são premiadas na 13ª Bienal Internacional de São Paulo, quando a fotografia passa a reconhecida pela primeira vez como obra de valor artístico. Enio Leite, fundador do MOVIMENTO PHOTOUSP no início dos anos 70, com Raul Garcez e Sergio Burgi, entre outros, no centro acadêmico da Escola Politécnica, na Cidade Universitária, São Paulo-SP. Professor de fotografia publicitária da Escola Superior de Propaganda e Marketing, (ESPM), 1982 a 1984. Mestre em Ciências da Comunicação em 1990, pela Escola de Comunicação e Artes, USP. Doutor em História da Fotografia, Fotoquímica, Óptica fotográfica e Fotografia Publicitária Digital, em 1993, pela UNIZH, Suíça. No ano de 1997 obteve Livre Docência na Universitá Degli Studi di Roma Tre. Professor convidado pela Miami Dade University, Flórida, 1995. Pesquisador e escritor, publicou o primeiro livro didático em língua portuguesa sobre fotografia digital, Editora Viena, São Paulo, maio 2011, já na quarta edição e presente nas principais universidades brasileiras portuguesas. Colabora com artigos, ensaios, pesquisas e títulos sobre fotoquímica, radioquímica, técnica fotográfica, tecnologia digital da imagem, semiótica e filosofia da imagem para publicações especializadas nacionais e internacionais. (Fonte: Agência Estado - 12/03/2019)

Deixe seu comentário

  • (não será mostrado)