O Que Significa o Termo Fotografia? 

Você sabe de onde surgiu o termo fotografia? 

A fotografia é um dos processos mais antigos de representar, registrar e reproduzir algo através de reações químicas.Ou seja, com esse processo é  possível obter uma memória artística de um momento da vida em uma superfície preparada para receber a incidência de luz em uma câmara escura.

Pode parecer muito difícil de entender em termos técnicos, mas a fotografia é algo muito mais presente em nossa vida do que imaginamos e tem um papel mais relevante do que podemos perceber no cotidiano.

Você quer saber mais sobre essa forma artística de representar a realidade através dos anos e conseguir marcar um momento histórico de forma muito realista? Continue lendo esse artigo!

O Que Significa o Termo Fotografia? 

Qual a origem do termo fotografia? 

O termo fotografia é de origem grega e tem como significado “gravar a luz”. Ou seja, capturar o que é visto via incidência de raios de luz de alguma forma. A etimologia da palavra quer dizer foto (luz) e graphein (gravar).

Uma tradução mais livre do termo pode ser vista como pintar com a luz, a fim de registrá-la. A fotografia é capturada e eternizada via um dispositivo físico, seja ele digital ou com filmes fotográficos, que usa a luz como elemento principal para dar cena ao que se deseja colocar em evidência.

Levando para um lado mais filosófico e sociológico, a fotografia é uma forma de reencontrar algo que já aconteceu, de visitar o passado via objeto fotografado. No entanto, mesmo que seja assim, ela não consegue representar o tempo, já que é apenas um frame de um momento pretérito.

Como e quando surgiu a fotografia? 

Como e quando surgiu a fotografia? 

A fotografia não teve um surgimento apenas mas tem um processo de estudos e experimentos que levaram ao processo que temos hoje. O primeiro experimento que temos datado da arte foi feito no ano de 1694 na Holanda.

Wilhelm Homberg descobriu através de experimentos e quando alguns produtos químicos eram expostos à luz eles se tornaram um pouco mais escuros, o que foi essencial para o desenvolvimento dos pontos de marca da fotografia que temos hoje. Essa não foi de fato a descoberta em si da fotografia, mas foi um dos primeiros passos para conseguirmos revelar a incidência da luz.

 Mais tarde, em 1839, foi desenvolvido o daguerreótipo, o que é de fato a primeira marca de fotografia e de uma câmera fotográfica que temos data. ele foi desenvolvido por Louis Daguerre, na França. Esse objeto utiliza uma camada de nitrato de prata por cima de uma de cobre para capturar a luz projetada nela e fixar numa placa de cloreto de sódio. Em palavras mais simples, ele conseguia fixar a luz em um papel.

Já mais tarde, em 1888, George Eastman apresentou de fato a primeira câmera fotográfica, que era da conhecida marca Kodak. Ela possuía um rolo fotográfico que substitui a as placas de vidro e tornava possível levar essa câmera para qualquer lugar sem muita dificuldade.

Em 1948 foi divulgado a tecnologia de foto Polaroid, que entregava fotos em menos de um minuto. Essa é a forma de fotografar mais similar com as fotografias que temos hoje, inclusive voltou a se popularizar entre os jovens como uma forma de tirar fotos e eternizar memórias.

Qual é a função da fotografia? 

Qual é a função da fotografia? 

Pode parecer clichê e até  forçação de barra, mas a fotografia é a forma de marcar algo para sempre, seja uma pessoa, lugar ou objeto. Além disso, ela pode capturar momentos e até exprimir sentimentos, o que é mais do que importante para muitas pessoas. Ela é capaz de registrar em instantes momentos importantes para a Humanidade. 

Nos dias atuais ainda tem como função retratar momentos em situações especiais, muito mais do que apenas criar memórias. Ela consegue contar sobre a história de uma pessoa ou de uma sociedade, podendo ser usada para marcar a evolução da população humana ao longo dos anos. Ou seja, ela tem uma função muito importante na história de eternizar momentos e situações.

No cotidiano ela tem uma função muito mais artística. Às vezes vemos belas paisagens um pequeno detalhe em um animal e temos uma urgência de registrar essa nossa visão sobre algo. Então o ato de fotografar é uma forma de capturar o que o seu pensamento e seu eu interior estão enxergando daquela situação.

Por fim, ela tem a função de ajudar a entender o que aconteceu no passado e compreender a relação com os fatos atuais. Isso é muito visto não somente no campo da história, mas também no jornalismo e na publicidade.

Como foi o surgimento da fotografia no brasil? 

Como foi o surgimento da fotografia no brasil? 

A fotografia no Brasil surgiu muitos anos depois do que na Europa, já que ela foi trazida para cá por meio de um pintor e naturalista francês que se mudou para as terras brasileiras em meados dos anos 1820.

Hércules Florence tinha como ideia fazer uma série de testes e experimentos para registrar uma cena no Brasil. Para esse experimento ele utilizou uma câmera em ação escura e uma chapa de vidro, além de um papel sensibilizado para imprimir o retrato. 

O mais interessante sobre fotografia no Brasil é que ela foi datada em uma reportagem em 1832. Hercule revelou em uma  matéria o método que utilizava para capturar uma cena e como funcionava a ação da luz na câmara escura. Isso é muito interessante para entender fotografia no Brasil já que existem registros palpáveis sobre o ano que ela teve início.

Você pode estar se perguntando, “mas o daguerreótipo não foi desenvolvido apenas alguns anos depois?”. Pois é, a invenção de Hércules foi anterior ao daguerreótipo, mas ela não teve a relevância para a sociedade que o outro instrumento teve na França e não foi altamente difundida no Brasil. Por isso data-se a invenção Inicial como a feita na França.

A fotografia foi muito utilizada no Brasil para representar áreas de fazendas e alguns pontos importantes da sociedade do Rio de Janeiro. Após alguns anos e alguns outros fotógrafos foram aparecendo no Brasil e a arte foi sendo difundida por todo território nacional.

Conclusão 

Como vimos neste artigo, o termo fotografia significa registrar a incidência de uma luz, ou seja, eternizar um momento. Mais do que apenas retratar uma cena pontual do cotidiano,  esta arte serve como uma forma de compreender a sociedade e entender o passado humano.

Você gostou do artigo? Ficou com alguma dúvida? Nos conte nos comentários abaixo!

Você pode gostar também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *