Como Produzir um Bom Book Fotográfico? 

Existem muitos motivos para você produzir um bom book fotográfico e atuar nesse mercado de trabalho. Além de exibir suas habilidades fotográficas, você pode entregar um conjunto de fotografias que destacam a versatilidade e as qualidades expressivas dos clientes, deixando-os felizes e satisfeitos. Quer aprender como produzir um bom book fotográfico

Para atender aos desejos dos clientes, sejam modelos profissionais ou familiares que procuram fazer book fotográfico infantil, book fotográfico masculino e feminino, book fotográfico de casamento, batizado, aniversário, você tem que considerar os dois tipos: o book fotográfico e o ensaio fotográfico. 

Como Produzir um Bom Book Fotográfico? 

No ensaio existe mais naturalidade, espontaneidade, e podem ser realizados em ambientes externos e ao ar livre. No book fotográfico, propriamente dito, as imagens tendem a ser mais técnicas, com objetivos mais profissionais, e são realizadas com mais frequência dentro de estúdios de fotografia.

Nas duas tendências, o resultado com as melhores fotografias farão parte do book. Pensando nisso, vamos fazer um passo a passo que possa ajudar a conseguir extrair o máximo de suas habilidades e o máximo das qualidades de seus clientes. 

O que é necessário para produzir um book fotográfico?

Fazer book fotográficos gratuitos 

Para quem está começando e ainda não tem clientes, uma boa dica é propor parcerias, anunciar nos grupos e nas redes sociais que está fazendo book fotográfico gratuito para modelos que estão começando ou profissionais que estejam precisando de renovar algum álbum. Outra dica é fotografar as pessoas da família, os amigos e amigas. Treinar bastante, aprender a fazer, fazendo. Pode ser bem bacana oferecer as fotos digitais de presente para essas pessoas, e fazer pelo menos uma impressão de cada ensaio para compor um portfólio físico também. 

Fazer entrevista com as pessoas que serão fotografadas 

Uma vez que consiga ou já tenha clientes, marque uma primeira conversa para falar sobre objetivos, experiências de trabalho, preferências de horários para fotografar. Esse primeiro bate-papo é importante para quebrar o gelo, apresentar o espaço, trocar ideias sobre o que pode ser feito para se obter um resultado positivo e eficiente, ver catálogos, revistas, falar e ouvir sugestões. 

Investir na direção artística 

Na produção de book fotográfico o fotógrafo precisa investir numa direção artística segura, leve e pontual. A ideia é que os clientes estejam à vontade, construam a própria imagem em desenvolvimento visual e mostrem a capacidade de se expressar diante das melhores câmeras, assim como também sejam capazes de expressar sentimentos ou deixar vestígios de sua própria história. Um bom exemplo dessa teoria está no filme Closer no trecho onde a fotógrafa Anna, interpretada por Julia Robert, faz o retrato da stripper Alice, interpretada por Natalie Portman. Para entender a cena é preciso ver o filme todo, mas só a cena é uma aula. 

Fazer check list de equipamento 

Outro aspecto importante é fazer um check list do equipamento e organizar a locação deixando tudo pronto para evitar imprevistos, atrasos e, sobretudo, desconfortos. De modo geral, o equipamento básico consiste em ter uma câmera, cartão de memória com espaço disponível, lentes objetivas, baterias ou pilhas, tripé para câmera, flash fotográfico, rebatedor de luz, 

Os passos que vamos construir abaixo estão direcionados a book fotográfico de estúdio e para fins de portfólio comerciais, estilos de vida, moda editorial, mas podem ser adaptados para o book ou ensaio informal e espontâneo. 

Usar as melhores câmeras e lentes para retrato

Resumindo, use uma câmera que tenha maior resolução de imagem, bom disparo contínuo, maior ponto de foco automático ou o melhor pico de foco que garantirá um ajuste de foco manual perfeito. 

Usar lentes prime ou zoom

A lente prime possui uma distância focal fixa, o foco pode ser mais rápido e silencioso, tem abertura maior do diafragma, fotografia melhor onde há pouca luz, tem menor profundidade de campo, produz desfoque no fundo, o tema principal ganha um destaque isolado do fundo. 

A lente zoom possui uma ampla variedade de distância focal, uma 24-70mm é suficiente para o estúdio, apesar de mais caras também possuem maiores aberturas de diafragma. 

Sugestões:  EF 35mm f/1.4 |  EF 50mm f/1.4 | EF 24-70mm f/2 | EF 85mm f/1.8

Passo 1 –  Faça fotos de rosto (sorrindo e sério)

A primeira imagem do book deve ser a do rosto, ele é o cartão de apresentação mais próximo da altura do olho quando estamos diante de outra pessoa. Uma fotografia de cabeça a partir dos ombros, em uma luz difusa, clara, branca, colorida ou preto e branco, pode impactar visualmente e revelar a habilidade de olhar para a câmera naturalmente, e as características 

Um resultado excelente pode depender de bastante treino e exercício, e o fotógrafo pode ter que investir nesse tempo até seu cliente estar consciente da expressão facial. Mas, é o tipo de fotografia que agrada muito aos fotografados e atende a algumas exigências de agências ou álbuns pessoais. 

Se for para book fotográfico profissional o olhar frontal para a câmera é essencial. Se for para o book fotográfico informal, o rosto do fotografado pode estar em perfil e olhar para o lado, ou para o vácuo. 

Passo 2 – Faça fotos de corpo inteiro

O objetivo da foto é mostrar as proporções do corpo. Independente do padrão de beleza, há espaço para todos os corpos no mercado de trabalho visual, portanto o foco não é camuflar e esconder detalhes, mas deixar o cliente à vontade na própria expressão e volume corporal. As chances de sucesso no trabalho estão na presença, na vibração da energia da pessoa. As roupas podem ser adaptadas para o tipo de pessoa, justas ou soltas, jeans e camiseta, roupas que não se destaquem mais do que o próprio corpo são as mais indicadas. O sucesso da imagem pode ser a composição neutra que permita ao apreciador imaginar o corpo em qualquer outra roupa. 

Passo 3 – Faça fotos com roupa de banho para praia ou piscina 

Se o cliente estiver à vontade, esse tipo de fotografia pode contribuir para ampliar o campo de trabalho. É importante atender a demanda da representatividade. Mulheres magras, mulheres gordas, mulheres negras, mulheres brancas, mulheres com deficiência física, todas representam a diversidade de mulheres, isso funciona também para homens e crianças. Diversidade é tudo de bom e pode contribuir para um mundo mais igualitário. Deixe seus clientes cientes disso, encorajando-os, para que se sintam à vontade com seu próprio corpo, cor de pele, classe social e cultura. 

Passo 4 – Faça fotos editoriais

Nesse tipo de foto a habilidade que se desenvolve é a capacidade de expressar movimento em poses, de estar em diversas poses naturalmente. O fotógrafo pode dirigir a fotografia para que o cliente se movimente pelo estúdio, pela casa, pelo jardim, transite pelos móveis, sente, ande, abrace alguém, sente no chão, brinque com os animais de estimação. A criatividade e inspiração para esse tipo de fotografia podem ser buscadas com pesquisa em revistas e sites especializados. 

Passo 5 – Faça fotos comerciais

Diversas empresas contratam modelos comerciais para seus catálogos de venda. Esse tipo de foto é muito requisitada e de certa forma é um mercado mais acessível que o mercado editorial. Inspirem-se nos comerciais de revistas onde crianças e adultos aparecem sorrindo, o famoso sorriso margarina, felicidade doriana. Aqui a habilidade de sorrir, chorar, ter expressões faciais e corporais de sorriso, felicidade, choro, tristeza, ou qualquer emoção que possa representar situações, está valendo. Bom para fotografar casais, mães e pais com filhos, avós com netos, professoras com alunos, médicos com pacientes. Não precisam ser reais, podem ser ficcionais. Divirtam-se. 

Passo 6 – Termine o livro com uma foto de impacto

Invista numa imagem fotográfica impactante, de meio corpo, de perfil, com olhar vago para o lado, numa pose espontânea, que inspira divagação, contemplação. 

Dica importante: 

Uma vez que as fotografias foram realizadas e impressas, pode-se pensar numa encadernação personalizada em capa dura, mas neutra. Não exagere. 

Conclusão 

É importante lembrar que para a produção do book fotográfico, tanto modelos como fotógrafos que estão começando não precisam fazer a produção com um equipamento de última geração. Se o trabalho for bem feito, com a luz certa e as composições corretas, a apresentação do book fotográfico terá seu objetivo alcançado.

Na regra de ouro dos livros de fotografias a qualidade vale mais que a quantidade, portanto, não exagere, de 6 a 20 fotos, muito boas, são suficientes para uma boa apresentação. Para impressão das fotografias dos livros comerciais, use os formatos padrões para impressão:  8×10, 9×12, 8,5×11. 

Para produzir um bom book fotográfico o fotógrafo deve estar atento às expressões do cliente e procurar extrair o melhor possível dessa observação, pois o livro além de ser uma ferramenta importante para divulgação no mercado de trabalho, é também um documento visual que certamente ficará na história e no currículo da pessoa. 

Se alguém tiver alguma dúvida ou quiser perguntar algo, escreva nos comentários. Teremos prazer em responder.  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.