REGIMENTO ACADÊMICO – NORMAS E DIRETRIZES

em Uncategorized.

Regimento Focus Escola de Fotografia Escola Focus Enio Leite normas e diretrizes

Regimento Focus Escola de Fotografia

Artigo 01 – integram a Comunidade Focus os professores, previamente treinados e certificados pela direção desta escola, os monitores, os alunos, os funcionários administrativos e os prestadores terceirizados, aprovadas pelo Conselho Deliberativo em 26 de abril de 1999.

Parágrafo único – todo o material textual  de pesquisa ou imagens produzido pelos alunos, monitores e professores está automaticamente autorizado pelos mesmos para sua  divulgação e publicação pela Focus Escola de Fotografia, em seus meios de comunicação, como sites, apostilas, artigos e outros, sempre respeitando o direito autoral do autor em questão. O aluno deverá estar regulamente matriculado para assistir as aulas.

I- Os cursos  e atividades de docência para assistentes de fotógrafo educador contratados em regime de CLT se realizam no período da tarde, das 14.30 ás 18.00 h. A carga horária destes cursos não deverá ultrapassar 3.000 horas. Após o termino, o assistente aprovado, será devidamente certificado.

II- A programação teórica/prática de cada módulo foi desenvolvida para atender turmas de 06 alunos. Caso a turma seja reduzida, a mesma programação poderá ser desenvolvida em menor espaço de tempo, sem prejuízo de seu conteúdo. As apostilas versam sobre fotografia profissional e são leituras obrigatórias e complementares de seus respectivos módulos. Seu conteúdo é pertinente tanto  ao melhor aproveitamento dos módulos, como para os exames admissionais para a carreira de fotógrafo em grandes empresas e multinacionais e também para os principais concursos públicos.

Artigo 02 – São direitos dos integrantes da Comunidade Focus:

I- participar efetivamente, de acordo com o presente Regimento Escolar, de todas as atividades que lhes dizem respeito;

II- ser bem tratado por todos, sem discriminações de espécie alguma;

III- fazer-se ouvir quando seus direitos forem feridos;

IV- tomar conhecimento dos assuntos educacionais, normativas, planos e decisões tomadas pela escola, em função de seu interesse e de sua formação academia.

V- realizar todas as tarefas didáticas solicitadas, inclusive as de caráter extra-curricular, determinada pelo seu professor, coordenador ou da direção da escola, bem como autorizar sua eventual publicação..

Artigo 03 – São deveres dos integrantes da Comunidade Focus:

I- respeitar os fins e objetivos da educação brasileira e seguir a orientação filosófica e pedagógica da escola;

II- participar das atividades específicas para as quais forem convocados;

III- comparecer a palestras, saídas fotográficas e afins promovidas pela escola;

IV- ser assíduo e pontual nas atividades que lhe forem solicitadas;

V- zelar pela conservação do prédio, do mobiliário e de todo o material de uso individual e coletivo, indenizando a escola ou os colegas por danos eventualmente causados;

VI- portar-se educadamente dentro do ambiente escolar e nas diversas atividades da escola;

VII- tratar a todos com urbanidade e respeito.

VIII- providenciar compra de seu equipamento fotográfico, conforme orientação dos professores e porta-los toda a vez que for solicitado.

Artigo 04 – É vedado aos integrantes da Comunidade Focus: I- ferir, sob qualquer pretexto, a susceptibilidade das pessoas no que diz respeito a convicções de ordem religiosa, política, etnia, condição, capacidade intelectual ou outra;

II- fumar, bem como consumir drogas ou bebidas alcoólicas nas dependências e atividades externas da instituição;

III- causar danos de qualquer natureza às pessoas e à instituição, em como aos equipamentos utilizados;

IV- praticar ou incitar atos que atentem contra a moral, os bons costumes, a ordem e a filosofia da escola;

V- portar ou fazer uso de quaisquer objetos que ofereçam perigo ou prejudiquem as atividades escolares;

VI- promover campanhas ou outras atividades sem prévia autorização da Direção da escola;

VII- prejudicar, por atitudes individuais ou coletivas, o bom andamento das atividades escolares.

VIII – frequentar aulas de outros módulos ou cursos,  transitar pelos estúdios, laboratórios, salas de aula, bem e utilizar equipamentos fora  do  seu  horário de aula, sem autorização expressa da Direção.

XIX – A escola permite  reposição de uma única aula, em cada módulo, mediante justificativa formal via atestado médico, desde que haja outro módulo, em diferente horário, com programação subseqüente. Outras reposições são permitidas,  mediante pagamento previo de taxa de reposição de aula.

SOBRE OS ALUNOS

Artigo 11 – O Corpo Discente da Focus é formado por todos os alunos regularmente matriculados nesta escola.

Artigo 12 – São direitos dos alunos, além dos estabelecidos no Artigo 02 deste Regimento Escolar:

I- receber instrução condizente com os objetivos da escola;

II- justificar-se por ausências ocorridas ou por faltas cometidas e receber a devida compreensão;

III- receber a orientação necessária para realizar suas tarefas escolares;

IV- ter os seus trabalhos e tarefas devidamente corrigidas, avaliadas e comentadas;

V- ter as suas dúvidas devidamente esclarecidas pelos instrutores e/ou monitores;

VI- utilizar os serviços  e convênios que a escola oferece.

Artigo 13 – São deveres dos alunos, além dos estabelecidos no Artigo 03 deste Regimento Escolar:

 I- assumir responsavelmente sua vida estudantil e responder solidariamente pela melhoria do aproveitamento global de sua turma;

II- apresentar-se em sala de aula munido do material didático e equipamento fotográfico necessário;

III- manter em dia suas tarefas escolares. As tarefas e imagens, após avaliadas, não serão devolvidas. O mesmo se aplica ao TCC. O aluno desde já está ciente de que suas melhores fotos poderão ser expostas nas galerias internas e externas da escola, por prazo indeterminado.

IV- portar-se de acordo com este Regimento Escolar, em qualquer ambiente da Focus;

V- apresentar-se adequadamente vestido;

VI – ser responsável pela guarda e uso de seu equipamento, bem como dos equipamentos cedidos pela escola durante as aulas.

VII – formalizar junto a secretaria da escola qualquer dúvida ou reclamação sobre os cursos até o terceiro dia de início das aulas.

Artigo 14 – É vedado aos alunos, além do estabelecido no Artigo 04 deste Regimento Escolar:

I- utilizar-se de processos fraudulentos na realização de suas atividades escolares, difamar por qualquer meio, direta ou indiretamente, alunos, colegas, professores, diretores ou a própria instituição de ensino, sob pena de expulsão e ação de ligígio de má fé..

II- retirar-se da sala de aula ou da escola durante as atividades escolares, sem estar devidamente autorizado para tal.

Artigo 15 – As infrações cometidas pelos alunos são passíveis das seguintes penalidades:

I- advertência oral pelo professor, coordenador ou diretor.

Parágrafo 1º – A Direção pode cancelar a matrícula do aluno quando:

I- reincidir em infrações disciplinares graves;

II- não aceitar as determinações deste Regimento Escolar;

III- não se adaptar às orientações filosófico-didático-pedagógicas da escola;

IV- praticar ato que, por sua gravidade e, a critério da Direção, traga conseqüências que recomendem a tomada desta atitude.

V- abandonar o curso, sem justificativa prévia. Caso o aluno desistente queira revalidar sua matrícula, deverá ser submetido a exame de reavaliação. Contudo, para ser examinado, deverá quitar previamente a referida taxa, no valor de meio salário mínimo da época e agendar data na secretaria da escola. O aluno desistente, responde pelo saldo devido de seu curso.

IV – Reposição de aulas perdidas (Cursos Presenciais):

O aluno não fará jus a qualquer abatimento do preço em decorrência de aulas não frequentadas. O aluno poderá repor aulas que tenha perdido em outras turmas regulares, na condição de que a turma não esteja lotada.  A confirmação de vaga para reposição só terá efeito na antevéspera da aula a ser reposta. Há uma taxa para reposição desta aula. Entende-se por turma regular aquela em que os alunos se inscrevem num curso já existente no calendário da escola. Entende-se por curso particular ou vip aquele em que a escola marca datas específicas de acordo com a conveniência do aluno e onde ele e/ou pessoas indicadas por ele fazem as aulas.

Caso o aluno deseje fazer a reposição de aula em horário diferente, deverá fazer Curso Vip, pagando valor em separado por isso.

V – Rescisão:

Parágrafo único – o aluno desde já autoriza a escola a emitir duplicata ou títulos de cobrança para cobrir eventual saldo devedor.

1- O aluno poderá rescindir, apenas e tão somente por escrito, as matrículas por ele efetuadas no início dos cursos. A rescisão deverá ser feito por meio de carta escrita de próprio punho e entregue na secretaria da escola. Nesse momento a rescisão do aluno passa a ter validade a partir dessa data. Caso contrario, a vaga permanece ocupada e a escola não poderá transferi-la para outros interessados.  A taxa de recisão é 50% sobre o saldo devedor. A dívida do aluno estará extinta após a quitação integral da taxa de recisão.

I – A Focus Escola de Fotografia se compromete a encaminhar o aluno formando ao mercado de trabalho, de duas maneiras: 1) divulgando em seu site ofertas de estágios, empregos e trabalhos.   2) Publicação de nome de aluno, no blog da escola,  informando ao interessado em contratá-lo,  todos os dados  pertencentes ao aproveitamento do seu curso, notas do exame final ,TCC,  bem como  seu desempenho e interesse durante ás aulas.

Parágrafo 1º –  inadimplência sem aviso prévio ou justificativa:

I- A ausência ou interrupção espontânea pelo (a) aluno (a) não justificará a falta de pagamento. As parcelas não quitadas  serão automaticamente protestadas, sem aviso prévio.

Artigo 16 – a formação de novas turmas, para os módulos subsequentes, está condicionada ao número mínimo de 2 alunos, como também na disponibilidade de novos horários. Para estes casos será aberta  previamente lista de espera, dentro das possibilidades da escola.

Parágrafo 2º – Prazos para conclusão de cursos:

Os alunos matriculados nos cursos presenciais durante a semana tem o prazo máximo de 9 semanas  para concluírem seu curso. Já os alunos presenciais dos cursos aos sábados, 16 semanas. Nos cursos a distancia EAD, o prazo poderá ser prorrogado para 10 meses, justificado por atestado médico.  Findado os respetivos prazos, o caso o aluno tenha alguma pendencia financeira deverá quita-la imediatamente, sob pena de protesto. Após esse prazo, caso o aluno queira ser reintegrado à escola, deverá quitar  multa se  submeter a teste de reavaliação. Informe-se na normativa do TCC, o valor da multa e do referido teste.

EMISSÃO DE CERTIFICADOS

Artigo 17 – Os certificados de conclusão são emitidos para os alunos que:

1- Tiverem 85% de comparecimento às aulas, em todos os  módulos (cursos presenciais em 7 módulos, cursos vips em 10 módulos e cursos a distancia  em 8 módulos), sob pena de repetência.

2- Apresentarem média superior a 7.0 nos exames, TCC, atividades extracurriculares, solicitações feitas pelo professor e respectivas avaliações, parciais e finais.

3- Ter entregue todas as avaliações modulares

4- Estarem rigorosamente em dia com suas mensalidades.

5- Terem concluído os cursos presenciais durante a semana no prazo máximo 4 meses, cursos presenciais aos sábados, no prazo máximo de 7 meses, cursos Vips no prazo máximo de 2 meses e cursos a distancia no prazo máximo de 10 meses, desde que justificados por atestados médicos da época.

6- Requerem formalmente seus respectivos certificados até 30 dias após a conclusão de seu respectivo curso, mediante pagamento prévio de taxa de emissão do referido certificado, cujo valor corresponde a 1/3 do salário mínimo estadual da época. Vide tabela na secretaria.

7- Alunos admitidos por intercambio educativo, transferidos de outras instituições ou alunos bolsistas de qualquer natureza e grau, deverão, depois de aprovados, recolher taxa equivalente a um salário mínimo do estado de São Paulo da época, para emissão de seus certificados.

8 – Informe-se sobre taxas para emissão de atestados e certificados de conclusão.

Parágrafo 1º.  Findo o prazo de máximo de 30 dias para entrega do TCC, os alunos que solicitarem a emissão de seus respectivos certificados, deverão efetuar pagamento de multa de 2/3 do salario mínimo estadual, sem prejuízo da taxa  de reavaliação do aluno e taxa de emissão do certificado, conforme descrito na normativa do TCC e no Parágrafo 2º.

A partir da sexta semana, o aluno que ainda não tiver efetuado a entrega de seus trabalhos modulares e TCC,  dentro prazo previsto pela Normativa para Emissão de Certificados, já entregue ao aluno,  será submetido a exame de reavaliação. O valor da taxa de reavaliação do aluno é equivalente  meio salário mínimo estadual da época. Neste caso, a nota mínima de aprovação é 7.0, sem prejuízo das multas por período de atraso, descritas na respectiva normativa.

Para emissão de segunda via de certificado, o valor também será de meio salário estadual mínimo em vigor da época. Para aqueles que obtiverem nota inferior a 7,0 deverão refazer parcialmente ou integralmente o curso, dependendo da pontuação obtida.

Os alunos que abandonaram seus estudos, sem aviso prévio ou que deixaram de trancar a matrícula, será submetido a exame de reavaliação. O valor da taxa de reavaliação do aluno é equivalente  meio salário mínimo estadual da época de sua reintegração.

O certificado emitido pela Focus Escola de Fotografia permite o aluno requerer seu registro Mtb de fotógrafo profissional diretamente nas agências do Ministério do Trabalho.

Sobre o autor

ATENÇÃO: OS TEXTOS, MATÉRIAS TÉCNICAS, APRESENTADAS NESSE BLOG SÃO PESQUISADAS, SELECIONADAS E PRODUZIDAS PELOS ALUNOS, PROFESSORES E COLABORADORES DA FOCUS PARA USO MERAMENTE DIDÁTICO E COMPLEMENTAR ÁS AULAS DE FOTOGRAFIA NAS MODALIDADES DE CURSOS PRESENCIAIS OU A DISTÂNCIA EAD, MANTIDOS PELA FOCUS ESCOLA DE FOTOGRAFIA, SEM QUALQUER OUTRO TIPO DE PROPÓSITO, RELEVÂNCIA OU CONOTAÇÃO. PARA MAIORES INFORMAÇÕES CONSULTE https://focusfoto.com.br A Focus é a única escola de fotografia no Brasil, que oferece ao aluno o direito de obter seu REGISTRO LEGALIZADO DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL, emitido pelo Ministério do Trabalho, por meio de cursos com carga horária total de 350 horas, incluindo períodos de estágio, preparo e defesa de TCC OS CURSOS DA FOCUS ESCOLA DE FOTOGRAFIA SÃO RECONHECIDOS PELA LEI N. 9.394, ARTIGO 44, INCISO 1 (LEI DE EDUCAÇÃO) O REGISTRO DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL é unificado, sendo o mesmo obtido pelas melhores Universidades Públicas do Estado de São Paulo. E você poderá obtê-lo EM QUALQUER MODALIDADE DE CURSOS DA FOCUS, presenciais ou a distância EAD em menos de 6 meses de curso. O aluno obterá seu REGISTRO DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL diretamente nas agências regionais do Ministério do Trabalho e Emprego. Este registro é fundamental para o exercício legal da profissão, constituição de seu próprio negócio, ingressos em concursos públicos e processos admissionários em empresas de fotografia, públicas ou particulares, bancos de imagens, agências de notícias, jornalismo e consularização de seu registro de fotógrafo, caso queira trabalhar em outros países ou Ongs. Internacionais, como "FOTÓGRAFOS SEM FRONTEIRAS" entre outras modalidades. SEJA FOTÓGRAFO DEVIDAMENTE REGULAMENTADO. QUALIDADE E EXCELÊNCIA EM EDUCAÇÃO FOTOGRÁFICA É NOSSO DIFERENCIAL HÁ MAIS DE QUATRO DÉCADAS. Os alunos recém-formados pela Focus competem em nível de igualdade com fotógrafos profissionais que estão no mercado há mais de 30 anos. Na FOCUS, o aluno entra no mercado de trabalho pela porta da frente! Os alunos, após formados, são encaminhados para o mercado de trabalho. Cursos 100% práticos, apostilados e com plantão de dúvidas. Faça bem feito, faça Focus! Há mais de 44 anos formando novos profissionais. AUTOR DO PROJETO e MEDIADOR DESSE BLOG: Prof. Dr. Enio Leite Alves, Professor Titular aposentado da Universidade de São Paulo, nascido em São Paulo, SP, 1953. PROF. DR. ENIO LEITE: Área de atuação: Fotografia educacional, fotografia autoral, fotojornalismo, moda, propaganda e publicidade. Pesquisador iconográfico. Sociólogo, jornalista, físico, fotoquímico, inventor e docente universitário. Fotografo de imprensa desde 1967, prestando serviços para os Diários Associados e professor do Sesc e do Curso de Artes Fotográficas Senac Dr. Vila Nova, São Paulo. Fotografo do Jornal da Tarde em 1972 -1973. Em 1975, funda a FOCUS – ESCOLA DE FOTOGRAFIA, primeira instituição de ensino técnico e tecnológico da AMÉRICA LATINA. No mesmo ano, suas fotos são premiadas na 13ª Bienal Internacional de São Paulo, quando a fotografia passa a reconhecida pela primeira vez como obra de valor artístico. Enio Leite, fundador do MOVIMENTO PHOTOUSP no início dos anos 70, com Raul Garcez e Sergio Burgi, entre outros, no centro acadêmico da Escola Politécnica, na Cidade Universitária, São Paulo-SP. Professor de fotografia publicitária da Escola Superior de Propaganda e Marketing, (ESPM), 1982 a 1984. Mestre em Ciências da Comunicação em 1990, pela Escola de Comunicação e Artes, USP. Doutor em História da Fotografia, Fotoquímica, Óptica fotográfica e Fotografia Publicitária Digital, em 1993, pela UNIZH, Suíça. No ano de 1997 obteve Livre Docência na Universitá Degli Studi di Roma Tre. Professor convidado pela Miami Dade University, Flórida, 1995. Pesquisador e escritor, publicou o primeiro livro didático em língua portuguesa sobre fotografia digital, Editora Viena, São Paulo, maio 2011, já na quarta edição e presente nas principais universidades brasileiras portuguesas. Colabora com artigos, ensaios, pesquisas e títulos sobre fotoquímica, radioquímica, técnica fotográfica, tecnologia digital da imagem, semiótica e filosofia da imagem para publicações especializadas nacionais e internacionais. (Fonte: Reuters - 12/12/2018)

Deixe seu comentário

  • (não será mostrado)