Retratos Miss Filipinas – ou até onde o retoque digital pode ir ?

em Dicas & Tutoriais, dicas de fotografia.

 

melhores escolas de fotografia sp, fotografia focus são Paulo,  fotografe melhor,  aulas de fotografias sp ,curso de fotografias sp, focus escola focus, enio leite, notícias sobre fotografia,  melhor curso fotografia online, cursos de fotografia sp, escola focus fotografia, cursos de photoshop sp, melhores escolas de fotografia Brasil, cursos de fotografia focus , cursos de fotografia online, focus foto, cursos de cinematografia digital Full HD, cursos de fotografias são paulo,  melhor curso de fotografia no Brasil, cursos de fotografia zona sul sp, dicas de fotografia, focus foto, melhores escolas de fotografia sp, curso técnico de fotografias sp, melhores cursos técnicos de fotografia sp, escola de fotografias digital sp,  melhores aulas de fotografia sp, curso de fotografia para profissionais sp, fotografia focus são Paulo,  fotografe melhor, melhor escola de fotografia do mundo,  focus curso de fotografia,

Gilson Lorenti

Você pode até pensar que esse é mais um texto criticando o uso indiscriminado de edição digital em fotografias, e está certo, mas vou apenas colocar os fatos e deixar que vocês decidam se tenho razão ou se estou viajando. Quem disser que a manipulação da imagem, principalmente em fotos de beleza, começou com o Photoshop (e programas similares) está redondamente enganado. Quando eu fotografava com filme isso já existia. Truques de maquiagem, luz e o famoso leve desfoque na foto para acobertar problemas e defeitos na pele da modelo. Se não fosse suficiente, o pessoal do laboratório tinha mais um gigantesco arsenal de ferramentas para trabalhar o filme fotográfico. Ou seja. nada de mais. Ingenuidade pensar que uma foto publicada em uma revista, ou até mesmo aquele book fotográfico feito no seu estúdio. vai ser entregue sem uma carga de retoque digital. Afinal, se a ferramenta existe para te ajudar então nada melhor do que aplicá-la.retrato Miss Filçipinas, edição digoial, fogrias, uso de edição de imagens, truques de maquiagem, ensaio fotográfico, gestante, culura, mídia, Andréa Schaefer, Mendigata, Yahoo, mulheres,   Melhor curso fotografo profissional sp ,fotografia focus são Paulo,  fotografe melhor,  melhores aulas de fotografia online,  melhores escolas de fotografias sp, enio leite ,escola focus,  melhor curso de fotografia, focus fotografia, melhores cursos fotografias do Brasil, cursos de fotografia online ,focus escola de fotografia, curso de fotografia sp, melhores cursos de fotografia em sp, cursos de fotografia zona sul, dicas de fotografia, notícias sobre fotografia,cursos de fotografia zona leste, curso de fotografia digital sp, cursos de fotografia sp,  melhores aulas de fotografia sp, aulas de fotografia em Santos, focus foto, melhores cursos de fotografia Brasil, focus foto, curso técnico de fotografia  sp, melhores cursos técnicos de fotografia sp,  melhores escolas de fotografia para casamentos sp, curso de fotografia focus,         aulas de fotografia profissional, aulas cursos online de fotografia,  aulas vips de fotografia, melhor escola de fotografia de São Paulo,    aulas de fotografia profissional, aulas cursos online de fotografia, aulas vips de fotografia,  melhores escolas de fotografia no Brasil, melhores cursos de fotografia no Brasil,   Curso de fotografia, curso de fotografia sp, curso foto,  cursos de fotografia sp, Fotografia, escolas de fotografias sp, curso de fotografia sp, notícias sobre fotografia, curso fotografias, melhores curso de fotografia sp, melhores cursos de fotografias Brasil, melhores cursos de fotografia SP,  aulas de fotografia, escola de fotografia sp, melhor escola de fotografia, curso de fotografia, curso fotografia, melhor escola de fotografia no Brasil, melhor curso de fotografia no Brasil, enio leite, escola focus, cursos profissionalizantes de fotografia sp, curso profissionalizante de fotografia sp,

Porém, a minha grande crítica é quando ao exagero, ou simplesmente o retoque mal feito. Três fatos me fizeram repensar essa temática essa semana e postar o assunto nas redes sociais que participo. O primeiro foi uma cliente que tive no estúdio para um ensaio fotográfico de gestante. Ela já passou dos seus 40 anos de idade e claro que seu rosto apresenta as marcas dos anos. Além da edição tradicional que aplico ela exigiu que eu retirasse todas as rugas se seu rosto. Nesse momento me senti mais cirurgião plástico do que fotógrafo. Depois de editar as 40 fotos com tratamento pesado ela ainda não gostou, disse que eu poderia limpar mais a sua pele. A pessoa que eu via na imagem já não era mais a modelo que eu tinha em minha frente e qualquer um que visse as fotos teria o mesmo pensamento. As fotos estavam exageradamente editadas e ela ainda queria mais. Culpa de nossa cultura e mídia que pregam os corpos perfeitos inalcançáveis. O segundo fato foi um ensaio fotográfico postado ontem no site do Portal Photos. A fotógrafa Andréa Schaefer realizou uma sessão fotográfica com a modelo Fernanda Lacerda (a Mendigata do programa Pânico) para uma campanha de roupas de praia. Nada de anormal para esse tipo de campanha publicitária, mas a edição aplicada na pele da modelo transformou ela em uma boneca de silicone. Será que alguém acha isso realmente bonito? Ou somente nós que trabalhamos com fotografia percebemos o exagero? Esse é um ponto a se pensar. Como o leitor que não trabalha na área enxerga essas fotos.

Por fim, a última pancada veio de um post do blog Petapixel onde um leitor chamou a atenção para uma série de retratos que foi publicano na página do Yahoo das Filipinas e mostra os retratos oficiais das candidatas ao concurso Miss Mundo Filipinas.

Segundo o artigo, todas as fotos foram feitas pelo renomado fotógrafo Pancho Escaler no mês de setembro. Porém, ninguém citou a pessoa que fez as edições das fotos, mostrando que o bom gosto para esse tipo de coisa está realmente morrendo. O Petapixel ainda colocou que, possivelmente, isso pode ser um traço da cultura local, onde a pela branca (pálida) é bem apreciada nas mulheres, mas o que podemos dizer quando um efeito é tão aplicado que até o nariz desaparece? Pelos próprios comentários encontrados na página do Yahoo percebemos que pouquíssima gente gostou do resultado.

Fonte: http://goo.gl/rSyLNB

 Escola de Fotografia – Desde 1975: http://focusfoto.com.br   

Conheça os cursos da Focus: http://focusfoto.com.br/cursos/
Fale com a Focus: 
[email protected]
Veja  Ultimas Noticias sobre Fotografia:
http://focusfoto.com.br/blogs/

Sobre o autor

ATENÇÃO: OS TEXTOS, MATÉRIAS TÉCNICAS, APRESENTADAS NESSE BLOG SÃO PESQUISADAS, SELECIONADAS E PRODUZIDAS PELOS ALUNOS, PROFESSORES E COLABORADORES DA FOCUS PARA USO MERAMENTE DIDÁTICO E COMPLEMENTAR ÁS AULAS DE FOTOGRAFIA NAS MODALIDADES DE CURSOS PRESENCIAIS OU A DISTÂNCIA EAD, MANTIDOS PELA FOCUS ESCOLA DE FOTOGRAFIA, SEM QUALQUER OUTRO TIPO DE PROPÓSITO, RELEVÂNCIA OU CONOTAÇÃO. PARA MAIORES INFORMAÇÕES CONSULTE https://focusfoto.com.br A Focus é a única escola de fotografia no Brasil, que oferece ao aluno o direito de obter seu REGISTRO LEGALIZADO DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL, emitido pelo Ministério do Trabalho, por meio de cursos com carga horária total de 350 horas, incluindo períodos de estágio, preparo e defesa de TCC OS CURSOS DA FOCUS ESCOLA DE FOTOGRAFIA SÃO RECONHECIDOS PELA LEI N. 9.394, ARTIGO 44, INCISO 1 (LEI DE EDUCAÇÃO) O REGISTRO DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL é unificado, sendo o mesmo obtido pelas melhores Universidades Públicas do Estado de São Paulo. E você poderá obtê-lo EM QUALQUER MODALIDADE DE CURSOS DA FOCUS, presenciais ou a distância EAD em menos de 6 meses de curso. O aluno obterá seu REGISTRO DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL diretamente nas agências regionais do Ministério do Trabalho e Emprego. Este registro é fundamental para o exercício legal da profissão, constituição de seu próprio negócio, ingressos em concursos públicos e processos admissionários em empresas de fotografia, públicas ou particulares, bancos de imagens, agências de notícias, jornalismo e consularização de seu registro de fotógrafo, caso queira trabalhar em outros países ou Ongs. Internacionais, como "FOTÓGRAFOS SEM FRONTEIRAS" entre outras modalidades. SEJA FOTÓGRAFO DEVIDAMENTE REGULAMENTADO. QUALIDADE E EXCELÊNCIA EM EDUCAÇÃO FOTOGRÁFICA É NOSSO DIFERENCIAL HÁ MAIS DE QUATRO DÉCADAS. Os alunos recém-formados pela Focus competem em nível de igualdade com fotógrafos profissionais que estão no mercado há mais de 30 anos. Na FOCUS, o aluno entra no mercado de trabalho pela porta da frente! Os alunos, após formados, são encaminhados para o mercado de trabalho. Cursos 100% práticos, apostilados e com plantão de dúvidas. Faça bem feito, faça Focus! Há mais de 44 anos formando novos profissionais. AUTOR DO PROJETO e MEDIADOR DESSE BLOG: Prof. Dr. Enio Leite Alves, Professor Titular aposentado da Universidade de São Paulo, nascido em São Paulo, SP, 1953. PROF. DR. ENIO LEITE: Área de atuação: Fotografia educacional, fotografia autoral, fotojornalismo, moda, propaganda e publicidade. Pesquisador iconográfico. Sociólogo, jornalista, físico, fotoquímico, inventor e docente universitário. Fotografo de imprensa desde 1967, prestando serviços para os Diários Associados e professor do Sesc e do Curso de Artes Fotográficas Senac Dr. Vila Nova, São Paulo. Fotografo do Jornal da Tarde em 1972 -1973. Em 1975, funda a FOCUS – ESCOLA DE FOTOGRAFIA, primeira instituição de ensino técnico e tecnológico da AMÉRICA LATINA. No mesmo ano, suas fotos são premiadas na 13ª Bienal Internacional de São Paulo, quando a fotografia passa a reconhecida pela primeira vez como obra de valor artístico. Enio Leite, fundador do MOVIMENTO PHOTOUSP no início dos anos 70, com Raul Garcez e Sergio Burgi, entre outros, no centro acadêmico da Escola Politécnica, na Cidade Universitária, São Paulo-SP. Professor de fotografia publicitária da Escola Superior de Propaganda e Marketing, (ESPM), 1982 a 1984. Mestre em Ciências da Comunicação em 1990, pela Escola de Comunicação e Artes, USP. Doutor em História da Fotografia, Fotoquímica, Óptica fotográfica e Fotografia Publicitária Digital, em 1993, pela UNIZH, Suíça. No ano de 1997 obteve Livre Docência na Universitá Degli Studi di Roma Tre. Professor convidado pela Miami Dade University, Flórida, 1995. Pesquisador e escritor, publicou o primeiro livro didático em língua portuguesa sobre fotografia digital, Editora Viena, São Paulo, maio 2011, já na quarta edição e presente nas principais universidades brasileiras portuguesas. Colabora com artigos, ensaios, pesquisas e títulos sobre fotoquímica, radioquímica, técnica fotográfica, tecnologia digital da imagem, semiótica e filosofia da imagem para publicações especializadas nacionais e internacionais. (Fonte: Agência Estado - 12/03/2019)

Deixe seu comentário

  • (não será mostrado)