O que é ISO na fotografia?

em Artigos e Entrevistas, Equipamentos.

ISO na fotografia, escola focus, enio leite, escola de fotografia, cursos de fotografia, aulas de fotografia, focus fotografia
Tudo que você precisa saber:

A palavra ISO vem da abreviatura
International Organization for Standardization. Confira o significado e como
utilizar da melhor forma as configurações do ISO em sua câmera digital.

Pricilla Kinast/Oficina da Net

As três configurações principais que você deve levar
em conta ao fazer uma fotografia de qualidade são a abertura, velocidade do
obturador e ISO. Estes três são comumente referidos como o “triângulo de
exposição”, e são os três fatores que levam a um equilíbrio de uma imagem
bem exposta. Hoje estaremos falando sobre o que é o ISO, quais os seus efeitos
na imagem e como você pode usá-lo a seu favor para tirar as melhores fotos
possíveis.

Na fotografia analógica, a classificação ISO significa
velocidade do filme. Quanto mais sensível o filme, menos luz é necessária. E na
fotografia analógica, era preciso ter claro antes de seu projeto qual filme e
com qual sensibilidade seria necessário, ou seja, que tipo de luz estará
disponível. E mudar o filme não era fácil.

Mas em tempos de fotografia digital, há uma grande
vantagem: Com as câmeras digitais, a configuração ISO pode ser alterada de
imagem para imagem. Nas câmeras digitais, a sensibilidade ISO representa a
sensibilidade à luz do sensor de imagem. Os valores ISO podem ser alterados no
menu de configurações e, portanto, sempre adaptados às condições atuais de
iluminação. Além disso, muitas câmeras digitais oferecem a possibilidade de
ajuste automático ISO.

Tenha cuidado com o modo automático, pois algumas
fabricantes tendem a usar um ISO alto desnecessariamente, aumentando o ruído
(vamos falar disso daqui a pouco), sendo que você poderia alterar a abertura ou
a velocidade do obturador para sanar a falta de luz.

As informações referem-se a uma câmera full-frame da
Canon e sem uso de flash.

sensibilidade   ISO      situação de disparo

100-200          ISO        Fotos ao sol

400-800         ISO         céu nublado, à noite

800                ISO          à noite ou em interiores escuros

Quanto maior o número ISO, mais sensível o sensor de
imagem se torna. Como resultado, até mesmo fotos com pouca luz disponível podem
ser boas e nítidas.

Valores de ISO

Aumentar a sensibilidade faz com que menos luz seja
necessária para expor adequadamente a imagem.

Use o valor ISO correto

Por padrão, a maioria das câmeras usa valores ISO entre 100 e 200. Elas representam baixa sensibilidade à luz e são mais adequadas para fotografar com luz do dia, ou em ambientes bem iluminados a noite.

Mas as coisas complicam quando as condições de iluminação não são mais ideais. Se você quiser continuar trabalhando com o ISO 100, precisará abrir a abertura ou estender o tempo de exposição. Sem o uso de um tripé, o segundo passo geralmente leva a imagens borradas.

Para compensar a trepidação da câmera, você também
pode aumentar o valor ISO da sua câmera e, assim, aumentar a fotos
sensibilidade do sensor de imagem. Isso enganará o sensor de que o assunto é
muito mais luminoso. Então você precisa de menos luz para uma boa captura.

A configuração ISO afeta a velocidade do obturador.
Mudar o ISO de 100 para 200 reduz pela metade o tempo de exposição necessário.
Se estes estivessem anteriormente em 1/125, agora apenas 1/250 são necessários.

Embora os fabricantes de câmeras possam dar diferentes instruções sobre o uso das configurações ISO, sabe-se que normalmente, valores entre 100 e 200 são adequados para fotos em situações bem iluminadas.

Em dias nublados, à noite ou em ambientes fechados, valores ISO entre 400 e 800 são recomendados. À noite ou em salas muito escuras, uma configuração ISO 800 deve dar conta do recado até mesmo quando você não pode usar o flash, como por exemplo, em concertos ou em museus mal iluminados.

Valores ISO adequados para diferentes
situações

Para uma visão geral rápida, você encontrará abaixo os
valores ISO comuns com exemplos de situações de fotografia adequadas. Estes são
valores aproximados para tirar fotos sem um tripé:

ISO      Situação          Luz

100-200          Durante o dia com tempo “bom” (sol, nuvens claras).        Muita luz

400-800          Céu nublado, nevoeiro, sombra, interiores iluminados.      Luz suficiente

800-3200        Ao entardecer ou noite, em interiores pouco iluminados.   Pouca luz

Desvantagem de altos valores ISO

Não se engane ao pensar que um alto valor ISO é a
solução para todos os problemas de iluminação, pois aumentar a configuração ISO
tem uma desvantagem: quanto maior o valor, maior a probabilidade de efeitos de
ruído nas imagens. Em particular, câmeras compactas mais baratas geralmente
produzem resultados inutilizáveis, ??mesmo com valores ISO de 400 ou mais.

Aumentar os valores ISO aumenta a sensibilidade do
sensor de imagem, e isso faz com que o ruído de fundo também aumente. Quanto
mais alto for o valor do ISO, mais visível será o ruído de cor e brilho. Estes
pixels falsos brancos ou coloridos são visíveis, principalmente nas áreas
escuras das fotos.

Se um ruído penetrar nas imagens, esses erros podem
ser corrigidos em retrospectiva com programas especiais. Softwares pagos, como
o Photoshop, permitem o pós-processamento de formatos de dados brutos. No
entanto, as avarias nunca serão completamente eliminadas. O pré-requisito para
isso é que sua câmera forneça os arquivos RAW.

Quanto maior for o ISO de uma fotografia, menor é a
capacidade da câmera de capturar muitas cores, a variedade de tons e os pretos
e brancos absolutos.

ISO ALTO

Com ISOs mais altos, a imagem fica menos saturada, com
menos contraste e maior probabilidade de pretos ou brancos estourados. Também
aumenta a probabilidade de ocorrer posterização da imagem.

Tipo de câmera

Se você quiser fotografar em condições de pouca luz sem flash, deve usar uma DSLR ou uma câmera do sistema sem espelho (DSLM). Seus sensores significativamente maiores (principalmente MFT ou APS-C) ainda podem tirar fotos mesmo em valores mais altos (ISO 1600 e mais).

Quanto maior o sensor da câmera, melhor será o
comportamento do ruído em geral. Se você quer qualidade de imagem com pouca
luz, deve procurar por câmeras com um sensor de formato completo. Estes modelos
tem os sensores MFT ou APS-C significativamente maiores. Porém, essas câmeras
podem ser muito caras, dependendo do fabricante e do modelo.

Mas independente do modelo de câmera que você tem ou
pode comprar, a regra é: menos é mais! É sempre aconselhável começar a
fotografar com valores ISO baixos, e só aumentar se você não puder diminuir a
velocidade do obturador ou a abertura do sensor.

ISO de baixo a alto Manipulação econômica de ISO alto

Como já descrito, altos valores ISO podem levar a
efeitos de ruído indesejados nas imagens. Quanto mais baixa for a configuração
ISO selecionada, mais claras serão as fotos. Se ISO 50 for selecionado, o ruído
não será visível. Por esse motivo, você deve ter cuidado se decidir aumentar os
valores ISO.

Ajustando a abertura e o tempo de exposição, você
também pode regular a incidência de luz no seu sensor de imagem. Aproveite
essas opções em conjunto com um tripé. E como fazer isso sem um tripé? Uma
parede, um muro, uma prateleira, qualquer coisa onde você possa apoiar
seguramente a sua câmera, pode se tornar um tripé improvisado. Dessa forma,
você também pode neutralizar o tremido indesejado da câmera.

Como você pode notar, o ISO pode ser um aliado ou um
inimigo da qualidade da sua fotografia, é essencial levar em conta o triângulo
da exposição, e tentar jogar a responsabilidade de captura de luz para a abertura
ou a velocidade, a fim de obter o equilíbrio necessário.

Fonte: https://bit.ly/2ZdY2hW

Aproveite para conferir mais dicas no
blog da Escola Focus.

#ISO #configurações  #focus_escola_de_fotografia  #focusfoto #focus_fotografia
#alunos_fotografia #cursos_fotografia #escolas_de_fotografia   #aulas_fotografia  #enio_leite  #cursosdefotografia

Sobre o autor

ATENÇÃO: OS TEXTOS, MATÉRIAS TÉCNICAS, APRESENTADAS NESSE BLOG SÃO PESQUISADAS, SELECIONADAS E PRODUZIDAS PELOS ALUNOS, PROFESSORES E COLABORADORES DA FOCUS PARA USO MERAMENTE DIDÁTICO E COMPLEMENTAR ÁS AULAS DE FOTOGRAFIA NAS MODALIDADES DE CURSOS PRESENCIAIS OU A DISTÂNCIA EAD, MANTIDOS PELA FOCUS ESCOLA DE FOTOGRAFIA, SEM QUALQUER OUTRO TIPO DE PROPÓSITO, RELEVÂNCIA OU CONOTAÇÃO. PARA MAIORES INFORMAÇÕES CONSULTE https://focusfoto.com.br A Focus é a única escola de fotografia no Brasil, que oferece ao aluno o direito de obter seu REGISTRO LEGALIZADO DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL, emitido pelo Ministério do Trabalho, por meio de cursos com carga horária total de 350 horas, incluindo períodos de estágio, preparo e defesa de TCC OS CURSOS DA FOCUS ESCOLA DE FOTOGRAFIA SÃO RECONHECIDOS PELA LEI N. 9.394, ARTIGO 44, INCISO 1 (LEI DE EDUCAÇÃO) O REGISTRO DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL é unificado, sendo o mesmo obtido pelas melhores Universidades Públicas do Estado de São Paulo. E você poderá obtê-lo EM QUALQUER MODALIDADE DE CURSOS DA FOCUS, presenciais ou a distância EAD em menos de 6 meses de curso. O aluno obterá seu REGISTRO DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL diretamente nas agências regionais do Ministério do Trabalho e Emprego. Este registro é fundamental para o exercício legal da profissão, constituição de seu próprio negócio, ingressos em concursos públicos e processos admissionários em empresas de fotografia, públicas ou particulares, bancos de imagens, agências de notícias, jornalismo e consularização de seu registro de fotógrafo, caso queira trabalhar em outros países ou Ongs. Internacionais, como "FOTÓGRAFOS SEM FRONTEIRAS" entre outras modalidades. SEJA FOTÓGRAFO DEVIDAMENTE REGULAMENTADO. QUALIDADE E EXCELÊNCIA EM EDUCAÇÃO FOTOGRÁFICA É NOSSO DIFERENCIAL HÁ MAIS DE QUATRO DÉCADAS. Os alunos recém-formados pela Focus competem em nível de igualdade com fotógrafos profissionais que estão no mercado há mais de 30 anos. Na FOCUS, o aluno entra no mercado de trabalho pela porta da frente! Os alunos, após formados, são encaminhados para o mercado de trabalho. Cursos 100% práticos, apostilados e com plantão de dúvidas. Faça bem feito, faça Focus! Há mais de 44 anos formando novos profissionais. AUTOR DO PROJETO e MEDIADOR DESSE BLOG: Prof. Dr. Enio Leite Alves, Professor Titular aposentado da Universidade de São Paulo, nascido em São Paulo, SP, 1953. PROF. DR. ENIO LEITE: Área de atuação: Fotografia educacional, fotografia autoral, fotojornalismo, moda, propaganda e publicidade. Pesquisador iconográfico. Sociólogo, jornalista, físico, fotoquímico, inventor e docente universitário. Fotografo de imprensa desde 1967, prestando serviços para os Diários Associados e professor do Sesc e do Curso de Artes Fotográficas Senac Dr. Vila Nova, São Paulo. Fotografo do Jornal da Tarde em 1972 -1973. Em 1975, funda a FOCUS – ESCOLA DE FOTOGRAFIA, primeira instituição de ensino técnico e tecnológico da AMÉRICA LATINA. No mesmo ano, suas fotos são premiadas na 13ª Bienal Internacional de São Paulo, quando a fotografia passa a reconhecida pela primeira vez como obra de valor artístico. Enio Leite, fundador do MOVIMENTO PHOTOUSP no início dos anos 70, com Raul Garcez e Sergio Burgi, entre outros, no centro acadêmico da Escola Politécnica, na Cidade Universitária, São Paulo-SP. Professor de fotografia publicitária da Escola Superior de Propaganda e Marketing, (ESPM), 1982 a 1984. Mestre em Ciências da Comunicação em 1990, pela Escola de Comunicação e Artes, USP. Doutor em História da Fotografia, Fotoquímica, Óptica fotográfica e Fotografia Publicitária Digital, em 1993, pela UNIZH, Suíça. No ano de 1997 obteve Livre Docência na Universitá Degli Studi di Roma Tre. Professor convidado pela Miami Dade University, Flórida, 1995. Pesquisador e escritor, publicou o primeiro livro didático em língua portuguesa sobre fotografia digital, Editora Viena, São Paulo, maio 2011, já na quarta edição e presente nas principais universidades brasileiras portuguesas. Colabora com artigos, ensaios, pesquisas e títulos sobre fotoquímica, radioquímica, técnica fotográfica, tecnologia digital da imagem, semiótica e filosofia da imagem para publicações especializadas nacionais e internacionais. (Fonte: Agência Estado - 12/03/2019)

Deixe seu comentário

  • (não será mostrado)