Home » O Que é e Como Fazer o Efeito Bokeh

O Que é e Como Fazer o Efeito Bokeh

Você sabe o que é um bokeh? O termo bokeh vem da palavra japonesa boke, que significa “borrão”, “neblina”, “qualidade borrada”, uma mancha estética. 

O efeito bokeh na fotografia é um dos aspectos mais subjetivos, pois seu efeito visual conquista o olhar ao entregar uma imagem com a aparência entre o sonho e a realidade. 

O que é o efeito bokeh na fotografia

Um bokeh agradável, geralmente, recebe elogios qu incluem palavras: suave, leve, incrível, bom, bonito, doce, sedoso, excelente… Mas, o que é esse efeito que está entre as mais populares técnicas de fotografia?

O que é o efeito bokeh? 

Bokeh é um efeito visual renderizado pela lente que revela na fotografia uma profundidade de campo rasa e desfocada, deixando o objeto principal do primeiro plano em evidência. 

Bokeh é definido como o efeito de luz em formas circulares em um fundo suave que tira para fora de foco o contexto em que está o objeto principal. Podemos dizer que bokeh é uma qualidade estética do desfoque que traz uma sensação de leveza e sonho na imagem

Antes da fotografia existir, os pintores raramente utilizavam a desfocagem como um método para isolar os motivos principais da cena. Se você olhar para a pintura clássica, quase todas as partes de uma composição estão com foco. 

Só na modernidade os pintores passaram a manchar áreas, desfazendo os espaços figurativos em troca do fundo abstrato. Contudo o efeito bokeh na fotografia só apareceu com a invenção da fotografia digital quando se tornou uma técnica muito procurada pelos fotógrafos. 

Mas, não é suficiente desfocar o fundo. Você precisa escolher um fundo que parecerá interessante e, de preferência, mais vívido quando estiver desfocado. Normalmente, as áreas pontilhadas de luz criam um belo bokeh, como o sol brilhando através da folhagem.

Incluir na composição áreas fora de foco que abstraem o contexto e eliminam distrações tornou-se um bela técnica para dar ênfase às partes importantes e transformar detalhes desnecessários em cores e tons primorosamente suaves.

Como fazer o efeito bokeh 

Como fazer o efeito bokeh

Você quer aprender como fazer o efeito bokeh? Acompanhe a leitura, pois preparamos esse artigo com explicações bem claras para ajudar aos entusiastas e amantes da fotografia que querem dar um aspecto visual profissional e moderno às suas imagens. 

Para fazer o efeito bokeh de modo artesanal para ser muito elogiado você vai precisar da sua câmera e de uma lente apropriada, porque é a lente que vai renderizar com o efeito bokeh. 

Há também outra alternativa que é fotografar e fazer o efeito bokeh de modo digital na pós-produção usando efeito bokeh photoshop (Field Blur), ou efeito bokeh app (Bigen Lens), ou efeito bokeh no celular através da desestabilização da imagem no modo retrato. 

Mas, é preciso saber que o bokeh é um efeito óptico obtido com as lentes e sensores de câmeras grandes, e nada supera a estética desse efeito real. 

Para conseguir esse efeito real, pontuamos algumas habilidades e equipamentos importantes que deixarão suas fotos ainda mais impressionantes. 

Lembre-se que não se trata apenas de desfocar o fundo, mas também de incluir alguns realces delicados, encontrar a luz certa ou detalhes de enquadramento que se destacam quando desfocados.

Quais lentes produzem um efeito bokeh bonito? 

As melhores lentes para fazer o efeito Bokeh são as que trazem amplas aberturas como as lentes primes rápidas com abertura de lâmina redonda, por exemplo uma 50mm f/1.4 ou Nikon 85mm f/1.4 ou Canon 85mm f/1.2 criam um efeito bokeh de aparência excepcionalmente boa. A versão de baixo custo da mesma lente: Nikon 85mm f /1.8 ou da Canon 85mm f /1.8 também produzem um bokeh incrível. 

De modo geral, as lentes que produzem muito eficientemente o efeito bokeh podem ser encontradas em quase todas as marcas. Veja alguns modelos: 

  • 50mm f1.8, f/1.4 e f/1.2;
  • 35mm f/1.4;
  • 85mm f/1.8, f/1.4 e f/1.2;
  • 105mm f/2;
  • 135mm f/2;
  • 70-200mm f/2.8.

Para entender a técnica: a lente que você escolher usar vai determinar a forma e o tamanho do bokeh visível. 

Uma lente com lâminas de formato circular terá desfoques mais arredondados, delicados com transições mais suaves nas áreas desfocadas, enquanto uma lente com uma abertura de formato mais hexagonal refletirá essa forma nos destaques.

A forma da luz refletida nas áreas fora de foco depende do diafragma da lente. As lentes mais antigas, como a Nikon 50mm f/1.4D, têm 7 lâminas retas em seu diafragma, resultando em um bokeh em forma de heptágono.

A maioria das novas lentes agora vem com 9 lâminas arredondadas, que renderizam bokeh redondo, como a Nikon 105mm f/2.8. 

Com uma lente 50mm abertura f/1.4 será possível fazer bokeh maior e circular, com f/1.6 faremos bokeh menor e mais oval, com f/2.8 faremos bokeh pequenos em formas diversas ao círculo. 

A perfeição das formas circulares também dependerá da estabilidade da câmera na hora do clique. Se você tremer, sua imagem será borrada e compromete o foco.

Se você não tiver uma lente muito rápida. Ao aumentar a distância entre o fundo e o tema, você pode ver o bokeh nas imagens tiradas com aberturas menores, como f / 8.

E se tudo falhar você pode usar uma lente de zoom que pode oferecer um fundo desfocado, mas porque limita o campo de visão formará bokeh maior, menos agradável,menos delicado, pode ser uma boa solução numa hora em que esteja com uma lente mais lenta. 

Porque utilizar o bokeh nas suas fotos 

Criar fotos com bokeh transmitem uma mensagem artística delicada e também produzem uma impressão mais profissional ao estilo. Com o tempo, o efeito bokeh em suas fotos (seja criado na câmera ou posteriormente em seu software de edição) irá adicionar beleza e impacto às suas imagens adicionando um brilho sutil e atraente.

De sobreposições de bokeh oníricas a nuvens de confete cintilantes, esses são os elementos perfeitos para elevar qualquer uma de suas criações. Os círculos suaves de luz e as manchas de tons ficam bem em qualquer fotografia, sejam retratos, paisagens, ou still life.

Passo a passo para experimentar e aperfeiçoar

Escolha a sua melhor lente

Essa é uma escolha bastante efetiva na hora de fazer o seu efeito bokeh perfeito. Lentes diferentes processam a imagem de modo diferente devido aos designs óticos exclusivos das aberturas por onde as imagens passam. Cada abertura corresponde a uma nitidez da profundidade de campo. 

A melhor lente para fazer o efeito bokeh é a que tem abertura mais ampla para entrar mais luz e, consequentemente, obter menor profundidade de campo, ou seja, menor nitidez no plano aberto corresponde a um fundo mais desfocado, e isso acontece com o f-stop menor, tais como:  

  • f / 2.8
  • f / 2
  • f / 1.8 
  • f / 1.4 
  • f / 1.2

Obs:  A abertura das lentes em câmeras compactas, super compactas e smartphones são automáticas, pois são lentes fixas, isso significa que não podem ser manipuladas, e nos modelos mais modernos podem estar calibradas para uma abertura f /2 ou f / 2.0.  

Para fazer um bom trabalho: mantenha uma boa distância entre o assunto o fundo 

Para aumentar a probabilidade de criação do efeito bokeh visível em suas fotografias, aproxime-se do assunto principal em primeiro plano e aumente a distância entre esse assunto e o fundo. Quanto mais longe o plano de fundo, mais desfocado ele ficará. 

Para fazer o melhor bokeh: escolha o melhor modo de disparo 

Na câmera você pode usar um dos três modos de disparo: o modo de Disparo Manual que oferece a escolha da abertura e a velocidade do obturador; o modo de Disparo Prioridade de Abertura que permite escolher o valor f-stop enquanto a câmera escolhe a velocidade do obturador apropriada para a exposição; ou o modo Programa Flexível que proporciona a mais ampla combinação possível de abertura/velocidade do obturador.

Para fazer o bokeh brilhante e contagiante: experimente vários recursos 

Use a criatividade! Você pode criar diferentes formas Bokeh personalizadas usando a luz artificial noturna de luminárias públicas ou a luz natural do dia. Aproveite o brilho da luz refletindo nas paredes ou tetos, a luz que brilha através de objetos claros, como o vidro, a luz dos faróis dos carros, a luz do sol refletida em água. 

Pode usar formas de efeito bokeh coração, efeito bokeh estrelas, efeito bokeh bolinhas, efeito bokeh dourado, usando filtros de lentes personalizados ou papel cartão na frente da lente, ou usando camadas de efeitos e plug-ins para bokeh digital. 

Para fazer o bokeh perfeito: aproprie-se da luz, do brilho, das cores 

Dê atenção aos elementos de fundo ainda que você os faça desaparecer. Se você tiver apenas uma parede cinza, além de suavizar suas imperfeições, não despertará muito interesse. Você precisa de vegetação, da perspectiva de uma rua, holofotes, luminárias, qualquer coisa que mostre a distância entre o assunto e o fundo. Mas, o melhor de tudo, você precisa de um fundo que apresenta contraste, tons e luminosidades para não apenas se destacar do objeto, mas também se fundir até que se unam.

Conclusão 

Como vimos, o efeito Bokeh pode adicionar suavidade a uma fotografia iluminada de outra forma. Usar essa técnica para separar o assunto do fundo também pode permitir que você utilize um fundo não tão fotogênico em sua imagem, mas, por causa de seu desfoque difuso, ajuda a “destacar” o assunto, e não diminuí-lo.

A experimentação é o caminho para o sucesso. Experimente muito e faça muitas repetições. Toda aprendizagem requer muita persistência. Procure temas próximos do seu dia a dia: retratos de familiares, imagens de close up de frutas e objetos. Macro de flores e outros objetos na natureza também são assuntos populares para fotografar e mostrar o bokeh na imagem. 

Aproveite bastante o agrupamento de luzes festivas ou outros objetos altamente reflexivos. Quando propositalmente fotografados fora de foco, esses objetos normalmente ásperos ou brilhantes tornam-se suaves, pastéis, difusos de luz brilhante. E, se ainda tiver alguma dúvida, escreva nos comentários. 

Você pode gostar também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *