Uma fotografia, um registro que torna presente a noção de refúgio

em Artigos e Entrevistas, Dicas & Tutoriais.

(11) 31072219, fotografia, aberta, coluna, rosana, schwartz, sociedade, Guarda Costeira Turca, Declaração de Cartagena, Convenção da Organização de Unidade Africana, Guerra Civil Síria, grupo extremista jihadista, Estado Islâmico, Oriente Médio, terrorismo, religião ou Direitos Humanos, Marcelo Min, focus fotografia, curso fotografia, playboy tati zaqui, tati zaqui playboy, cursos fotografia moema, tati zaqui fotos,  curso intensivo de fotografia sp, curso de fotografia online, curso de fotografia, curso fotografia, mc tati zaqui playboy,   aula de fotografia sp, cursos de fotografia, cursos de fotografia online, curso fotografia sp, focus fotografia, camerra, escola focus de fotografia, cursos de fotografia, lola curso de fotografia, escola focus, cursos vips de fotografia, cursos de fotografia online, cursos de fotografia sp, curso de fotografia sp, melhores escolas de fotografia sp, curso de fotojornalismo, curso profissional de jornalismo, focus foto, escola de fotografia, curso foto, aulas de fotografia, preços dos cursos de fotografia, escolas profissionais de fotografia, fotografia curso,   Cursos de fotografia zona leste sp, cursos de fotografia zona sul sp, cursos de fotografia zona oeste sp, cursos de fotografia em santos, cursos de fotografia zona central sp, cursos de fotografia vila mariana sp, cursos de fotografia vila Madalena sp, cursos de fotografia ONLINE, vitaly Google rules, escolas profissionais de fotografia, Cursos de Fotografia ABC paulista, focus escola de fotografia reclame aqui, escolas profissionalizantes de fotografia, escolas profissionalizantes de fotografia,  curso fotografia sp, aulas de fotografia sp, aula de fotografia, cursos de fotografia abc paulista, cursos de fotografia grande abc sp, cursos de fotografia centro São Paulo sp,    escola de fotografia, fotografia, curso profissional de jornalismo,  focus escola de fotografia,  curso tecnico de fotografia em sp, escola de fotografia, curso de fotografia sp, escola focus, curso de fotografia em sp,  focus  fotografia, curso profissionalizante de fotografia em sp, cursos profissionalizantes de fotografia em sp,     , escola de fotografia, fotografia, curso profissional de jornalismo,  focus escola de fotografia,  curso tecnico de fotografia em sp, escola de fotografia, curso de fotografia sp, escola focus, curso de fotografia em sp,   preço de cursos de fotografia,    focus  fotografia, curso profissionalizante de fotografia em sp, cursos profissionalizantes de fotografia em sp, curso de fotografia em sp, escola focus, focus foto, escola de fotografia focus, focus fotografia, escola focus de fotografia, fotografia, revista hustler, escola focus, cursos de fotografia,  focus escola de fotografia, curso de fotografia, cursos de fotografia, fotografia de escola, curso de fotografia em sp, escola focus, focus, melhor escola de fotografia em São Paulo, melhor curso de fotografia em sp, focus,  melhor curso fotografia sp, melhores cursos de fotografia do Brasil, melhores escolas de fotografia do Brasil,  melhores cursos de fotografia sp,  curso fotografia em são paulo,  melhores cursos de fotografia a distancia, escolas fotografia sp, curso de photoshop, escola fotográfica, melhores escolas de fotografia em são paulo,  dicas de fotografia, curso de fotografia online,  curso fotografo profissional sp, curso fotografia de moda, curso vip de fotografia, curso de fotojornalismo, enio leite, curso de casamentos e eventos, fotografia cursos, livro enio leite, livraria Saraiva, curso fotografo pericial, concursos de fotografia, curso fotografia sp,

As imagens do corpo de um menino nas areias de uma praia que chocaram o mundo inseriu-se na categoria índice, destacou a existência de um fato fixado, podendo assim, contar história

Rosana Schwartz

As lentes de um fotógrafo captaram por trás da imagem do menino sírio a história de uma Guerra, de uma região, da necessidade de respeito aos Direitos Humanos e da diversidade.

Tornou-se um relato/narração, um registro, documento que contém informações suficientes para que o observador compreenda a mensagem cristalizada na foto – o drama enfrentado por milhares de refugiados sírios, afegãos e iraquianos que buscam viver em alguma parte do mundo. Sob a perspectiva da história é uma composição que serve de testemunha sobre as dimensões do conflito e a falta de comprometimento com os Direitos Humanos.

A fotografia é simplesmente uma fixação de um instante, de um acontecimento trágico, é um documento, que desencadeia um saber, uma densidade histórica. Possibilita o olhar para trás, o ir à busca da apreensão do tempo, o conhecer os malefícios de ações xenófobas e preconceituosas. Sob a perspectiva da história, o documento fotografia é fonte de informação que decodifica e contextualiza não apenas um fato/acontecimento, mas também, a dimensão social e política implícita na imagem.

Apesar de a questão Oriente Médio estampada nos maiores veículos de comunicação mundo afora, seja por questões relacionadas ao terrorismo, religião ou Direitos Humanos, somente está ganhando a devida preocupação e visibilidade após a fotografia do corpo do menino na praia.

A Guerra Civil Síria, que eclodiu em 2011, e a crescente ameaça do grupo extremista jihadista Estado Islâmico, que tomou parte do território sírio, trouxe para as sociedades ocidentais e muitas orientais a noção de refúgio.

Segundo o Conare (Comitê Nacional para os Refugiados), desde 2010, o número de refugiados no Brasil é de mais ou menos 6.492, sendo que, desses, mais de 1700 são provenientes da Síria. O Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR/UNHCR) e a ADUS (Instituto de Reintegração do Refugiado) afirmam que os países que recebem refugiados necessitam trabalhar em prol da promoção do bem estar dessas pessoas tanto em suas comunidades religiosas e étnicas, como nas sociedades dos países de asilo.

Documentos como a Declaração de Cartagena (1984) e o Relatório da Convenção da Organização de Unidade Africana (1974) trazem as discussões realizadas na Colômbia e Etiópia, respectivamente, sobre a questão de pessoas refugiadas, sendo que a primeira, trabalha o refúgio no continente americano, enquanto a segunda discute a questão dos refugiados africanos, mas também passa a considerar refugiado aquele que se vê obrigado a fugir de seu país por conta de ocupação externa, dominação estrangeira e/ou acontecimentos que perturbem, gravemente, a ordem pública, que é o caso dos refugiados sírios, que fugiram da guerra civil instalada desde 2011 até os dias atuais.

Dados da guarda Costeira Turca afirmam que só nos primeiros cinco meses de 2015, 42 mil pessoas foram resgatadas no Mar Egeu. Na semana passada, foram mais de 2 mil. A União Europeia assiste a chegada de centenas de milhares de imigrantes, alguns governos recusam veementemente a receber os refugiados, construindo barreiras de arame farpado (Hungria) e outros recebem sem saber como lidar com a situação (Itália e Grécia).

A fotografia que virou um dos assuntos mais comentados nas redes sociais e diversos veículos da imprensa nacional e internacional não versa somente sobre o falecimento de uma criança, apresentou a gravidade da situação e a necessidade de se desconstruir atitudes xenófobas e preconceituosas. Espera-se que adquira potencial transformador sobre o a condição de refugiados no mundo e símbolo de defesa dos Direitos Humanos. A condição de refúgio tornou-se presente.

*Rosana Schwartz é socióloga, historiadora e professora da Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Fonte: http://bit.ly/1JSJHJS

Fale com a Focus: [email protected] 
Veja  Ultimas Noticias sobre Fotografia: 
http://focusfoto.com.br/blogs/ 

Seja fotografo regulamentado
Obtenha seu registro Mtb de fotografo profissional

Registro Profissional: Respeito & Cidadania
“Faça bem feito, faça Focus!”  Desde 1975

Sobre o autor

ATENÇÃO: OS TEXTOS, MATÉRIAS TÉCNICAS, APRESENTADAS NESSE BLOG SÃO PESQUISADAS, SELECIONADAS E PRODUZIDAS PELOS ALUNOS, PROFESSORES E COLABORADORES DA FOCUS PARA USO MERAMENTE DIDÁTICO E COMPLEMENTAR ÁS AULAS DE FOTOGRAFIA NAS MODALIDADES DE CURSOS PRESENCIAIS OU A DISTÂNCIA EAD, MANTIDOS PELA FOCUS ESCOLA DE FOTOGRAFIA, SEM QUALQUER OUTRO TIPO DE PROPÓSITO, RELEVÂNCIA OU CONOTAÇÃO. PARA MAIORES INFORMAÇÕES CONSULTE https://focusfoto.com.br A Focus é a única escola de fotografia no Brasil, que oferece ao aluno o direito de obter seu REGISTRO LEGALIZADO DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL, emitido pelo Ministério do Trabalho, por meio de cursos com carga horária total de 350 horas, incluindo períodos de estágio, preparo e defesa de TCC OS CURSOS DA FOCUS ESCOLA DE FOTOGRAFIA SÃO RECONHECIDOS PELA LEI N. 9.394, ARTIGO 44, INCISO 1 (LEI DE EDUCAÇÃO) O REGISTRO DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL é unificado, sendo o mesmo obtido pelas melhores Universidades Públicas do Estado de São Paulo. E você poderá obtê-lo EM QUALQUER MODALIDADE DE CURSOS DA FOCUS, presenciais ou a distância EAD em menos de 6 meses de curso. O aluno obterá seu REGISTRO DE FOTÓGRAFO PROFISSIONAL diretamente nas agências regionais do Ministério do Trabalho e Emprego. Este registro é fundamental para o exercício legal da profissão, constituição de seu próprio negócio, ingressos em concursos públicos e processos admissionários em empresas de fotografia, públicas ou particulares, bancos de imagens, agências de notícias, jornalismo e consularização de seu registro de fotógrafo, caso queira trabalhar em outros países ou Ongs. Internacionais, como "FOTÓGRAFOS SEM FRONTEIRAS" entre outras modalidades. SEJA FOTÓGRAFO DEVIDAMENTE REGULAMENTADO. QUALIDADE E EXCELÊNCIA EM EDUCAÇÃO FOTOGRÁFICA É NOSSO DIFERENCIAL HÁ MAIS DE QUATRO DÉCADAS. Os alunos recém-formados pela Focus competem em nível de igualdade com fotógrafos profissionais que estão no mercado há mais de 30 anos. Na FOCUS, o aluno entra no mercado de trabalho pela porta da frente! Os alunos, após formados, são encaminhados para o mercado de trabalho. Cursos 100% práticos, apostilados e com plantão de dúvidas. Faça bem feito, faça Focus! Há mais de 44 anos formando novos profissionais. AUTOR DO PROJETO e MEDIADOR DESSE BLOG: Prof. Dr. Enio Leite Alves, Professor Titular aposentado da Universidade de São Paulo, nascido em São Paulo, SP, 1953. PROF. DR. ENIO LEITE: Área de atuação: Fotografia educacional, fotografia autoral, fotojornalismo, moda, propaganda e publicidade. Pesquisador iconográfico. Sociólogo, jornalista, físico, fotoquímico, inventor e docente universitário. Fotografo de imprensa desde 1967, prestando serviços para os Diários Associados e professor do Sesc e do Curso de Artes Fotográficas Senac Dr. Vila Nova, São Paulo. Fotografo do Jornal da Tarde em 1972 -1973. Em 1975, funda a FOCUS – ESCOLA DE FOTOGRAFIA, primeira instituição de ensino técnico e tecnológico da AMÉRICA LATINA. No mesmo ano, suas fotos são premiadas na 13ª Bienal Internacional de São Paulo, quando a fotografia passa a reconhecida pela primeira vez como obra de valor artístico. Enio Leite, fundador do MOVIMENTO PHOTOUSP no início dos anos 70, com Raul Garcez e Sergio Burgi, entre outros, no centro acadêmico da Escola Politécnica, na Cidade Universitária, São Paulo-SP. Professor de fotografia publicitária da Escola Superior de Propaganda e Marketing, (ESPM), 1982 a 1984. Mestre em Ciências da Comunicação em 1990, pela Escola de Comunicação e Artes, USP. Doutor em História da Fotografia, Fotoquímica, Óptica fotográfica e Fotografia Publicitária Digital, em 1993, pela UNIZH, Suíça. No ano de 1997 obteve Livre Docência na Universitá Degli Studi di Roma Tre. Professor convidado pela Miami Dade University, Flórida, 1995. Pesquisador e escritor, publicou o primeiro livro didático em língua portuguesa sobre fotografia digital, Editora Viena, São Paulo, maio 2011, já na quarta edição e presente nas principais universidades brasileiras portuguesas. Colabora com artigos, ensaios, pesquisas e títulos sobre fotoquímica, radioquímica, técnica fotográfica, tecnologia digital da imagem, semiótica e filosofia da imagem para publicações especializadas nacionais e internacionais. (Fonte: Agência Estado - 12/03/2019)

Deixe seu comentário

  • (não será mostrado)