Prêmio internacional de fotografia – world photography awards exhibition

em Notícias.

A mostra do Prêmio Internacional de Fotografia – World Photography Awards Exhibition foi apresentado pela primeira vez no Brasil, com abertura no aniversário da cidade de São Paulo, 25 de janeiro de 2011, às 19h, no MIS, em parceria com a Secretaria de Estado da Cultura. O evento contará com presença de Scott Gray, idealizador do prêmio e criador da WPO – World Photography Organisation.

A mostra será composta pelas imagens vencedoras do Prêmio Internacional de Fotografia 2010, por fotos do programa Sudent Focus e da campanha da UNICEF – A Photo Pledge for Children’s Rights Award.

Composta por fotos selecionadas por Angela Santos, assessora de projetos internacionais do MIS, a exposição irá combinar fotografias impressas e mídias digitais e também incluirá uma seleção de vencedores brasileiros dos prêmios internacionais de fotografia de 2008, 2009 e 2010, incluindo Guilherme Júnior, cujas fotos de torcedores do Flamengo receberam o prêmio de melhor campanha em 2010.

Além da mostra, a WPO, a Sony e o MIS realizam uma série de eventos, incluindo palestras e workshops voltados tanto para fotógrafos profissionais como para amadores, estudantes e interessados em geral. No dia 27 de janeiro, das 20h às 22h, acontece no Auditório MIS a palestra/entrevista No estúdio fotográfico / In the photographers studio, em que o fotógrafo e crítico Eder Chiodetto entrevista Bob Wolfenson, fotógrafo internacionalmente reconhecido, sobre seu trabalho, processo criativo e trajetória artística. A atividade é gratuita e aberta ao público.

O segundo evento previsto acontece entre os dias 4 e 6 de fevereiro e é voltado para fotógrafos de todas as áreas. Trata-se do Projeto São Paulo retratos/ São Paulo portrait project, coordenado por David Graham, especialista britânico em retratos. “Uma cidade é feita de pessoas, não prédios”, afirma David Graham. “A intenção do workshop é produzir ótimos retratos que possam ser mostrados para o mundo e que expressem a personalidade única dos habitantes da cidade”, complementa.

Durante o final de semana, os participantes aprenderão a melhorar sua técnica de retratos e sairão pelas ruas da cidade para transformar seus conhecimentos em prática. Suas fotografias serão exibidas no MIS no dia 20 de março, como parte das atividades de finalização da mostra. Os três fotógrafos cujos trabalhos melhor representem a essência de São Paulo serão premiados com produtos da Sony. O primeiro colocado receberá uma câmera Alpha, modelo DSLR-A55L, lançamento da Sony no Brasil e ideal para quem precisa de fotos com qualidade e alta precisão, mas que também desejam filmar em AVCHD. O segundo colocado vai receber uma câmera NEX-3A, um outro lançamento que mescla as qualidades de uma câmera profissional com a praticidade da linha Cyber-shot, além de criar fotos em 3D. O terceiro colocado ganhará uma Cyber-shot DSC-WX1.

O primeiro colocado também poderá apresentar suas fotos em espaço especial no MIS, no dia 20 de março, e uma seleção de seu trabalho ainda será exibida em Londres, no Prêmio Internacional de Fotografia/World Photography Festival, em abril. Estarão disponíveis 96 vagas para a atividade, com valor de R$ 50,00.

No mesmo final de semana acontece o workshop Como fazer fotos em estúdio/ iStock live photo shoot, organizado pela iStockphoto.  iStock é a fonte original da Web para fotos, ilustrações, vídeo, áudio e flash isentos de royalties, gerada por seus associados. A iStock já disponibilizou na web o trabalho de milhares de artistas desde seu surgimento, há mais de uma década, e agora também adicionou imagens editoriais à sua coleção, representando mais uma oportunidade para fotógrafos em ascensão.

A iStock apresenta no MIS um workshop composto por sessões de fotos em estúdio, abertas ao público e gratuitas. Os participantes terão a oportunidade de aprender mais sobre estoques de fotografias, usando o iStock como um canal de vendas de seu trabalho, bem como sobre dicas e truques de comercialização. Os participantes também realizarão uma sessão de fotos profissional, com modelos, iluminação e orientação artística, para desenvolver suas habilidades e receber feedback especializado.

Para os interessados em ampliar sua experiência, a iStock oferecerá a oportunidade de se registrarem para sessões privadas de fotos. Mais informações sobre inscrições e datas estarão disponíveis nos sites http://www.mis-sp.org.br e http://www.worldphoto.org/festivals-events.

Aberto a todos que se interessam por fotografia, sejam eles profissionais, amadores ou estudantes, este novo festival anual, criado pela World Photography Organisation, já aconteceu em Xangai e São Francisco. Após São Paulo, o festival será realizado em Londres entre 26 e 30 de abril de 2011, coincidindo com a cerimônia do Prêmio Sony Internacional de Fotografia, quando os vencedores do programa de 2011 serão anunciados.

Sobre o autor

ATENÇÃO: OS TEXTOS, MATÉRIAS TÉCNICAS, APRESENTADAS NESSE BLOG SÃO PESQUISADAS, SELECIONADAS E PRODUZIDAS PELOS ALUNOS, PROFESSORES E COLABORADORES DA FOCUS PARA USO MERAMENTE DIDÁTICO E COMPLEMENTAR ÁS AULAS DE FOTOGRAFIA NAS MODALIDADES DE CURSOS PRESENCIAIS OU A DISTÂNCIA EAD, MANTIDOS PELA FOCUS ESCOLA DE FOTOGRAFIA, SEM QUALQUER OUTRO TIPO DE PROPÓSITO, RELEVÂNCIA OU CONOTAÇÃO. PARA MAIORES INFORMAÇÕES CONSULTE https://focusfoto.com.br A Focus é a única escola de fotografia no Brasil, que oferece ao aluno o direito de obter seu REGISTRO LEGALIZADO DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL, emitido pelo Ministério do Trabalho, por meio de cursos com carga horária total de 350 horas, incluindo períodos de estágio, preparo e defesa de TCC OS CURSOS DA FOCUS ESCOLA DE FOTOGRAFIA SÃO RECONHECIDOS PELA LEI N. 9.394, ARTIGO 44, INCISO 1 (LEI DE EDUCAÇÃO) O REGISTRO DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL é unificado, sendo o mesmo obtido pelas melhores Universidades Públicas do Estado de São Paulo. E você poderá obtê-lo EM QUALQUER MODALIDADE DE CURSOS DA FOCUS, presenciais ou a distância EAD em menos de 6 meses de curso. O aluno obterá seu REGISTRO DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL diretamente nas agências regionais do Ministério do Trabalho e Emprego. Este registro é fundamental para o exercício legal da profissão, constituição de seu próprio negócio, ingressos em concursos públicos e processos admissionários em empresas de fotografia, públicas ou particulares, bancos de imagens, agências de notícias, jornalismo e consularização de seu registro de fotógrafo, caso queira trabalhar em outros países ou Ongs. Internacionais, como "FOTÓGRAFOS SEM FRONTEIRAS" entre outras modalidades. SEJA FOTÓGRAFO DEVIDAMENTE REGULAMENTADO. QUALIDADE E EXCELÊNCIA EM EDUCAÇÃO FOTOGRÁFICA É NOSSO DIFERENCIAL HÁ MAIS DE QUATRO DÉCADAS. Os alunos recém-formados pela Focus competem em nível de igualdade com fotógrafos profissionais que estão no mercado há mais de 30 anos. Na FOCUS, o aluno entra no mercado de trabalho pela porta da frente! Os alunos, após formados, são encaminhados para o mercado de trabalho. Cursos 100% práticos, apostilados e com plantão de dúvidas. Faça bem feito, faça Focus! Há mais de 44 anos formando novos profissionais. AUTOR DO PROJETO e MEDIADOR DESSE BLOG: Prof. Dr. Enio Leite Alves, Professor Titular aposentado da Universidade de São Paulo, nascido em São Paulo, SP, 1953. PROF. DR. ENIO LEITE: Área de atuação: Fotografia educacional, fotografia autoral, fotojornalismo, moda, propaganda e publicidade. Pesquisador iconográfico. Sociólogo, jornalista, físico, fotoquímico, inventor e docente universitário. Fotografo de imprensa desde 1967, prestando serviços para os Diários Associados e professor do Sesc e do Curso de Artes Fotográficas Senac Dr. Vila Nova, São Paulo. Fotografo do Jornal da Tarde em 1972 -1973. Em 1975, funda a FOCUS – ESCOLA DE FOTOGRAFIA, primeira instituição de ensino técnico e tecnológico da AMÉRICA LATINA. No mesmo ano, suas fotos são premiadas na 13ª Bienal Internacional de São Paulo, quando a fotografia passa a reconhecida pela primeira vez como obra de valor artístico. Enio Leite, fundador do MOVIMENTO PHOTOUSP no início dos anos 70, com Raul Garcez e Sergio Burgi, entre outros, no centro acadêmico da Escola Politécnica, na Cidade Universitária, São Paulo-SP. Professor de fotografia publicitária da Escola Superior de Propaganda e Marketing, (ESPM), 1982 a 1984. Mestre em Ciências da Comunicação em 1990, pela Escola de Comunicação e Artes, USP. Doutor em História da Fotografia, Fotoquímica, Óptica fotográfica e Fotografia Publicitária Digital, em 1993, pela UNIZH, Suíça. No ano de 1997 obteve Livre Docência na Universitá Degli Studi di Roma Tre. Professor convidado pela Miami Dade University, Flórida, 1995. Pesquisador e escritor, publicou o primeiro livro didático em língua portuguesa sobre fotografia digital, Editora Viena, São Paulo, maio 2011, já na quarta edição e presente nas principais universidades brasileiras portuguesas. Colabora com artigos, ensaios, pesquisas e títulos sobre fotoquímica, radioquímica, técnica fotográfica, tecnologia digital da imagem, semiótica e filosofia da imagem para publicações especializadas nacionais e internacionais. (Fonte: Agência Estado - 15/08/2020)

Deixe seu comentário

  • (não será mostrado)