brilhante

Informações, artigos, tutoriais e novidades
sobre o mundo da fotografia

FILTRO PARA MANTER O CÉU AZUL

em dicas de fotografia, Equipamentos

Basta posicionar a parte escura do filtro sobre a parte mais brilhante da cena (geralmente o céu), e poderá manter mais detalhes nas paisagens. O efeito de um ND com bordas suaves é menos evidente do que o de borda dura, sendo melhor para cenas onde árvores, montanhas ou prédios cruzam o horizonte. Um ND…

A TEMPERATURA E COR DA LUZ

em Artigos e Entrevistas, Dicas & Tutoriais

No final do dia, quando está mais baixo no horizonte, sua temperatura (em graus Kelvin) está mais baixa e sua cor tende ao vermelho e laranja. A variação da cor é expressa pela sua temperatura. Essa escala de temperatura de cor é expressa em graus Kelvin. O olho humano é ajustado automaticamente para que enxerguemos…

FINAL DE DIA ENSOLARADO!

em Dicas & Tutoriais

Essa é uma foto muito fácil de fazer – você só precisa de um rebatedor simples. Posicione as pessoas de modo que o sol permaneça atrás dela ou na lateral (nesse caso, o sol está de lado, mas quando ela olha para a câmera, está totalmente sob as sombras. É para isso que o painel…

CUIDADO COM A SUPEREXPOSIÇÃO!

em Dicas & Tutoriais

Tecnicamente, a superexposição se deve ao fato de que a quantidade de luz que chega ao sensor é simplesmente excessiva para ser processada pelo sensor. Na área da fotografia digital, isso costuma significar que as seções de brilho da imagem. Ou seja, as altas-luzes, se tornem puramente brancas, desprovidos de qualquer informação. Em certos casos,…

SILHUETAS DRAMATICAS

em Artigos e Entrevistas

Isto irá realçar o céu, produzir cores mais ricas e suprimir qualquer detalhe de terra que chame a atenção. Considere: Um céu nublado ao entardecer ou amanhecer pode oferecer a melhor oportunidade de céus coloridos e dramáticos. Fique atento, pois os ajustes de exposição para um céu nublado podem se alterar drasticamente em questão de…

REBATENDO A LUZ!

em Equipamentos

É o acessório de melhor custo benefício. Pode-se usar uma folha de papel, um lençol, placa de isopor, um pedaço de plástico, ou até mesmo uma camisa branca. Quanto mais brilhante a superfície, mais dura a qualidade da luz que é rebatida. Se a superfície for colorida, reflete a cor correspondente. Quanto mais forte for…

VENDO ATRAVÉS DA CIÊNCIA

em Uncategorized

Se deixar penetrar muita luz, você irá superexpor sua imagem, o que significa que ela ficará muito brilhante. Se não deixar entrar luz o bastante, você vai subexpor sua imagem, o que significa que ela ficará muito escura. Esse equilíbrio chama-se exposição e envolve malabarismos com a velocidade do obturador, a abertura e as configurações…

Brilho, Matiz e Saturação

em Dicas & Tutoriais

O modelo mais intuitivo descreve as cores em termos de três propriedades: matiz (o nome que damos à cor), saturação (intensidade) e brilho (ou valor). Por exemplo, podemos descrever um roxo como sendo vivo e escuro, ou claro e brilhante. Dentro dessas três categorias encontram-se outros níveis de variação, cada um com abundantes formas de…

Intensidade da luz – Parte 2

em Uncategorized

  Boa parte do poder emocional de uma foto vem da capacidade do fotógrafo de controlar a amplitude dinâmica – variação tonal das áreas claras para as mais escuras – de uma fotografia. O uso dos controles e técnicas especializadas para aumentar a amplitude dinâmica na sala escura digital, junto da capacidade de estender e…