Robô fotógrafo avalia conservação de "Guernica", de Pablo Picasso

em Notícias.

guernica pablo picasso escola focus enio leite focus curso de fotografia online focus fotografia cursos de fotografia online escola de fotografia sp focus escola de fotografia escola de fotografia focus dicas canon 580ex ii curso de fotografia sp focus foto faculdade de fotografia jacques dequeker cursos fotografia  cursos de fotografia em sp focusfoto cursos de photoshop fotografia noticias

"Guernica", de Pablo Picasso, vai passar por uma reforma completa no seu 75º aniversário

Uma máquina robótica gigante está tirando dezenas de milhares de fotografias microscópicas da obra-prima anti-guerra para permitir aos especialistas compreender a pintura como nunca antes e verificar a real condição após uma vida agitada de viagens pelo mundo.

O museu Rainha Sofia, em Madrid, onde “Guernica” fica exposto, se uniu à empresa de telecomunicações Telefonica para desenvolver a tecnologia, que usa infravermelho e fotografia ultra-violeta. A máquina foi construída para que o quadro não precise fazer a arriscada mudança para um laboratório de conservação, onde esse tipo de trabalho costuma ser feito.

“A pintura está numa condição delicada, pois já passou por muitas mudanças e alterações”, disse Jorge Garcia Gomez-Tejedor, diretor de conservação do museu, “Podemos comparar a um grande check-up médico, uma vez que ele precisa ser monitorado constantemente.”

Toda noite, depois que o museu fecha as portas, a máquina, batizada de “Pablito”, é colocada a cerca de um metro da pintura de 27 m². Durante a noite, a estrutura de nove metros de largura e cinco de altura escaneia o quadro, armazenando lentamente as fotografias. Ele pode ser programado para aproximar ou afastar as lentes, de acordo com a necessidade, e tem uma precisão de 25 micrômetros. Com isso, analistas podem ver até mesmo bolhas de ar e arranhões invisíveis ao olho humano.

“Isso nos dará informações inéditas sobre a pintura”, disse Humberto Duran, técnico de computação de restauração que comandou o projeto. Duran explica que o processo dará uma visão completa dos desenhos de preparação e todos os retoques já feitos. O custo da máquina não foi revelado, mas o jornal espanhol El País afirma que está próximo dos € 300 mil (cerca de R$ 680 mil).

“A principal ideia por trás do projeto é apresentar ao mundo científico e ao público o estado de conservação da pintura”, disse Garcia Gomez-Tejedor. Ele garante que, no momento, “Guernica” não precisa ser restaurado.

A pintura passou por um processo fotográfico similar em 1998, mas com câmeras muito menos avançadas e sem a precisão robótica. Aquele estudo revelou 129 imperfeições, entre rachaduras, vincos e manchas – todas atribuídas ao passado agitado do quadro.

Picasso criou “Guernica” a pedido do governo republicano espanhol para representar o país na Exposição Universal de Paris em 1937, enquanto a Espanha estava afundada na guerra civil iniciada pelo futuro ditador Francisco Franco.

A pintura então ficou na estrada por quase 20 anos, visitando dezenas de cidades nos dois lados do Atlântico. A cada vez que era transportada, precisava ser retirada do suporte e enrolada, um processo que teve seu custo com o passar dos anos.

A última viagem do quadro foi feita em 1981, quando ela foi transferida do Museu de Arte Moderna de Nova York para a Espanha. “Guernica” foi emprestada a longo prazo por Picasso ao MoMA enquanto sua terra natal aguardava o retorno da democracia. Por receio de ataques, ela foi inicialmente colocada atrás de vidro a prova de balas sob a proteção de guardas armados no Museu do Prado, em Madrid, antes de ser transferida para o Rainha Sofia.

A pintura em preto-e-branco de óleo sobre tela mostra figuras distorcidas e representa os horrores da guerra mecânica. O nome vem da cidade de Guernica, a capital do País Basco espanhol, bombardeada em 26 de abril de 1937 por forças italianas e alemãs em apoio ao general Franco no conflito que serviu de ensaio para a Segunda Guerra Mundial.

Fonte: http://goo.gl/DwGjg

Sobre o autor

ATENÇÃO: OS TEXTOS, MATÉRIAS TÉCNICAS, APRESENTADAS NESSE BLOG SÃO PESQUISADAS, SELECIONADAS E PRODUZIDAS PELOS ALUNOS, PROFESSORES E COLABORADORES DA FOCUS PARA USO MERAMENTE DIDÁTICO E COMPLEMENTAR ÁS AULAS DE FOTOGRAFIA NAS MODALIDADES DE CURSOS PRESENCIAIS OU A DISTÂNCIA EAD, MANTIDOS PELA FOCUS ESCOLA DE FOTOGRAFIA, SEM QUALQUER OUTRO TIPO DE PROPÓSITO, RELEVÂNCIA OU CONOTAÇÃO. PARA MAIORES INFORMAÇÕES CONSULTE https://focusfoto.com.br A Focus é a única escola de fotografia no Brasil, que oferece ao aluno o direito de obter seu REGISTRO LEGALIZADO DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL, emitido pelo Ministério do Trabalho, por meio de cursos com carga horária total de 350 horas, incluindo períodos de estágio, preparo e defesa de TCC OS CURSOS DA FOCUS ESCOLA DE FOTOGRAFIA SÃO RECONHECIDOS PELA LEI N. 9.394, ARTIGO 44, INCISO 1 (LEI DE EDUCAÇÃO) O REGISTRO DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL é unificado, sendo o mesmo obtido pelas melhores Universidades Públicas do Estado de São Paulo. E você poderá obtê-lo EM QUALQUER MODALIDADE DE CURSOS DA FOCUS, presenciais ou a distância EAD em menos de 6 meses de curso. O aluno obterá seu REGISTRO DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL diretamente nas agências regionais do Ministério do Trabalho e Emprego. Este registro é fundamental para o exercício legal da profissão, constituição de seu próprio negócio, ingressos em concursos públicos e processos admissionários em empresas de fotografia, públicas ou particulares, bancos de imagens, agências de notícias, jornalismo e consularização de seu registro de fotógrafo, caso queira trabalhar em outros países ou Ongs. Internacionais, como "FOTÓGRAFOS SEM FRONTEIRAS" entre outras modalidades. SEJA FOTÓGRAFO DEVIDAMENTE REGULAMENTADO. QUALIDADE E EXCELÊNCIA EM EDUCAÇÃO FOTOGRÁFICA É NOSSO DIFERENCIAL HÁ MAIS DE QUATRO DÉCADAS. Os alunos recém-formados pela Focus competem em nível de igualdade com fotógrafos profissionais que estão no mercado há mais de 30 anos. Na FOCUS, o aluno entra no mercado de trabalho pela porta da frente! Os alunos, após formados, são encaminhados para o mercado de trabalho. Cursos 100% práticos, apostilados e com plantão de dúvidas. Faça bem feito, faça Focus! Há mais de 44 anos formando novos profissionais. AUTOR DO PROJETO e MEDIADOR DESSE BLOG: Prof. Dr. Enio Leite Alves, Professor Titular aposentado da Universidade de São Paulo, nascido em São Paulo, SP, 1953. PROF. DR. ENIO LEITE: Área de atuação: Fotografia educacional, fotografia autoral, fotojornalismo, moda, propaganda e publicidade. Pesquisador iconográfico. Sociólogo, jornalista, físico, fotoquímico, inventor e docente universitário. Fotografo de imprensa desde 1967, prestando serviços para os Diários Associados e professor do Sesc e do Curso de Artes Fotográficas Senac Dr. Vila Nova, São Paulo. Fotografo do Jornal da Tarde em 1972 -1973. Em 1975, funda a FOCUS – ESCOLA DE FOTOGRAFIA, primeira instituição de ensino técnico e tecnológico da AMÉRICA LATINA. No mesmo ano, suas fotos são premiadas na 13ª Bienal Internacional de São Paulo, quando a fotografia passa a reconhecida pela primeira vez como obra de valor artístico. Enio Leite, fundador do MOVIMENTO PHOTOUSP no início dos anos 70, com Raul Garcez e Sergio Burgi, entre outros, no centro acadêmico da Escola Politécnica, na Cidade Universitária, São Paulo-SP. Professor de fotografia publicitária da Escola Superior de Propaganda e Marketing, (ESPM), 1982 a 1984. Mestre em Ciências da Comunicação em 1990, pela Escola de Comunicação e Artes, USP. Doutor em História da Fotografia, Fotoquímica, Óptica fotográfica e Fotografia Publicitária Digital, em 1993, pela UNIZH, Suíça. No ano de 1997 obteve Livre Docência na Universitá Degli Studi di Roma Tre. Professor convidado pela Miami Dade University, Flórida, 1995. Pesquisador e escritor, publicou o primeiro livro didático em língua portuguesa sobre fotografia digital, Editora Viena, São Paulo, maio 2011, já na quarta edição e presente nas principais universidades brasileiras portuguesas. Colabora com artigos, ensaios, pesquisas e títulos sobre fotoquímica, radioquímica, técnica fotográfica, tecnologia digital da imagem, semiótica e filosofia da imagem para publicações especializadas nacionais e internacionais. (Fonte: G1 - 12/03/2020)

Deixe seu comentário

  • (não será mostrado)