Nova sede do Instituto Moreira Salles se transforma em templo da fotografia

em Uncategorized.

Nova sede, Instituto Moreira Salles, templo da fotografia  Atividade, exposições simultaneas, novidade, apreçp às artes, Unibanco, música, literatira, cinema, cineastas, ponto de partida, comunicação, era digital, arquitetura, leveza, transparência, cineteatro, focus escola de fotografia,  curso de fotografia sp

Visão da fachada do prédio IMS. Foto: André Porto/Metro

Amanda Queirós / Metro Jornal São Paulo

Foram necessários quatro anos e R$ 150 milhões para que um pedacinho de terreno na avenida Paulista se transformasse nos nove andares da nova sede do Instituto Moreira Salles, que abre nesta quarta-feira (20) suas atividades com cinco exposições simultâneas.

“Estar aqui impõe uma imensa novidade. Quisemos que esse prédio fosse muito voltado ao visitante”, afirma o superintendente executivo da casa, Flávio Pinheiro.

Atuante desde 1992, com sedes em Poços de Caldas e no Rio, o IMS é fruto do apreço às artes de herdeiros do antigo Unibanco. Seu foco está, principalmente, na fotografia, mas há braços voltados à música, à literatura e ao cinema – os irmãos Walter e João Moreira Salles são cineastas.

“Queremos ser um ponto de partida para discutir a imagem que produzimos, um tipo de comunicação que, principalmente na era digital, transborda para outros campos”, explica Lorenzo Mammi, curador de programação e eventos do IMS.

Ele destaca o papel da arquitetura do prédio – baseada na leveza e na transparência – para o favorecimento de conexões entre o que se vê nos diferentes andares.

“Buscamos fornecer acessos diferenciados às obras focando tanto aquele que apenas visita a exposição quanto aquele que deseja se aprofundar no que viu a partir de um curso”, completa.

Recoberto de vidro, o projeto do escritório Andrade Morettin Arquitetos Associados provoca no visitante uma sensação de amplitude.

Além dos três espaços expositivos, há uma biblioteca com 15 mil volumes, estúdios para fotografia analógica e digital, espaço para cursos, uma livraria e o Balaio, restaurante assinado pelo chef Rodrigo Oliveira, do Mocotó.

A programação de outras linguagens se espalha ainda pelo espaço térreo – onde haverá uma roda de choro neste domingo, às 16h –, e no cineteatro, que recebe no dia 26 um show em homenagem aos 120 anos de Pixinguinha.

Exposições de abertura

Robert Frank

Aos 92 anos, o suíço radicado nos Estados Unidos mostra pela primeira vez no Brasil a série “Os Americanos”, com 83 fotos de quando percorreu os EUA de 1955 a 1957, além do projeto “Os Livros e os Filmes”, em parceria com o editor Gerhard Steidl. 

Exposição The Clock

‘Corpo a Corpo’

A exposição propõe uma reflexão sobre o corpo como produtor e encenador da imagem a partir de obras de Bárbara Wagner, Coletivo Garapa, Jonathas de Andrade, Letícia Ramos, Mídia Ninja e Sofia Borges.

‘The Clock’

O suíço-americano Christian Marclay recebeu o Leão de Ouro na 54ª Bienal de Veneza, em 2011, por esta videoinstalação, na qual reflete sobre o tempo. Ao longo de 24 horas, a obra mostra uma colagem de cenas de filmes e TV que fazem referência ao horário do dia. De sábado para domingo, até 19/11, o IMS ficará aberto de madrugada para que a obra possa ser apreciada na íntegra. O artista participa de um debate gratuito nesta quarta, às 18h.

Serviço:

Instituto Moreira Salles (av. Paulista, 2.424, Consolação, tel.: 2842-9120). De ter. a dom., das 10h às 20h; qui., das 10h às 22h. Acesso gratuito às exposições.

Fonte: https://goo.gl/B8Xtyg

FOCUS Escola de Fotografia –  http://focusfoto.com.br
Conheça os novos cursos da Focus: http://focusfoto.com.br/cursos/

Confira opinião de Ex-Alunos: https://goo.gl/yRlkM9
Fale com a Focus: cursos@focusfoto.com.br
Veja TCC de Alunos: https://focusfoto.com.br/tag/tcc/

Sobre o autor

ATENÇÃO: OS TEXTOS, MATÉRIAS TÉCNICAS, APRESENTADAS NESSE BLOG SÃO PESQUISADAS, SELECIONADAS E PRODUZIDAS PELOS ALUNOS, PROFESSORES E COLABORADORES DA FOCUS PARA USO MERAMENTE DIDÁTICO E COMPLEMENTAR ÁS AULAS DE FOTOGRAFIA NAS MODALIDADES DE CURSOS PRESENCIAIS OU A DISTÂNCIA EAD, MANTIDOS PELA FOCUS ESCOLA DE FOTOGRAFIA, SEM QUALQUER OUTRO TIPO DE PROPÓSITO, RELEVÂNCIA OU CONOTAÇÃO. PARA MAIORES INFORMAÇÕES CONSULTE https://focusfoto.com.br A Focus é a única escola de fotografia no Brasil, que oferece ao aluno o direito de obter seu REGISTRO LEGALIZADO DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL, emitido pelo Ministério do Trabalho, por meio de cursos com carga horária total de 350 horas, incluindo períodos de estágio, preparo e defesa de TCC OS CURSOS DA FOCUS ESCOLA DE FOTOGRAFIA SÃO RECONHECIDOS PELA LEI N. 9.394, ARTIGO 44, INCISO 1 (LEI DE EDUCAÇÃO) O REGISTRO DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL é unificado, sendo o mesmo obtido pelas melhores Universidades Públicas do Estado de São Paulo. E você poderá obtê-lo EM QUALQUER MODALIDADE DE CURSOS DA FOCUS, presenciais ou a distância EAD em menos de 6 meses de curso. O aluno obterá seu REGISTRO DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL diretamente nas agências regionais do Ministério do Trabalho e Emprego. Este registro é fundamental para o exercício legal da profissão, constituição de seu próprio negócio, ingressos em concursos públicos e processos admissionários em empresas de fotografia, públicas ou particulares, bancos de imagens, agências de notícias, jornalismo e consularização de seu registro de fotógrafo, caso queira trabalhar em outros países ou Ongs. Internacionais, como "FOTÓGRAFOS SEM FRONTEIRAS" entre outras modalidades. SEJA FOTÓGRAFO DEVIDAMENTE REGULAMENTADO. QUALIDADE E EXCELÊNCIA EM EDUCAÇÃO FOTOGRÁFICA É NOSSO DIFERENCIAL HÁ MAIS DE QUATRO DÉCADAS. Os alunos recém-formados pela Focus competem em nível de igualdade com fotógrafos profissionais que estão no mercado há mais de 30 anos. Na FOCUS, o aluno entra no mercado de trabalho pela porta da frente! Os alunos, após formados, são encaminhados para o mercado de trabalho. Cursos 100% práticos, apostilados e com plantão de dúvidas. Faça bem feito, faça Focus! Há mais de 44 anos formando novos profissionais. AUTOR DO PROJETO e MEDIADOR DESSE BLOG: Prof. Dr. Enio Leite Alves, Professor Titular aposentado da Universidade de São Paulo, nascido em São Paulo, SP, 1953. PROF. DR. ENIO LEITE: Área de atuação: Fotografia educacional, fotografia autoral, fotojornalismo, moda, propaganda e publicidade. Pesquisador iconográfico. Sociólogo, jornalista, físico, fotoquímico, inventor e docente universitário. Fotografo de imprensa desde 1967, prestando serviços para os Diários Associados e professor do Sesc e do Curso de Artes Fotográficas Senac Dr. Vila Nova, São Paulo. Fotografo do Jornal da Tarde em 1972 -1973. Em 1975, funda a FOCUS – ESCOLA DE FOTOGRAFIA, primeira instituição de ensino técnico e tecnológico da AMÉRICA LATINA. No mesmo ano, suas fotos são premiadas na 13ª Bienal Internacional de São Paulo, quando a fotografia passa a reconhecida pela primeira vez como obra de valor artístico. Enio Leite, fundador do MOVIMENTO PHOTOUSP no início dos anos 70, com Raul Garcez e Sergio Burgi, entre outros, no centro acadêmico da Escola Politécnica, na Cidade Universitária, São Paulo-SP. Professor de fotografia publicitária da Escola Superior de Propaganda e Marketing, (ESPM), 1982 a 1984. Mestre em Ciências da Comunicação em 1990, pela Escola de Comunicação e Artes, USP. Doutor em História da Fotografia, Fotoquímica, Óptica fotográfica e Fotografia Publicitária Digital, em 1993, pela UNIZH, Suíça. No ano de 1997 obteve Livre Docência na Universitá Degli Studi di Roma Tre. Professor convidado pela Miami Dade University, Flórida, 1995. Pesquisador e escritor, publicou o primeiro livro didático em língua portuguesa sobre fotografia digital, Editora Viena, São Paulo, maio 2011, já na quarta edição e presente nas principais universidades brasileiras portuguesas. Colabora com artigos, ensaios, pesquisas e títulos sobre fotoquímica, radioquímica, técnica fotográfica, tecnologia digital da imagem, semiótica e filosofia da imagem para publicações especializadas nacionais e internacionais. (Fonte: Agência Estado - 12/03/2019)

Deixe seu comentário

  • (não será mostrado)