REVESTIMENTO DAS LENTES

em Uncategorized.

Revestimento das lentes, Alexander Smakula, Carl Zeiss, ótica fotográfica, película fina, transparente, super revestimento de espectro, objetivas EF, equilíbrio de cor, reflexos, cursos de fotografia, Focus escola de fotografia, aulas de fotografia, cursos de fotografia, escolas de fotografia, escola focus, escola de fotografia, curso de fotografia profissional, aula de fotografia, curso fotografia, bolsas para fotógrafos

O revestimento de lentes foi descoberto por Alexander Smakula, um engenheiro da Carl Zeiss, nos anos 1930. Ele foi apoiado pela empresa por desenvolvê-lo, e isso mudou completamente o mundo da ótica fotográfica

Revestimento de lente é um processo utilizado para formar uma película fina e transparente sobre a superfície de uma lente. Esse super revestimento de espectro e SWC serão explicados logo abaixo.

Super revestimento de espectros

Super revestimento de espectros é aplicada a todas as objetivas EF, com o objetivo de melhorar a transmissão de luz, para minimizar os reflexos e alcançar um melhor equilíbrio de cor.

O super revestimento de espectros oferece características como a alta transmitância, a filtragem de raios ultravioleta, uma dureza de superfície altamente durável e características estáveis, baseadas em padrões originais da Canon que são ainda mais rigorosos do que o intervalo de tolerância do Color Contribution Index(CCI), definido pela International Organization for Standardization (ISO).

Estes procedimentos precisos de revestimentos alcançam características de imagem de qualidade superior, tais como definição, imagens vividas e com alto contraste, balanço de cor uniforme entre todas as objetivas EF e reprodução verdadeira da cor, que não se altera ao longo do tempo.

Princípios de Melhora da Transmitância e do Equilíbrio de Cores através do Revestimento

Uma parte da luz que entra na lente é refletida na superfície da lente. Se a luz passa através de mais uma lente, a perda de luz devido à reflexão é maior e a reflexão da luz entre as superfícies das lentes individuais pode causar o efeito de reflexo nas imagens.

Se cada superfície da lente é revestida com multicamadas de revestimento – o que  consiste em várias camadas de película fina, com diferentes índices de refração – pode-se melhorar a transmissão da luz que entra na lente, minimizando o efeito de reflexo.

A fina película de revestimento é formada sobre a superfície4 da lente a partir de metal produzido num processo de deposição a vácuo.

Além disso, materiais de plástico e vidro usados nas lentes absorvem luz com comprimentos de onda específicos, o que pode provocar uma alteração da cor da luz que entra na lente, ao ser transmitida através das lentes.

Por isso um revestimento de camada única de cores apropriadas, tais como âmbar, magenta, púrpura e azul é aplicado para compensar o tom da cor. O tom da cor é idêntico entre todas as lentes EF intercambiáveis.

SWC      

Revestimento de estrutura de comprometimento de onda secundária (SWC) é um novo tipo de película antirreflexo desenvolvida pela Canon. Revestimentos que utilizam uma película depositada a vapor, tais como o super revestimento de espectros, apresentam um problema: o efeito antirreflexo pode ser significativamente diminuído ao se aumentar o ângulo de entrada/emissão da luz.

O ângulo de entrada de luz é extremamente amplo nas lentes com pequeno raio de curvatura, como a lente frontal das lentes de grande abertura grande angular. Para tais lentes, a reflexão pode ser eficazmente eliminada por SWC.

Estrutura da Superfície da Película SWC e seus Princípios Antirreflexos

A luz refletida nas margens da superfície de materiais que possuem diferentes índices de refração. Em teoria, se a diferença no índice de refração pode ser continuamente alterada , elimina-se a reflexão sobre as superfícies da lente, permitindo a entrada/emissão ideal da luz entre o ar e o vidro óptico. A estrutura da superfície da película SWC muda continuamente o índice de refração. A seção transversal da superfície da película SWC é composta por minúsculos elementos (200 nm a 400 nm) em forma de cunha.

Aproveite para rever mais dicas sobre ótica fotográfica nas suas apostilas, bibliografias e vídeos das aulas de fotografia dos cursos profissionalizante da Escola Focus.

Sobre o autor

ATENÇÃO: OS TEXTOS, MATÉRIAS TÉCNICAS, APRESENTADAS NESSE BLOG SÃO PESQUISADAS, SELECIONADAS E PRODUZIDAS PELOS ALUNOS, PROFESSORES E COLABORADORES DA FOCUS PARA USO MERAMENTE DIDÁTICO E COMPLEMENTAR ÁS AULAS DE FOTOGRAFIA NAS MODALIDADES DE CURSOS PRESENCIAIS OU A DISTÂNCIA EAD, MANTIDOS PELA FOCUS ESCOLA DE FOTOGRAFIA, SEM QUALQUER OUTRO TIPO DE PROPÓSITO, RELEVÂNCIA OU CONOTAÇÃO. PARA MAIORES INFORMAÇÕES CONSULTE https://focusfoto.com.br A Focus é a única escola de fotografia no Brasil, que oferece ao aluno o direito de obter seu REGISTRO LEGALIZADO DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL, emitido pelo Ministério do Trabalho, por meio de cursos com carga horária total de 350 horas, incluindo períodos de estágio, preparo e defesa de TCC OS CURSOS DA FOCUS ESCOLA DE FOTOGRAFIA SÃO RECONHECIDOS PELA LEI N. 9.394, ARTIGO 44, INCISO 1 (LEI DE EDUCAÇÃO) O REGISTRO DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL é unificado, sendo o mesmo obtido pelas melhores Universidades Públicas do Estado de São Paulo. E você poderá obtê-lo EM QUALQUER MODALIDADE DE CURSOS DA FOCUS, presenciais ou a distância EAD em menos de 6 meses de curso. O aluno obterá seu REGISTRO DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL diretamente nas agências regionais do Ministério do Trabalho e Emprego. Este registro é fundamental para o exercício legal da profissão, constituição de seu próprio negócio, ingressos em concursos públicos e processos admissionários em empresas de fotografia, públicas ou particulares, bancos de imagens, agências de notícias, jornalismo e consularização de seu registro de fotógrafo, caso queira trabalhar em outros países ou Ongs. Internacionais, como "FOTÓGRAFOS SEM FRONTEIRAS" entre outras modalidades. SEJA FOTÓGRAFO DEVIDAMENTE REGULAMENTADO. QUALIDADE E EXCELÊNCIA EM EDUCAÇÃO FOTOGRÁFICA É NOSSO DIFERENCIAL HÁ MAIS DE QUATRO DÉCADAS. Os alunos recém-formados pela Focus competem em nível de igualdade com fotógrafos profissionais que estão no mercado há mais de 30 anos. Na FOCUS, o aluno entra no mercado de trabalho pela porta da frente! Os alunos, após formados, são encaminhados para o mercado de trabalho. Cursos 100% práticos, apostilados e com plantão de dúvidas. Faça bem feito, faça Focus! Há mais de 44 anos formando novos profissionais. AUTOR DO PROJETO e MEDIADOR DESSE BLOG: Prof. Dr. Enio Leite Alves, Professor Titular aposentado da Universidade de São Paulo, nascido em São Paulo, SP, 1953. PROF. DR. ENIO LEITE: Área de atuação: Fotografia educacional, fotografia autoral, fotojornalismo, moda, propaganda e publicidade. Pesquisador iconográfico. Sociólogo, jornalista, físico, fotoquímico, inventor e docente universitário. Fotografo de imprensa desde 1967, prestando serviços para os Diários Associados e professor do Sesc e do Curso de Artes Fotográficas Senac Dr. Vila Nova, São Paulo. Fotografo do Jornal da Tarde em 1972 -1973. Em 1975, funda a FOCUS – ESCOLA DE FOTOGRAFIA, primeira instituição de ensino técnico e tecnológico da AMÉRICA LATINA. No mesmo ano, suas fotos são premiadas na 13ª Bienal Internacional de São Paulo, quando a fotografia passa a reconhecida pela primeira vez como obra de valor artístico. Enio Leite, fundador do MOVIMENTO PHOTOUSP no início dos anos 70, com Raul Garcez e Sergio Burgi, entre outros, no centro acadêmico da Escola Politécnica, na Cidade Universitária, São Paulo-SP. Professor de fotografia publicitária da Escola Superior de Propaganda e Marketing, (ESPM), 1982 a 1984. Mestre em Ciências da Comunicação em 1990, pela Escola de Comunicação e Artes, USP. Doutor em História da Fotografia, Fotoquímica, Óptica fotográfica e Fotografia Publicitária Digital, em 1993, pela UNIZH, Suíça. No ano de 1997 obteve Livre Docência na Universitá Degli Studi di Roma Tre. Professor convidado pela Miami Dade University, Flórida, 1995. Pesquisador e escritor, publicou o primeiro livro didático em língua portuguesa sobre fotografia digital, Editora Viena, São Paulo, maio 2011, já na quarta edição e presente nas principais universidades brasileiras portuguesas. Colabora com artigos, ensaios, pesquisas e títulos sobre fotoquímica, radioquímica, técnica fotográfica, tecnologia digital da imagem, semiótica e filosofia da imagem para publicações especializadas nacionais e internacionais. (Fonte: Agência Estado - 12/03/2019)

Deixe seu comentário

  • (não será mostrado)