Todos os filmes que ganharam o Oscar de melhor fotografia em um vídeo de 7 minutos

em Dicas & Tutoriais, dicas de fotografia.

Cinema, Oscar, melhor fotografia, história do cinema, o regresso filme, Leonardo DiCáprio, tecnologias de filmagem, suporte digital, câmera, lente, filtro, fotografia de cinema,, imagens sedutoras, aulas de fotografia,  arte da fotografia de moda, focus, escolas de fotografia sp, cursos de fotografia sp, focus escola de fotografia, cursos de fotografia online, cursos de fotografia profissional, aulas individuais de fotografia, melhores escolas de fotografia no Brasil, curso de fotografia zona sul sp, arte da fotografia de moda,

CENA DE ‘O REGRESSO’, FILME QUE RENDEU O TÃO ESPERADO OSCAR DE DICAPRIO

Juliana Domingos de Lima

Além de uma aula de história do cinema, resumo é um passeio por algumas das fotografias mais bem feitas já vistas nas telas

 Desde a primeira edição do Oscar, em 1927, muita coisa mudou na forma de se fazer filmes: o cinema falado se consolidou e as tecnologias de filmagem evoluíram e se digitalizaram, só para citar duas mudanças de grandes proporções ao longo do último século. A imagem passou do preto e branco de um negativo a todas as cores alcançáveis pelo suporte digital.

Um vídeo feito pelo canal “Burguer Fiction” é uma síntese dessa evolução. Ele reúne todos os filmes que levaram o Oscar na categoria de “melhor fotografia” até hoje. Veja o vídeo: https://goo.gl/jFz2K0

As cores, os filtros e as tonalidades da imagem são criadas pelo trabalho do fotógrafo no cinema. Ele seleciona a luz ou equipagem de iluminação mais apropriada para cada cena, assim como a melhor câmera, lente, filtro, ou negativo, caso seja um filme feito em película. Assim, suas diretrizes técnicas traçam o paradigma tecnológico e estético da imagem de um filme.

Uma imagem mais saturada ou com cores mais frias, com menos ou mais luz, exerce funções precisas na narrativa cinematográfica. O fotógrafo “esculpe” cada um dos frames, que, em movimento, tornam-se um filme.

Do primeiro ao último

O site de cinema “Indiewire” definiu a compilação com uma aula de história do cinema acelerada. Quem levou o primeiro Oscar de fotografia da história foi o filme “Aurora” (1927), dirigido por F.W. Murnau, um dos diretores mais importantes do cinema mudo e do Expressionismo Alemão.

O movimento cinematográfico era conhecido, entre suas características estéticas, pelo contraste intenso entre luz e sombra. A direção de fotografia do filme era assinada por Charles Rosher e Karl Struss.

É possível observar a evolução entre a fotografia em preto e branco de “…E o Vento Levou” (1939), de Victor Fleming, passando pelas luzes neon de “Contatos Imediatos do Terceiro Grau” (1977), de Steven Spielberg, até chegar à “trilogia” premiada do diretor de fotografia mexicano Emmanuel Lubezki: “Gravidade” (2013), dirigido por Alfonso Cuarón, “Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)” (2014), com direção de Alejandro G. Iñárritu e “O Regresso” (2015) , também de Iñárritu. Lubezki levou o Oscar de Melhor fotografia em 2014, 2015 e 2016.

O filme vencedor em 2016, “O Regresso”, foi o primeiro a usar a câmera 65mm com sensor digital ALEXA 65, o que lhe dá uma estética que lembra a da película, e Lubezki filmou principalmente utilizando luz natural, segundo o site “No Film School”.

Indicados ao Oscar de melhor fotografia em 2017

Na premiação deste ano, marcada para o dia 26 de fevereiro, os cinco indicados na categoria são:

James Laxton, diretor de fotografia de “Moonlight: Sob a Luz do Luar” (2016), do diretor Barry Jenkins

Bradford Young, diretor de fotografia de “A Chegada” (2016), de Denis Villeneuve

Linus Sandgren, pela fotografia de “La La Land: Cantando Estações” (2016), dirigido por Damien Chazelle,

Greig Fraser, que dirigiu a fotografia do filme “Lion: Uma Jornada Para Casa” (2016), com direção de Garth Davis

Rodrigo Prieto, pela fotografia de “Silêncio” (2016) , um filme de Martin Scorcese

Fonte: https://goo.gl/nnpQcx

 FOCUS Escola de Fotografia –  http://focusfoto.com.br
Conheça os novos cursos da Focus: http://focusfoto.com.br/cursos/

Confira opinião de Ex-Alunos: https://goo.gl/yRlkM9
Fale com a Focus: [email protected]

Seja fotografo regulamentado
Obtenha seu registro Mtb de fotografo profissional

 Referência em ensino de fotografia
“Faça bem feito, faça Focus! – Desde 1975” 

Sobre o autor

ATENÇÃO: OS TEXTOS, MATÉRIAS TÉCNICAS, APRESENTADAS NESSE BLOG SÃO PESQUISADAS, SELECIONADAS E PRODUZIDAS PELOS ALUNOS, PROFESSORES E COLABORADORES DA FOCUS PARA USO MERAMENTE DIDÁTICO E COMPLEMENTAR ÁS AULAS DE FOTOGRAFIA NAS MODALIDADES DE CURSOS PRESENCIAIS OU A DISTÂNCIA EAD, MANTIDOS PELA FOCUS ESCOLA DE FOTOGRAFIA, SEM QUALQUER OUTRO TIPO DE PROPÓSITO, RELEVÂNCIA OU CONOTAÇÃO. PARA MAIORES INFORMAÇÕES CONSULTE https://focusfoto.com.br A Focus é a única escola de fotografia no Brasil, que oferece ao aluno o direito de obter seu REGISTRO LEGALIZADO DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL, emitido pelo Ministério do Trabalho, por meio de cursos com carga horária total de 350 horas, incluindo períodos de estágio, preparo e defesa de TCC OS CURSOS DA FOCUS ESCOLA DE FOTOGRAFIA SÃO RECONHECIDOS PELA LEI N. 9.394, ARTIGO 44, INCISO 1 (LEI DE EDUCAÇÃO) O REGISTRO DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL é unificado, sendo o mesmo obtido pelas melhores Universidades Públicas do Estado de São Paulo. E você poderá obtê-lo EM QUALQUER MODALIDADE DE CURSOS DA FOCUS, presenciais ou a distância EAD em menos de 6 meses de curso. O aluno obterá seu REGISTRO DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL diretamente nas agências regionais do Ministério do Trabalho e Emprego. Este registro é fundamental para o exercício legal da profissão, constituição de seu próprio negócio, ingressos em concursos públicos e processos admissionários em empresas de fotografia, públicas ou particulares, bancos de imagens, agências de notícias, jornalismo e consularização de seu registro de fotógrafo, caso queira trabalhar em outros países ou Ongs. Internacionais, como "FOTÓGRAFOS SEM FRONTEIRAS" entre outras modalidades. SEJA FOTÓGRAFO DEVIDAMENTE REGULAMENTADO. QUALIDADE E EXCELÊNCIA EM EDUCAÇÃO FOTOGRÁFICA É NOSSO DIFERENCIAL HÁ MAIS DE QUATRO DÉCADAS. Os alunos recém-formados pela Focus competem em nível de igualdade com fotógrafos profissionais que estão no mercado há mais de 30 anos. Na FOCUS, o aluno entra no mercado de trabalho pela porta da frente! Os alunos, após formados, são encaminhados para o mercado de trabalho. Cursos 100% práticos, apostilados e com plantão de dúvidas. Faça bem feito, faça Focus! Há mais de 44 anos formando novos profissionais. AUTOR DO PROJETO e MEDIADOR DESSE BLOG: Prof. Dr. Enio Leite Alves, Professor Titular aposentado da Universidade de São Paulo, nascido em São Paulo, SP, 1953. PROF. DR. ENIO LEITE: Área de atuação: Fotografia educacional, fotografia autoral, fotojornalismo, moda, propaganda e publicidade. Pesquisador iconográfico. Sociólogo, jornalista, físico, fotoquímico, inventor e docente universitário. Fotografo de imprensa desde 1967, prestando serviços para os Diários Associados e professor do Sesc e do Curso de Artes Fotográficas Senac Dr. Vila Nova, São Paulo. Fotografo do Jornal da Tarde em 1972 -1973. Em 1975, funda a FOCUS – ESCOLA DE FOTOGRAFIA, primeira instituição de ensino técnico e tecnológico da AMÉRICA LATINA. No mesmo ano, suas fotos são premiadas na 13ª Bienal Internacional de São Paulo, quando a fotografia passa a reconhecida pela primeira vez como obra de valor artístico. Enio Leite, fundador do MOVIMENTO PHOTOUSP no início dos anos 70, com Raul Garcez e Sergio Burgi, entre outros, no centro acadêmico da Escola Politécnica, na Cidade Universitária, São Paulo-SP. Professor de fotografia publicitária da Escola Superior de Propaganda e Marketing, (ESPM), 1982 a 1984. Mestre em Ciências da Comunicação em 1990, pela Escola de Comunicação e Artes, USP. Doutor em História da Fotografia, Fotoquímica, Óptica fotográfica e Fotografia Publicitária Digital, em 1993, pela UNIZH, Suíça. No ano de 1997 obteve Livre Docência na Universitá Degli Studi di Roma Tre. Professor convidado pela Miami Dade University, Flórida, 1995. Pesquisador e escritor, publicou o primeiro livro didático em língua portuguesa sobre fotografia digital, Editora Viena, São Paulo, maio 2011, já na quarta edição e presente nas principais universidades brasileiras portuguesas. Colabora com artigos, ensaios, pesquisas e títulos sobre fotoquímica, radioquímica, técnica fotográfica, tecnologia digital da imagem, semiótica e filosofia da imagem para publicações especializadas nacionais e internacionais. (Fonte: Agência Estado - 12/03/2019)

Deixe seu comentário

  • (não será mostrado)