SPACEX PERDE CONTATO COM CARRO QUE MANDOU AO ESPAÇO E DIVULGA SUA ÚLTIMA FOTO

em Uncategorized.

SpaceX, carro espacial, última foto, Falcon Heavy, Tesla, Instagram, Starman, traje espacial, foguete, Marte, escolas de fotografia, Amazon,,Aulas de fotografia, Focus escola de fotografia, curso de fotografia, aula de fotografia, focus fotografia, escola focus, escola de fotografia, focus fotografia

Nesta semana, a SpaceX fez história ao lançar pela primeira vez o Falcon Heavy, foguete que agora detém o título de “mais poderoso do mundo”

Lucas Carvalho/Olhar Digital

Elon Musk, fundador da SpaceX e da Tesla, divulgou no Instagram a última imagem de “Starman”, apelido que o bilionário deu ao boneco vestido em um traje espacial que foi colado ao assento do motorista do Roadster que agora vaga pelo espaço.

Na ponta do foguete havia um carro modelo Roadster, da Tesla, que perdeu contato com a Terra na última quinta-feira.

O lançamento do Falcon Heavy foi, na verdade, um voo de testes em que a SpaceX quis provar que é capaz de duas coisas: decolar a partir da Terra e trazer ao menos parte dos propulsores de volta para serem reutilizados; e enviar um objeto em direção a Marte.

O primeiro plano deu quase certo. O foguete de fato decolou e a maior parte dele conseguiu voltar em segurança à Terra, pronta para ser reutilizada em futuras missões oficiais. Foguetes reutilizáveis podem reduzir, e muito, os custos de viagens espaciais.

O segundo plano, porém, não deu muito certo. A ideia da demonstração era de que, no futuro, a SpaceX pudesse mandar uma cápsula tripulada até Marte. No lugar de homens, a empresa colocou um Roadster e um boneco apelidado de Starman, cujo destino era a órbita de Marte.

Um erro de cálculo confirmado depois do lançamento, porém, indica que o Roadster vai acabar passando longe da órbita de Marte, e continuará voando rumo ao cinturão de asteroides, passando perto da órbita do planeta anão Ceres.

O Roadster foi mandado ao espaço acompanhado de câmeras que faziam transmissão em tempo real para a Terra. Mas, como previsto, a bateria do sistema acabou depois de 12 horas e o carro perdeu todo e qualquer contato com a base da SpaceX.

“Depois disso, ele vai ficar no espaço profundo por talvez milhões, ou bilhões de anos. Quem sabe?”, disse Musk numa coletiva de imprensa, segundo o TechCrunch. “Talvez ele seja descoberto por uma raça alienígena que vai pensar ‘o que eles estavam fazendo? Será que eles veneravam esse carro?’.”, brincou ainda o bilionário.

Objeto celestial

A Agência Espacial dos EUA, a Nasa, também listou o Roadster enviado ao espaço pelo Falcon Heavy como um objeto celestial no seu banco de dados do programa Horizon, informou o Gizmodo. É o mesmo repositório que monitora outros objetos no Sistema Solar, como satélites, luas e planetas.

O registro da Nasa dá mais detalhes sobre o Roadster lançado ao espaço. Além de um boneco vestido com um traje espacial, o carro vem com as inscrições “Don’t Panic” (“Não entre em pânico”, em tradução livre) no painel, uma referência ao clássico de ficção científica “O Guia do Mochileiro das Galáxias”.

Além disso, há um pen drive no carro com uma cópia digital dos livros da série “Fundação”, de Isaac Asimov. Por dentro, é possível ler as inscrições “Made on Earth by humans” (“feito na Terra por humanos”). Por fim, a Nasa também revelou que, sobre o painel do carro, há uma miniatura dele mesmo com um astronauta de brinquedo colado no banco do motorista.

A agência espacial ainda alerta que, devido a imprevistos naturais, como ventos solares, radiação termal ou outros fenômenos, nada impede que a rota do Roadster mude nos próximos anos e ele não acabe no cinturão de asteroides. Ou seja, existe a possibilidade de que, em alguns séculos ou milênios, o Roadster volte, irreconhecível, para a Terra.

Fonte: https://goo.gl/dohtqp

FOCUS Escola de Fotografia –  https://focusfoto.com.br
Conheça os novos cursos da Focus: https://focusfoto.com.br/cursos/

Confira opinião de Ex-Alunos: https://goo.gl/yRlkM9
Fale com a Focus: WhasApp – 11 92515-2047

 

 

Sobre o autor

ATENÇÃO: OS TEXTOS, MATÉRIAS TÉCNICAS, APRESENTADAS NESSE BLOG SÃO SELECIONADOS PRODUZIDOS PELOS ALUNOS, PROFESSORES E COLABORADORES DA FOCUS PARA USO MERAMENTE DIDÁTICO E COMPLEMENTAR ÁS AULAS DE FOTOGRAFIA NAS MODALIDADES DE CURSOS PRESENCIAIS OU A DISTÂNCIA EAD, MANTIDOS PELA FOCUS ESCOLA DE FOTOGRAFIA, SEM QUALQUER OUTRO TIPO DE PROPÓSITO, RELEVÂNCIA OU CONOTAÇÃO. PARA MAIORES INFORMAÇÕES CONSULTE https://focusfoto.com.br A Focus é a única escola de fotografia no Brasil, que oferece ao aluno o direito de obter seu REGISTRO MTB DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL, emitido pelo Ministério do Trabalho, por meio de cursos com carga horária total de 300 horas, incluindo períodos de estágio, preparo e defesa de TCC OS CURSOS DA FOCUS ESCOLA DE FOTOGRAFIA SÃO RECONHECIDOS PELA LEI N. 9.394, ARTIGO 44, INCISO 1 (LEI DE EDUCAÇÃO) O REGISTRO MTB DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL é unificado, sendo o mesmo obtido pelas melhores Universidades Públicas do Estado de São Paulo. E você poderá obtê-lo NOS CURSOS DA FOCUS, em menos de 4 meses de curso. O aluno obterá seu REGISTRO MTB DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL diretamente nas agências regionais do Ministério do Trabalho e Emprego. Este registro é fundamental para o exercício legal da profissão, constituição de seu próprio negócio, ingressos em concursos públicos e processos admissionários em empresas de fotografia, públicas ou particulares, bancos de imagens, agências de notícias, jornalismo e consularização de seu registro de fotógrafo, caso queira trabalhar em outros países ou Ongs. Internacionais, como "FOTÓGRAFOS SEM FRONTEIRAS" entre outras modalidades. SEJA FOTÓGRAFO DEVIDAMENTE REGULAMENTADO. QUALIDADE E EXCELÊNCIA EM EDUCAÇÃO FOTOGRÁFICA É NOSSO DIFERENCIAL HÁ MAIS DE QUATRO DÉCADAS. Os alunos recém-formados pela Focus competem em nível de igualdade com fotógrafos profissionais que estão no mercado há mais de 30 anos. Na FOCUS, o aluno entra no mercado de trabalho pela porta da frente! Os alunos, após formados, são encaminhados para o mercado de trabalho. Cursos 100% práticos, apostilados e com plantão de dúvidas. Faça bem feito, faça Focus! Há mais de 43 anos formando novos profissionais. AUTOR DO PROJETO e MEDIADOR DESSE BLOG: Prof. Dr. Enio Leite Alves, nascido em São Paulo, SP, 1953. PROF. DR. ENIO LEITE: Área de atuação: Fotografia educacional, fotografia autoral, fotojornalismo, moda, propaganda e publicidade. Pesquisador iconográfico. Sociólogo, jornalista, físico, fotoquímico, inventor e docente universitário. Fotografo de imprensa desde 1967, prestando serviços para os Diários Associados e professor do Sesc e do Curso de Artes Fotográficas Senac Dr. Vila Nova, São Paulo. Fotografo do Jornal da Tarde em 1972 -1973. Em 1975, funda a FOCUS – ESCOLA DE FOTOGRAFIA, primeira instituição de ensino técnico e tecnológico da AMÉRICA LATINA. No mesmo ano, suas fotos são premiadas na 13ª Bienal Internacional de São Paulo, quando a fotografia passa a reconhecida pela primeira vez como obra de valor artístico. Fundador do MOVIMENTO PHOTOUSP no início dos anos 70, com Raul Garcez e Sergio Burgi, entre outros, no centro acadêmico da Escola Politécnica, na Cidade Universitária, São Paulo-SP. Professor de fotografia publicitária da Escola Superior de Propaganda e Marketing, (ESPM), 1982 a 1984. Mestre em Ciências da Comunicação em 1990, pela Escola de Comunicação e Artes, USP. Doutor em História da Fotografia, Fotoquímica, Óptica fotográfica e Fotografia Publicitária Digital, em 1993, pela UNIZH, Suíça. No ano de 1997 obteve Livre Docência na Universitá Degli Studi di Roma Tre. Professor convidado pela Miami Dade University, Flórida, 1995. Pesquisador e escritor, publicou o primeiro livro didático em língua portuguesa sobre fotografia digital, Editora Viena, São Paulo, maio 2011, já na quarta edição e presente nas principais universidades brasileiras portuguesas. Colabora com artigos, ensaios, pesquisas e títulos sobre fotoquímica, radioquímica, técnica fotográfica, tecnologia digital da imagem, semiótica e filosofia da imagem para publicações especializadas nacionais e internacionais. (Fonte: Agência Reuters - 17/11/2017)

Deixe seu comentário

  • (não será mostrado)